sábado, 14 de novembro de 2009

O cálculo do desbunde

A silhueta ainda não tinha voltado a forma. Mas o cigarro sim. "Pois é, voltei. Mas só fumo à noite". A balzaca estava feliz, tinha acabado de ser mãe. O rebento tinha só um mês, é a cara dela e estampa a tela do celular. Claro que a nossa heroína saca o aparelho na menor chance que tem de mostrar o filho. Está curtindo o seu momento.

"Ué, mas você ainda amamenta?", pergunto. O leite tinha secado. Aí, ela voltou a fumar. Será que foi a frustração de não poder mais dar o peito para o bebê? Fiquei meio sem graça de perguntar.

A criança foi planejada, depois de sete anos de vida em comum. Típica história onde tudo se encaixa. Ela e o marido desbundaram até não poder mais. Quando encheram o saco e viram que iam ficar juntos mesmo, resolveram embarcar na aventura dos filhos. Nem enjoo ela sentiu na gravidez. E, para completar, ela diz ser o pai e chama o marido de mãe. O pai da criança é artista e faz de um tudo, se bobear, até melhor que ela quando o assunto é cuidar do pequeno. O casal encontrou seu ritmo.

Agora, ela rolou de rir mesmo quando resolvi fazer umas continhas básicas. Reparem: ela e o marido desbundaram sete anos e depois resolveram ter o bebê. Jogando isso para a minha quilometragem isso significa que teria que conhecer alguém tipo ontem, para desbundar sete anos e ter o primeiro filho aos 40. Aglupt! Engulo em seco.

Diante da matemática do absurdo, nada como fazer algumas ressalvas na hora de passar da teoria à prática. "Ah, mas você tem tempo! Desbunda dois anos e tenha filhos a partir dos 35." Reduzindo a vida a pura aritimética parece tudo bem mais simples não é mesmo?

Giovana - A Solteira

PS: vejam que interessante essa calculadora abaixo, rs.

9 comentários:

Anônimo disse...

haha eu procuro nem fazer esses calculos! Senão entro em parafuso!!
Kd o resultado da promoção 365 dias?

bjks

14 de novembro de 2009 13:06
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Olha, eu acho que o desbunde é para sempre, até morrermos. Com filhos, inclusive. Desbunde não é necessariamente sair por aí enchendo a cara, beijando o mundo, viajando sem parar - ou coisas do gênero. Desbunde é gozar da vida.

beijo!!

deb

OBS: O RESULTADO DA PROMOÇÃO SAI NO DIA 19 (QUINTA).

14 de novembro de 2009 13:12
André disse...

olha só que delicia de texto pra fazer um link com o esse.( http://linkinterno.blogspot.com/2009/11/dos-ficantes-aos-namoridos-martha.html ) E essa matemática fiz hj mesmo vendo um monte de pais e seus carrinhos de bebe super modernos. Mas meu pensamento foi: "Bom, fiz 30, se daqui 5 meus negocios estiverem caminhando... um filho nasce em 9 meses, menos de um ano, rapidinho... falta só amar a mãe." - sério - pensei isso indo comprar coca-cola pra curar a ressaca! rsrsr

Bjók

14 de novembro de 2009 14:21
Andarilho disse...

Bem, homem não precisa fazer esses cálculos não.

No meu caso, que não pretendo ter filhotinhos então...

14 de novembro de 2009 15:03
Giovana disse...

André, você captou a mensagem totalmente. beijos, Gio

15 de novembro de 2009 00:17
Patrícia Costa disse...

Gostei da calculadora... rs
Bom ínico de semana para as três!

abraço!

15 de novembro de 2009 18:34
Anônimo disse...

Acabou o prazo da promoçao??
Nao poderia aumentar??

15 de novembro de 2009 21:14
Sal disse...

hahahahaha...
tenho medo dessa matematica... como tenho tbm do desbunde!!!

adorei! bjo

16 de novembro de 2009 02:04
Anônimo disse...

Não é você que fazia apologia à solteirice e à não necessidade de ter filhos anteontem? Vai entender...

16 de novembro de 2009 16:36