sábado, 17 de setembro de 2011

A mulher morreu?

Estou fazendo uma matéria que rende uma polêmica interessante. É baseada na teoria da Claudya Toledo, dona da agência de encontros A2, que diz que o problema da mulher atual é que ela esquece de ser...mulher. Há mais de 20 anos buscando par para mulheres e homens, ela diz que a mulherada, no intuito de competir de igual para igual com a homarada no campo profissional, virou homem. E que homem, se não é gay, não gosta de homem. E estaria aí a razão pela qual muitas não conseguem achar alguém interessante: estão abordando da forma errada, agressiva e sem nenhuma sensualidade.


Preciso colocar algumas opiniões, femininas e masculinas, na matéria. Vocês podem me ajudar? Podem escrever aí abaixo o que pensam – e se posso usar a opinião na matéria, ou mandar um e-mail para mim: mailto:d%C3%A9bora_rubin@hotmail.com


Obrigada!


Beijos da Deb

7 comentários:

Mery disse...

Ainda existem mulheres sensuais,sim.
Mas a maioria está se desvalorizando, são vulgares e envergonham as que ainda preferem a feminilidade...
Os homens também estão tão cheios de vaidade, que parecem maricas, não se sabe quem é homem e quem não é...
Abraços da Mery.

17 de setembro de 2011 03:08
Giselle Mota disse...

Olha, pra mim, ela tem um pouco de razao sim.
Eu acho uma bobagem essa historia de ficar "em pe de igualdade", nao acho que os homens precisem disso, nem as mulheres. Nao estou dizendo que sou contra mulheres trabalharem ou serem bem sucedidas profissionalmente, nao eh isso...so acho que o feminismo exagerado, faz com que a mulher perca um pouco da feminilidade sem perceber e acaba a deixando sobrecarregada tb!
Tem coisas que sao tao gostosas de se receber de um homem: protecao, cavalheirismo, ajuda, seguranca...que estao se perdendo por esse "pe de igualdade".
Eh como se as mulheres se sentissem dominadas ou "na palma da mao deles", caso se entreguem a esses carinhos...o que eh uma bobagem! Vamos ser independentes sim, mas tb vamos nos PERMITIR ser cuidadas, protegidas e amadas como toda mulher merece ser ;)

17 de setembro de 2011 07:36
Andarilho disse...

Eu concordo em parte com a teoria da Claudya. Realmente, as mulheres estão se masculinizando, pra competir no mercado de trabalho, e isso acaba refletindo na vida em geral (quem disse que vida profissional e vida pessoal são distintas, afinal?).

Mas tb acho que os homens estejam meio perdidos com essa ascensão das mulheres. Perdidos no sentido de questinar qual é o seu papel? Antes era fácil, o homem era provedor, a mulher cuidava da família... Mas e agora?

Muita gente ainda tenta seguir o velho modelo, mas sem se dar conta de que estão indo no automático. Porque no íntimo, elas sabem que esse modelo já não as satisfaz mais. Tanto homens quanto mulheres.

Eu acho que o principal problema feminino não é nem a falta de "feminilidade" (entre aspas porque me refiro ao estereótipo). O principal problema eu acho que ainda é a síndrome de princesa (ou síndrome das comédias românticas). Estão abordando pessoas pensando em príncipes encantados, mesmo que elas não sejam princesas. E que, muitas vezes, não queiram príncipes (mas continuam procurando o mesmo modelo).

17 de setembro de 2011 13:23
Lú disse...

Não sei bem o que pensar. Eu não sou muitooo feminina, não sei me maquiar direito, não sei combinar roupas e muito menos ser sensual. Meu namorado me fala que sou muito independente e com opnião própria. O que ele gosta é exatamente disso mas ele refere que a maioria dos homens não está preparado para isso. Acredito nisso. Minhas amigas tem dificuldade de namorar por terem opinião e nem sempre fazerem o papel da princesinha sensual. beijos
Pode usar minha opinião ser for válida para o que vc quer. beijos

17 de setembro de 2011 18:50
A. Marcos disse...

Discordo totalmente.

Não tenho, entre amigos, homens que estejam perdidos com a ascensão feminina ou que se questionem qual seu papel ou mesmo que pensem que a mulher deixou de ser sensual.

O que ela deixou, há tempos, é de perceber que entender o mundo masculino é tão importante quanto a percepção masculina do mundo feminino.

Só isso.

18 de setembro de 2011 18:59
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Eu acho isso papinho de livro de auto-ajuda. Não acho que perdemos a feminilidade, apenas os tempos são outros e tem muito homem sim preparado e tranquilo para lidar com isso.
As mulheres continuam procurando homens com H maiúsculo, mas esse H não significa mais um cara que conserta a máquina de lavar ou paga as contas. Da mesma forma, os homens continuam querendo mulheres de verdade, o que não quer dizer que ainda busquem o modelo de Amélia, submissa e dependente.

Bjs da Solteira

19 de setembro de 2011 11:40
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Bunitus,

vocês podem me passar vossos nomes completos, idade e profissão para o meu e-mail pessoal? Se quiserem participar da matéria, claro.

debora_rubin@hotmail.com

obrigada!

bjss

20 de setembro de 2011 12:27