sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Love songs!

Pessoal,

mais uma contribuição sonora do Luiz Otero.

Obrigada!

Beijos do Trio

Na postagem anterior para este blog, enfoquei uma coletânea de canções que tinham o amor como tema principal ou inspiração. Uma breve coletânea, por sinal. Mas me concentrei na nossa música popular brasileira, pelo simples fato de que ela está mais próxima de nossa realidade. Porém, é claro que lá fora também foram produzidas muitas canções românticas de qualidade. E novamente tomo a liberdade de ocupar esse espaço para mostrar algumas que conheci ao longo dos anos e que com as quais, creio eu, muitos talvez se identifiquem.

Primeiro vamos com a canção My Love, que o ex-beatle Paul McCartney fez para a então esposa Linda na década de 70. Uma bela declaração de amor, em cima de uma melodia marcante e suave. Mesmo depois do falecimento de sua esposa, em 1998, ele continua cantando essa música nos shows ao vivo, como forma de homenagear a ex-companheira amada.

O grupo vocal Bee Gees compôs How Deep Is Your Love para a trilha do filme os Embalos de Sábado A Noite, estrelado por John Travolta na segunda metade da década de 70. E ela continua sendo uma das mais belas de seu repertório, tendo sido regravada várias vezes por outros artistas. Aqui está a versão original, ainda a melhor de todas, na minha modesta opinião.

Eric Clapton é um cara mais lembrado pela sua relação bem próxima com o blues. Mas tem algumas pérolas românticas incrivelmente bonitas, como essa, Wonderful Tonight, de sua autoria aliás. Foi produzida na década de 70 e até hoje é solicitada em seus shows. Uma melodia bem marcante e suave.

Barry Manilow é considerado um fenômeno inexplicável na música. Não tem uma aparência, digamos, muito aprazível. Mas compôs e cantou grandes canções românticas. Um de seus primeiros sucessos foi Mandy, na qual ele canta a dor de ter perdido um amor e a necessidade de tentar reavê-lo.

A dupla Air Supply se especializou em compor e cantar canções românticas que viraram uma marca registrada da sua carreira, e que prossegue até os dias de hoje. Esta aqui foi uma das primeiras que conquistaram o público.

Esta canção foi gravada originalmente por Michael Jackson, quando ele ainda integrava os Jackson 5 com os irmãos na década de 70. Mas esta versão com José Feliciano, que usou aquele seu tempero musical latino, acabou superando a original. A música ganhou sensualidade e uma forte carga romântica. É uma das preferidas de minha amada esposa e por isso está aqui nessa coletânea

Outro ex-beatle, John Lennon, compôs para Yoko uma das mais emblemáticas canções de seu repertório em 1980. Nela, ele se rende por completo para o amor da esposa, mostrando a importância de se respeitar a companheira. E ainda pede para que ela se lembre que a vida dele esta nas suas mãos. Inesquecível.

A dupla Roxette emplacou muitos hits nos anos 90. Mas esse aqui acabou cativando parte do público, em especial, o feminino. Por causa da inclusão na trilha do filme Uma Linda Mulher, onde servia de tema para atriz protagonista (Júlia Roberts) com o ator Richard Gere. Fora esse detalhe, a canção tem uma melodia bem bonita e marcante na voz de Marie Fredriksson.

Creio que poderia fazer centenas de postagens como essa e certamente ainda faltaria alguma canção interessante. Mas a intenção foi mostrar algumas delas dentro da seara do pop e do rock e que, de uma certa forma, permanecem na memória do público.

Porque o amor está no ar, hoje e sempre.

Luiz Otero

3 comentários:

Carol disse...

Alpha by night....rs
Todas maravilhosas!!

17 de fevereiro de 2012 11:15
Ana disse...

Lindas músicas!!!

Ah! Eu acrescentaria ainda Your Song - Elton John e na versão do filme Moulin Rouge.

17 de fevereiro de 2012 11:46
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Ah, sempre que eu estiver romântica, vou dar uma passada por aqui.

Bjs da Solteira

17 de fevereiro de 2012 19:48