sexta-feira, 30 de outubro de 2009

A loira da Uniban


O assunto bombou na internet ontem. Uma aluna de 20 anos, do curso de Turismo da Universidade Bandeirantes (Uniban), campus de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, foi hostilizada quando tentava assistir aula na quinta-feira da semana passada. A moça, que é loira, usava um vestido curtinho, cor de rosa.

Por isso, foi xingada por estudantes de toda a instituição, que tomaram o prédio da faculdade para vaiar e gritar expressões como “Putaaaa Pu-taaa, Puta-aaa!” ou “Vamos estuprar!”. Isso com direito a tentativas de invasão da sala onde a moça, que teve que ir embora escoltada por policiais e usando um jaleco, se encontrava. Quer mais? Um grupo de meninas (exatamente, meninas) chegou a entrar no banheiro feminino quando a loira estava lá, na tentativa de convencê-la a vestir uma calça.

Passada diante da barbárie, só consegui lembrar de uma pessoa: um trabalhador rural de mais de 70 anos da cidade de Ribeirão, interior de Pernambuco, que conheci quando fazia um trabalho para a faculdade, chamado Manuel Jacinto. Em meio a um debate com várias mulheres sobre se aquelas que usam roupas curtas se arriscam a ouvir gracejos por isso, ele refletiu:

“Na Praça de Catende existe um canteiro de rosas muito bonito. Elas são lindas, a natureza é bela, mas isso não me dá o direito de chegar lá e arrancar uma rosa. Se uma mulher muito bonita está de roupa curta eu tenho que respeitar, não tenho o direito de mexer com ela”.

Saudades de você, seu Manuel.

Bom final de semana e beijos,

Isabela – A Divorciada

26 comentários:

ferres disse...

Bom post e bela ilustração, tem pessoas que tentam justificar falando que o vestido estava curto, faculdade não é lugar de ir vestida daquele jeito.
Mas nada disso justifica a imbecilidade, como eu falo, se vestibulares reprovassem dementes a UNIBAN estaria vazia (não sei se todas são assim) lanmentável...

30 de outubro de 2009 11:17
Beta disse...

o meu maior espanto é simplesmente só agora o povo ter crise de moral...o que eu vejo dessas aberrações pela rua...

queria saber o que diacho essa Criatura andou fazendo pra virar mártir de uma causa...furada!

30 de outubro de 2009 12:11
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Belita,

eu já até tinha escrito um post mentalmente sobre esse caso. Ele se chamaria "A garota rosa shocking e os recalcados da Uniban". Mas como cheguei tarde ao blog hj, não vou repetir o assunto.

Mas que acho que isso vale uma profunda reflexão, isso vale. Porque quando uma pessoa se incomoda com outra - por causa de um vestido, da loirice, da gostosura, seja lá o que for - chamamos isso de inveja. Quando 700 pessoas se incomodam, isso é um indício de um problema social.

O que passa na cabeça desses alunos da Uniban? (Além de merda, claro.)

"Vamos estuprar??" Como assim?? Quem é essa gente? O que pensam da vida?

Ao ler a matéria na Folha, hj cedo, fiquei com um medo danado do futuro...

Lamentável.

Se eu estudasse lá, iria aparecer de biquini no dia seguinte, haha.

beijos!

Deb

30 de outubro de 2009 13:25
Tati disse...

Sem palavras!!

Um absurdo, já vi coisas piores e tem um monte de babaca que compra revista e cds delas.

30 de outubro de 2009 13:45
Andarilho disse...

Eu já perdi há muito, qualquer esperança por esse povo. A humanidade é que nem computador dando problema, tem que dar um reset nela.

30 de outubro de 2009 13:48
Nina disse...

Também escrevi sobre isso. Estou indignada.
O que penso está lá, no meu post.

30 de outubro de 2009 15:02
Lari (larissakarvalho@hotmail.com) disse...

Haveria possibilidade de Paz na Terra(a famooosa e tão simples, paz!) se as pessoas todas entendessem que o limite de um termina onde começa o do outro!

É revoltante ver que universitários (hã?!)tão mediocres se sintam no direito de interferir na vida de alguém e fazer um verdadeiro escarcéu por causa de uma roupa que convencionalmente (questão cultural, acho ridículo, mas respeito!) foi dita imprópria!

Diante da guerra real que a gente assite todo dia com a miséria, a fome, a falta de educação, a lotação dos hospitais publicos... alguém se preocupar porque a coleguinha está de vestido curto... É MUITA HIPOCRISIA!!!

Deb, eu ia fazer uma passeata de biquininho com vc!!! APOIADÍSSIMA IDEIA!!!

3 Bjos

30 de outubro de 2009 15:56
Adriano Espíndola Cavalheiro disse...

Trago pra cá post que ira para o ar amanhã no meu blog, comentando a matéria e ainda falando do machismo homofóbico de requião.
Adriano

Amigos e amigas,
Uma universidade é, ou ao menos deveria ser, um centro de sabedoria.
Sabedoria significa conhecimento, mas também tolerância, respeito e igualdade.
Não é o que acontece na da Universidade Bandeirantes (Uniban), campus de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, onde uma aluna de 20 anos, do curso de Turismo, foi vítima de machismo e preconceitos por alunos da referida institição de “ensino”.
É o que revela a jornalista Isabela em matéria postada no Blog 3x30.
Mas não é só. Vejam essa pérola homofóbica: “A ação do governo não é só em defesa do interesse público. É da saúde da mulher também. Embora hoje o câncer de mama seja uma doença masculina também, né? Deve ser conseqüência dessas passeatas gay" Seu autor, o governador do Paraná, Requião.
Se não bastasse, tamanho desrespeito a individualidade das pessoas, o governados continuou com seus ataques homofóbicos, como vocês poderão ver acessando o Blog Molotov do PSTU.
Abaixo atalho para ler as matérias nos respectivos blogs:

30 de outubro de 2009 17:04
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Lamentável. beijos, Gio

30 de outubro de 2009 18:40
André disse...
Este comentário foi removido pelo autor. 30 de outubro de 2009 19:18
André disse...

Eita que ta todo mundo indignado! ë de arrepiar mesmo. Pra quem se interessar minha opiniao se encontra aqui :

http://linkinterno.blogspot.com/2009/10/voces-viram-puta-da-uniban-foi-assim.html

30 de outubro de 2009 19:21
Nina disse...

A melhor análise qeu li da situação foi essa abaixo, na UOL:

"Carlos Antonio De Rocchi, ] [Sabta Maria, RS]
Em minha opinião, baseada sobretudo em mais de trinta anos exercendo o Magistério Universitário, o grande problema das Universidades Brasileiras não são as saias curtas! São, isto sim, as INTELIGÊNCIAS CURTAS !

(Carlos Antonio De Rocchi Professor Titular [Aposentado] da UFRGS, de Porto Alegre
29/10/2009 19:19)"

É essa, no fim das contas, a grande questão!

30 de outubro de 2009 21:48
Anônimo disse...

Bem, eu acho que toda essa história está simplesmente muito mal contada. Mas algumas fotos mostram que não se trata de mera indignação por causa de um vestido simplesmente curto.

Trata-se de uma grande celeuma causada porque uma estudante resolveu desfilar pelos corredores de uma universidade literalmente de bunda de fora. Não consigo ser hipócrita a ponto de defender uma mulher que tem uma atitude cretina dessas, por mais condenável que ache a atitude de estudantes, comportando-se igualmente como ela feito animais, ameaçando estuprá-la.

Mas o fato é: ninguém foi às vias de fato, só falou. A moça, sim, foi às vias de fato e ficou nua, com a bunda a mostra, numa universidade repleta de estudantes.

31 de outubro de 2009 09:49
Anônimo disse...

Pois bem, lendo alguns posts aqui, fica claro que os estudantes que vaiaram a loura não estão sozinhos. Infelizmente cresce o conservadorismo nesta sociedade e o pior, nas faixas etárias mais novas. Pena e aqui fica minha solidariedade a esta moça.Abaixo a repressão!

Marcia A.

31 de outubro de 2009 16:24
Clarissa B. disse...

Palmas pro Seu Manuel...

Mas o que eu acho disso Bela?? Que as pessoas se preocupam demais com a vida dos outros.... se o vestido era curto, se mostrava a bunda, se parecia "puta" o problema é todo dela... cabia aos responsáveis pela faculdade pedirem "gentilmente" que ela colocasse algo mais "composto" para evitar algazarra... e só... mas dái todo essa confusão???

É não ter mesmo mais nada pra se preocupar...

31 de outubro de 2009 16:39
Anônimo disse...

O Engraçado é que as respostas ao vídeo no youtube ou em outros veículos é supostamenete indignada, reclamando de preconceito;mas 80% das respostas reagem aos reacionários da UNIBAN com muito mais preconceito ainda:"bando de viadinhos", "Bambis", gays filhos da puta, vou dar porrada em todos".É O supra sumo da hipocrisia!

31 de outubro de 2009 18:10
monisetonoli disse...

Já disse o ditado: "nunca subestime o poder de pessoas estúpidas em grandes grupos".

Só lamento...

31 de outubro de 2009 20:22
Adriano Espíndola Cavalheiro disse...

Bela,

Vosso blog foi um dos melhores achados deste minha vida de blogueiro (quase um ano). Além de interessantes crônicas, tem post's como este da "A loira da Uniban". Não apenas tenho lido, mas como tenho recomendado aos leitores do meu Blog Defesa do Trabalhador "http://defesadotrabalhador.blogspot.com/" acesso a ele. Abraços. Adriano.

1 de novembro de 2009 09:14
Paloma, a mãe disse...

O assunto já passou, mas eu só li agora. Só vim aqui apoiar vcs e mostrar a minha indignação contra os estudantes estúpidos (que, infelizmente, não estão só na Uniban).
Como disse um amigo meu cearense: "O mais difícil é a gente entender como ela foi de saia curta e não foi aplaudida". No Nordeste é assim, só aplausos, hehehehe!

3 de novembro de 2009 10:00
nerd disse...

estão dando muito ipobe para essa loira que atende pelo apelido de loirão usa roupa vulgar, já deu o que tinha que dar acho que é isso que ela quer aparecer e vocês bando de imbecis estão dando isso a ela desde quando vulgaridade e mal gosto deve ser assunto na mídia esqueçam essa mulher

3 de novembro de 2009 13:51
nerd disse...

essa loira e muito e vulgar tem cara de puta

3 de novembro de 2009 13:53
Anônimo disse...

Além de nerd, é imbecil e ignorante.

3 de novembro de 2009 15:10
Anônimo disse...

Quem trabalha lá afirma que ela é puta mesmo!! Fez de propósito. A amiga é que armou todo o escândalo a pedida dela.

Adriana

4 de novembro de 2009 11:22
CÉSAR disse...

INCRÍVEL COMO TODO ANONIMO GOSTA DE ACHINCALHAR, DE CALUNIAR...PROVAVELMENTE ESTE ANONIMO ESTAVA LÁ, ESCONDIDO EM SEU ANONIMATO, DANDO VAZÃO Á ANGÚSTIA DE SUA VIDINHA ....
EM PRIMEIRO LUGAR ESSA HISTÓRIA DE QUE ELA ARMOU NÃO COLA, COMO ALGUÉM PODE ARMAR ALGUMA COISA E CONTAR COM 700 CÚMPLICES EM TÃO CURTO ESPAÇO DE TEMPO.
EM SEGUNDO LUGAR QUEM A EXPOS FORAM ESSES IMBECIS RECALCADOS E ESSAS BARANGAS FRUSTRADAS...
A ROUPA NEM ERA TÃO CURTA ASSIM
ACHO MESMO QUE ELA TEM QUE PROCESSAR A UNIBAN, PROCESSAR ESSES RETARDADOS QUE POSTARAM VIDEO, PEGAR UMA BOA GRANA, MONTAR UMA AGENCIA DE TURISMO.
DESSA MANEIRA ELA VAI SE SAIR BEM E A UNIBAN FICARÁ QUEIMADA PRA SEMPRE

5 de novembro de 2009 03:40
Mark66 disse...

"Quem trabalha lá diz"...
"Conheço alguém que confirmou.."
"um Conhecido estava lá.."

Como as pessoas são ingÊnuas e acreditam em qualquer coisa ou boato que os outros dizem.
Raciocínio fraco e dificuldade de pensar com a própria cabeça, do mesmo modo que os TALEBANS da UNIBAN.

5 de novembro de 2009 18:29
Anônimo disse...

É tempo de valores invertidos;A Aluna da UNIBAN, hostilizada por usar um vestido curto,de vítima passou a criminosa:Foi expulsa da UNIBAN.

8 de novembro de 2009 15:20