segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Que tipo de avó você quer ser?


Eu sei, 12 de outubro é Dia da Criança. Aliás, beijos para todos os babies fofos que eu conheço, para os filhos dos amigos, para os sobrinhos das minhas companheiras Solteira e Descasada. Acontece que me deu vontade de refletir sobre o extremo da infância, falar sobre o trabalho de uma artista plástica japonesa muito bacana chamada Miwa Yanagi, que eu descobri lá em Veneza, quando fui visitar a Bienal de Arte.

Miwa aborda a idade em seus trabalhos, discute passado e futuro, vida e morte, questiona como seremos amanhã. Única artista a expor no Pavilhão do Japão, na Bienal, apresentou fotografias gigantes de mulheres mais velhas ambientadas como guerreiras, expostas ao vento, descabeladas, enfrentando o mundo. São personagens chamadas por ela de “The Old Girl’s Troupe” (a trupe das garotas velhas, digamos assim). Em obras anteriores, a japonesa já lançou questões como “que tipo de avó você quer ser?”

Fiquei pensando na vida. E decidi que, diferentemente da menina tímida que fui, quero ser uma velhinha descolada, contadora de histórias, blogueira do 3x70 (que tal, parceiras? Hahaha!!!!), amiga das minhas netas. E com saúde para continuar viajando, claro. Que a Itália há de seguir linda quando a minha terceira idade chegar.

E você? Já sabe que tipo de avó (ou avô) quer ser?

Isabela – A Divorciada

10 comentários:

♥ Driii ♥ disse...

Sei sim... quero ser uma vovó bacanérrima, com tudo em cima, super amiga dos meus netos, sábia e com espirito muito jovem pra viver de bem com a vida!!!

Beijos da

♥ Dri ♥

12 de outubro de 2009 10:44
Andarilho disse...

3x70? Quer dizer que vamos ter os intermediários, 3x40, 3x50... ? =)

12 de outubro de 2009 11:53
Nivaldo Vasconcelos disse...

Quero ser um avô-tio muito bem humorado e verdadeiro! Temo achar que serei um pouco porra-louca.
Adorei o post e a artista escolhida, obrigado pela dica! Amore estou feliz pela sua novidade (aquela dos papéis assinados) tanto que me fez refletir e acabei escrevendo um post inspirado neste fato. vai lá conferir quando tiver tempo.

12 de outubro de 2009 16:42
Lari (larissakarvalho@hotmail.com) disse...

Pergunta de fácil teoria e difícil prática, se eu for pensar que nem as promessas pra 2009 eu tenho cumprido e já estamos há pouco mais de 2 meses para o fim do ano! :O
Mas não custa nada planejar... hehe... Pretendo ser uma avó generosa (leia-se rica!), carinhosa e cumplice! Quero poder acompanhar meus netos em todas as fases que eu puder... ir buscar na escola, assistir suas apresentações, ir andar de bicicleta com eles... Quero ser querida ao ponto de, quando eu disser "dirijo pra vcs hj, mas qdo vcs forem gente grande, a gente troca... aí vcs dirigem pra mim, me levam a bingos, a hidro e a festinhas da terceira idade", eles NÃO me digam "entao vó, qdo a gente for grande, eu compro um carro pra senhora e cada um fica com um, ta certo?!". kkkkkkkkk
Quero ser querida a ponto do individualismo comum e desapercebidamente indiferente, não passar por cima de mim!!

adorei a idéia do 3 x 70!!
"tamo junto"!! bjo

12 de outubro de 2009 17:34
ღMily ღ disse...

OI AMIGA VIM DESEJAR UMA SEMANA ABENÇOADA,GOSTO TB DE LEMBRAR DE QUANDO EU ERA CRIANÇA,ERA LEVADADABRECA,RSRS.BEIJOS E TEM SELINHO NA POSTAGEM DE HJ,BEIJOSSSS

12 de outubro de 2009 17:59
Nina disse...

Bom, primeiro eu quero SER AVÓ, isso, só! Conhecer os filhos da minha menina, só isso já vai me fazer tão feliz! =)
Houve um tempo em que eu queria logo chegar à velhice, para olhar pra trás e saber que a minha vida tinha sido boa! Hoje, vejo que ainda há tanto a realizar... Quero que o tempo passe devagar, mas meu desejo ainda é o mesmo, chegar a velhice serena e feliz, lúcida e saudável. E saber que foi bom o caminho até ali! Como no final do livro " O amor nos tempos do coléra", ter a certeza que "é a vida, mais que a morte, a que não tem limites".

(Sabe que eu tenho uma amiga que foi avó aos trinta e um?!)

beijos!

13 de outubro de 2009 08:37
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Eu quero ser uma vovó tarada, que vai passar a mão na bunda dos velhinhos no baile da terceira idade. E que vai ensinar os netinhos e as netinhas que o que vale nessa vida é ser feliz. O resto é acessório.

bitoca!

Vovó Deb

13 de outubro de 2009 20:05
Nina disse...

Oi, Bela!!

Então... Essa minha amiga teve um filho aos 14 anos. E ele foi pai aos 17. O que a tornou avó aos 31!!!
:O

bjo

14 de outubro de 2009 07:47
mulherpolvo disse...

Nós, que gostamos da "ciranda das mulheres sábias", já deveríamos ter esse tipo de reflexão há mais tempo, né não?!
Mas sabe qual tipo de avó que eu serei?
Tipo aquela (Ninny)do "tomates verdes fritos". Aquela que é uma velhinha legal!!!

14 de outubro de 2009 09:41
Eu,Mulher, na Idade Madura disse...

Oi meninas! Eu, puxa vida como o tempo passou depressa, já sou avó, sim! De 3 ! Conto histórias, até escrevi uma peça de teatro infantil pra eles, tomo conta deles pra norinha poder sair pra lembrar que não deixou de ser uma linda e jovem mulher... Só não faço aquelas comidinhas gostosas de avó, porque sabem de uma coisa, prefiro comer fora (dá menos trabalho! e minha nora concorda.hehehe...)

26 de outubro de 2009 21:33