quinta-feira, 24 de maio de 2012

Boicotes


Sabe quando tudo que você sonhava de repente está perto de virar realidade, mas você passou tanto tempo não acreditando, que coloca um monte de pedra no caminho só para poder dizer que tinha razão em não acreditar?

Sabe quando a felicidade bate à sua porta e você, por ter propagandeado tanto que ela não apareceria novamente, agora fica constrangido de admitir que ela existe, então você fica boicotando tudo?

Sabe quando a melhor pessoa do mundo aparece dizendo que quer ficar do seu lado para sempre e você não acredita, porque achava que isso só acontecia em novela?

Eu já tinha ouvido falar sobre isso. Que quando a gente almeja muito alguma coisa na vida, tende a fugir quando esta coisa realmente acontece. Porque é ver o sentido que a existência antes tinha se perder: a de perseguir este ideal. Louca demais a mente humana.

Só sei que colocar pedras no caminho da felicidade não me parece algo sensato. Mas o que fazer com aquela sensação de querer fugir diante de uma coisa muito boa? Já aconteceu isso com vocês?

Patrícia, A Solteira

6 comentários:

Jú... disse...

Nossa... vc leu minha mente hoje.

Boa pergunta... tbm quero (preciso) saber o que fazer com essa sensação!!!

=*

24 de maio de 2012 13:56
Tatiana disse...

Como disse no face, quanto tudo vai muito certinho, fico até com medo que depois venha uma tempestade!

24 de maio de 2012 14:09
Ana disse...

Oi meninas, é mais comum que imaginamos. O boicote total, em si, é um ruim. Mas a consciência de uma vontade de boicotar já acho bastante positiva. Afinal, não existe mesmo plenitude forever, nem pra bem, nem pra mal. O movimento de querer boicotar e se segurar é legal. E caldo de galinha não faz mal a ninguém. beijos
Ana

24 de maio de 2012 16:19
Amanda disse...

Oi querida! Passei muitos anos me boicotando... ainda hoje tenho que me 'policiar' para não continuar fazendo. O que me ajudou bastante foi o livro "O Ciclo da Auto-Sabotagem"(Stanley Rosner e Patricia Hermes). Muito bom!
Bjosssss,
Amanda.

24 de maio de 2012 16:52
Evelin disse...

Ah, as vezes tenho a sensação de que me “boicoto” o tempo todo HAHAHA
Acho que está associado a condição feminina, só pode! Rsrs
O que fazer, também não sei...

Beijos

Evelin

25 de maio de 2012 08:59
Andarilho disse...

Comigo nunca aconteceu não.

30 de maio de 2012 15:35