sexta-feira, 18 de maio de 2012

Tão bom às vezes ficar sem assunto

Está certo que as grandes histórias normalmente são escritas nos momentos de extremo desespero ou incontrolável felicidade. Mas confesso que às vezes é até saudável perder a inspiração para escrever histórias incríveis justamente por estar com o coração mais manso. Ai ai... fazia um tempão que não passava por um período assim de calmaria.

Uma vida emocionante nos traz muitas experiências sensacionais, mas ter paz de espírito e sentir o coração leve de vez em quando faz um bem danado também. Foram uns oito anos de turbilhão e vida na gangorra, me mudando pra lá e pra cá, me aventurando aqui e ali, sem eira nem beira, sem rotina. Claro que não me arrependo nem um tiquinho, porque foi graças a este período frenético que consigo ter serenidade e menos ansiedade para tocar meus dias agora.

No momento, portanto, sinto vontade de injetar emoções no espírito de outras formas, sem precisar trocar todas as peças do tabuleiro. Pode ser uma viagem incrível, um curso inusitado, um desafio profissional, uma rebeldia aqui e ali... Ou (por que não?) ter paz e tranquilidade para escrever uma história de tirar o fôlego?

Patrícia, A Solteira

3 comentários:

Anônimo disse...

Te entendo perfeitamente!
Me encontro na mesmíssima situação =)
Ah...e que bom!

bjssss

deb

18 de maio de 2012 17:52
Albuq disse...

Concordo plenamente e espero que essa história de tirar o fôlego venha logo! kkk bjsss

19 de maio de 2012 10:58
Andarilho disse...

Eu acho que grandes histórias não precisam ser escritas em grandes momentos. Mas precisam ser vividas em momentos assim. E, como já disseram vários escritores, vc só escreve bem mesmo sobre o que vc conhece e viveu.

Então, se o momento é de tranquilidade, é boa hora de botar no papel o que já foi.

Quem sabe, não veremos um livro saindo logo logo?

30 de maio de 2012 15:31