terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Inveja branca não existe

Seu trabalho vai bem, os amigos são incríveis, os projetos andam a contento. Mas sabe quando não dá vontade de alardear? Preservar o que se tem de bom é importante, necessário. Olhe ao redor e observe, ela está aí. A inveja é silenciosa, corrói aos poucos e de forma constante. Inveja branca não existe. Ela é verde, vibrante e aproveita as brechas que a gente dá.

Quando nos deixamos afetar, ela fica mais forte. Quando nos sentimos culpados pelas coisas irem melhor do que o esperado, ela se faz presente com um único objetivo: o de colocar a gente pra baixo. Nada melhor para a inveja quando nos faz de capacho. Quando nos sentimos um lixo e ela fica sabendo, sai de perto porque lá vem petardo. Ou melhor, petardos, artilharia pesada. Tudo disfarçado num pacotinho de palavras doces para pulverizar os caquinhos espalhados pelo chão.

Mesmo forte, a inveja é insegura e, quase sempre, muito agressiva. E é aí que ela se revela para quem anda adormecido. Sim, porque ela, a inveja, trai a si mesma quando mostra as suas armas de forma espontânea. O que foi de precavida nos comentários e nas aproximações, é de fulminante e de violenta na hora de dar o bote. Nessas horas, um leve jogo de cintura tem efeito desbaratinante na pobre.

Sem ação, ela vira ira e começa a atirar todos os seus dardos, sua vontade escondida aparece e fica claro qual é dela, a da inveja. Saia da mira, coloque um espelho, deixa ela se ver. A inveja não gosta de olhar para a própria cara. Claro, quem gostaria de reconhecer algo tão pequeno em si mesmo? Como alvo potencial, corte relações, pule esta etapa, deixe a inveja falando sozinha e não tenha pena. Ela não merece mesmo a sua atenção.

Giovana - A Solteira


Obs: tem blog novo na lista dos nossos favoritos. Chama Arte Como Arte. Gastronomia, Arte e Endorfina. Recomendo total!
:O)

9 comentários:

Mariana B. disse...

Nunca tinha parado pra pensar como essa historia de inveja branca corroi tanto quanto a outra. Inveja não é boa mesmo, nem verde, nem branca, nem transparente...

15 de dezembro de 2009 00:44
Andarilho disse...

Ah, eu nem ligo muito pra inveja. Se alguém sentir inveja de mim, ó pobre coitado, isso sim.

15 de dezembro de 2009 07:49
Rita H. Abematsu disse...

Como controlar a inveja alheia?

Só sei que posso controlar meus sentimentos e instintos, aos outros que invejam... podem invejar, vou ficar aqui quietinha...hihihihihihihih
bjs

15 de dezembro de 2009 09:17
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Penso um pouco como a Rita e o Andy. E mesmo sendo beeeem aberta, não me afeto muito não. Tendo a achar que a inveja faz mal para quem sente, não para quem é alvo.

Acho que a vida da gente tá assim ou assado porque é a gente que conduz dessa forma, não por causa de olho gordo ou coisas do gênero.

=D

bitoca!

debs

15 de dezembro de 2009 10:33
Andarilho disse...

Andy? o_O

15 de dezembro de 2009 10:42
Driks disse...

Filosofou sobre a inveja,muito interessante...
Nem sempre nos damos conta de como existe inveja e o pior, sem a gente perceber...
Sai fora olho gordo! B-)

15 de dezembro de 2009 11:17
Giovana disse...

Oi Dé,
com certeza! Sempre é a gente, mas nesta seara te digo o mesmo sobre as bruxas. "No las creo, pero que las hay, hay." Portanto, um pouquinho de cuidado, mal não irá fazer. Beijos, Gio

15 de dezembro de 2009 11:49
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Oi Gio,

Adorei ler que a inveja não merece mesmo a nossa atenção. Perfect!!!!

Eles passarão, nós passarinho, sempre.

Beijos,

Bela - La Divorciada

15 de dezembro de 2009 15:32
日月神教-任我行 disse...

ssd固態硬碟 外接式硬碟 餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 External Storage Solid State Drives 關島機加酒 關島婚禮 關島蜜月 花蓮民宿 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 巴里島旅遊 巴里島spa推薦 巴里島機票 巴里島行程推薦 記憶體 情趣用品 情趣用品USB Flash DrivesMemory Cards 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 投資美國物業 美國租金報酬 美國房屋買賣 房地產投資說明會 美國房地產 美國置產須知 美國房屋物件 SD記憶卡 隨身碟 高雄當舖 高雄汽車借款 高雄機車借款 高雄房屋二胎貸款 高雄汽機車免留車

18 de junho de 2015 07:34