sábado, 31 de outubro de 2009

Um homem chamado Maria


Essa semana terminei a leitura de Um Homem Chamado Maria, biografia do compositor, cronista e jornalista pernambucano Antônio Maria, uma figuraça que fez carreira no Rio de Janeiro. Escrito por Joaquim Ferreira dos Santos, o livro conta um pouco da vida boêmia de Maria nos anos 50, seu trabalho, seus amores (incluindo o relacionamento com a Danuza Leão), suas tiradas. Essas últimas, aliás, constituem a parte mais saborosa da obra. Tanto que, antes de guardar o título na estante, quis dividir algumas das ótimas máximas do biografado com vocês. Lá vai:

“A noite é uma criança”. (Sim, essa frase é dele)

“Nenhuma emoção é mais forte que a de entrar no quarto da amante que dorme. Sentir-lhe o cheiro e o calor no ar do quarto”.


“Só se ama uma mulher quando lhe tememos a pele e o cheiro”.

“O homem só tem duas missões importantes: amar e escrever à máquina. Escrever com os dois dedos e amar com a vida inteira”.

“Se me encontrar dormindo, deixe. Morto, acorde-me”.

“Taí, é o pior que eu posso fazer”. (Para um chefe, ao entregar um texto que já havia sido refeito várias vezes)

Beijos,

Isabela - A Divorciada

10 comentários:

Andarilho disse...

“Só se ama uma mulher quando lhe tememos a pele e o cheiro”.

Concordo plenamente.

31 de outubro de 2009 22:01
Clarissa B. disse...

Minha preferida foi:

“Se me encontrar dormindo, deixe. Morto, acorde-me”.

Haha...

Beijos... e bom feriado!!

31 de outubro de 2009 22:40
Patrícia Costa disse...

"se ama uma mulher quando lhe tememos a pele e o cheiro"

Adorei!
Abraço...
Bom Feriado pras tres!

31 de outubro de 2009 23:21
Nivaldo Vasconcelos disse...

Nossa! Esse homem tem o poder!!!!
Incrível, quero ler mais sobre este Maria!
Obrigado pela dica Bela.
Adorei seus comentários lá no blog gata.
Obrigadão pr tudo.
Te adoro Belérrima(rsrsrsrsrsrs)
Bom feriado para você também!

1 de novembro de 2009 11:39
Paloma, a mãe disse...

Antônio Maria é tudo de bom! E o livro é fantástico, nos faz mergulhar no universo dele e sentir junto. Depois, leia a bio da Danuza, em que ela conta a versão dela para o encontro com ele.

1 de novembro de 2009 15:14
Cris Hoffmann disse...

Fico um tempo sem acompanhar esse blog e, quando volto, encontro tanta coisa boa! Adoro seus textos, meninas! Vejo-me em muitos deles...

E gostei da frase do Maria pro chefe ;-)

Beijos!

1 de novembro de 2009 15:36
Dione disse...

A pele e o cheiro??? faz sentido...

Um grande beijo e um bom final de semana!

1 de novembro de 2009 15:42
Sal disse...

“Nenhuma emoção é mais forte que a de entrar no quarto da amante que dorme. Sentir-lhe o cheiro e o calor no ar do quarto”.

...
muito intenso esse Maria!!!
.
adoro biografia!

bjo Belíssima

1 de novembro de 2009 18:29
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Me empresta??
Fiquei bem curiosa sobre ele depois de ler o da Danuza...aliás, até hj me admira essa história dela, de ter largado tudo para ir viver uma paixão ao lado dele. Muito corajosa...

=D

debs

3 de novembro de 2009 16:20
Johnny na Babilônia disse...

huhuhu! Comprei esse livro alguns meses atrás mas ainda não li...

Valeu pela dica!

beijocas

5 de novembro de 2009 07:53