quinta-feira, 9 de abril de 2009

Os filmes que o Gilberto não fez


De todas as coisas boas que o meu irmão videoartista, Felipe Barros, trouxe na mala do Vitória Cine Vídeo, no Espírito Santo, no ano passado, um DVD me chamou particularmente a atenção: Os filmes que não fiz, de Gilberto Scarpa. O cara trabalhava com cinema há mais de dez anos. E nunca tinha feito um filme sequer. Foi quando veio a ideia: fazer um curta em cima de um punhado de projetos que deram em nada. Ou seja, fazer do que seria uma frustração uma sacada. Um filme, por que não? Precisa dizer que ficou bacanérrimo? E que o Gilberto mandou muito bem ao reverter aquele contexto a seu favor? Basta contar que o trabalho foi premiado em oito festivais Brasil afora em 2008.

Para mim foi uma lição. E uma atitude libertadora. Tem tanta coisa que a gente não consegue fazer... Ou que acha que fez mal feito... Para que encanar, se é possível rir e virar a lógica do avesso, a nosso favor? Eu também acho que fiz um filme ótimo em cima de um casamento frustrado, Gilberto. Criei tanta coisa depois de um fim que seria trágico se não fosse cômico... Fiz, refiz, ficou melhor. Muuuuuuito melhor. Se eu te contasse, você ia querer fazer um filme. Quem sabe um dia, né?

Parabéns pelo curta, arrasou.

Beijos,

IsabelaA Divorciada






4 comentários:

Paloma disse...

Putz, que ideia sensacional!!! Adorei! Ainda bem o mundo está cheio de gente criativa, talentosa e que toca os projetos adiante. Gente como o Gilberto. E como vocês, minhas lindas. bjos
saudade
Paloma e Isa

9 de abril de 2009 07:13
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Eu adorei esse filme quando você me mandou!! É muito bom!!!

Isso é que é saber lidar com as frustrações :-)

bjkss

deb

9 de abril de 2009 08:21
Anônimo disse...

Esse cara realmente fez um olé, com muito bom humor e criatividade. Não tenho a menor dúvida que minha irmãzinha querida, fez o mesmo baile e deu olá em um monte de gente besta e mesquinha, praticamente uma gang de mesquinhesa disfarçada de familia catolica, Olé para a Bela e olé para o filme do Scarpa!!!!

Procurem pessoas, pois vale muito a pena ver. Se alguém não achar, procura com a Bela que eu empresto ou arrumo para vocês.

ass: Felipe Barros (o bonzinho)

10 de abril de 2009 12:20
Anônimo disse...

Opa!!! Bela e Felipe!

Eu PRECISO ver esse filme... rsrsrs

Falando sério... Nada como uma segunda chance para reescrever o roteiro, editar cenas e promover reviravoltas na trama...
E falo por experiência própria!

Beijos

Geo

13 de abril de 2009 19:20