sexta-feira, 31 de outubro de 2008

A caça à calcinha da vovó

Na casa da Casada o assunto calcinha é tema delicado. A tendência é a gente dar aquela relaxada depois que casa. E eu, que ao contrário das minhas parceiras de blog nunca gostei da versão ultra-mega-sexy-fio-dental-rendinha-perolinha e afins, corro grandes riscos de virar 100% algodão!

Mas isso não acontece porque eu tenho o Vigilante das Calcinhas da Vovó dentro de casa! Siiiim, porque o namorido tem alergia à calcinha bege. Aliás, o problema é a cor. Porque ela até pode ser pequenina, fio-dental, com rendinha, pouco importa. Mas se ele avista a famigerada na gaveta - ou pior, no corpo - começa a cantarolar: "calcinha da vovóoo, calcinha da vovóoo". E a humilhação é tanta que eu me vejo obrigada a jogá-la fora. Mas sempre acabo comprando uma nova. Afinal, como diz nesse blog aqui, Calcinha Bege, a peça é mesmo deprimente, mas toda mulher tem o direito de ter uma!

No mais, no mais, tenho minhas armas secretas (mas sem rendas, por Deus!).

Ah sim! E antes que eu termine, uma coisa tem de ser dita: também fiz uma caça às cuecas do vovô. Foram todas para a lata do lixo! E eu mesminha renovei o estoque de underwear do fofoleto. Justo e necessário.

A Casada

ps: amiga Solteira, tenho que confessar uma coisa. Não faz tanto tempo assim que abandonei as calcinhas de bichinhos e personagens de desenho japonês...glup!