quinta-feira, 16 de junho de 2011

Seu Dilema: Não tenho coragem de me declarar

Tenho 34 anos e sou do Rio de Janeiro. Namorei um rapaz por dois anos e era um relacionamento maravilhoso. Ele trabalhava em outra cidade e nos víamos somente nos finais de semana. Depois de uma mudança geral na empresa onde eu trabalhava, passei a trabalhar também nos finais de semana, e os nossos encontros se limitavam em ele me buscar no trabalho aos sábados e me levar em casa.

Foi uma fase muito ruim no trabalho, e eu achava injusto limitar o nosso namoro a esses poucos momentos, estava cansada de vê-lo pouco, apesar de amá-lo muito. Pedi um tempo e logo depois terminamos. Sofri e ele sofreu muito. A fase ruim no trabalho piorou e fui mandada embora.

Fiquei sem falar com ele e sem saber nenhuma notícia. Quase três anos depois, tomei coragem e procurei por ele, mas ele não respondia nem as minhas ligações, nem os meus e-mails. Depois de um tempinho insistindo, ele finalmente me respondeu.

Marcamos um encontro e voltamos a nos falar. Pedi desculpas e disse que estava muito arrependida de tudo o que fiz. Ele demorou um tempo, mas me perdoou e começamos a nos encontrar com uma certa frequência, mas só como amigos. Me apaixonei por ele novamente, mas não tive coragem de falar com ele sobre isso.

Para complicar minha situação, no ano passado descobri que estou com uma doença neurológica chamada esclerose múltipla, que me deu sequelas leves, mas que afetam os movimentos. Ele sabe da doença e se mostra bastante preocupado comigo. Sinto que ele ainda sente algo por mim, mas não tenho coragem de tocar nesse assunto com ele. Não sei como agir. Gostaria muito da ajuda de vocês.


Um beijo grande,

Marcele

11 comentários:

Andarilho disse...

Ele pode até sentir algo por vc, mas nada garante que seja o mesmo que vc sente por ele. E eu acho que não é mesmo.

Se a paixão é tão grande, declare-se e fique preparada. Pois pode receber tanto um sim quanto um não também. Nada garante que a sua vida seja uma comédia romântica e ele esteja disposto a voltar a ficar do seu lado, ainda mais com a doença. Uma coisa é se preocupar com uma pessoa doente, outra coisa muito diferente é cuidar dela. E não, nem todo mundo tem disposição de enfermeiro(a).

O mundo não é justo mesmo.

16 de junho de 2011 08:42
Tati disse...

Se joga, colega!
Não perca tempo...

"O tempo foi algo que inventaram para que as coisas não acontecessem todas de uma vez."
( Autor Desconhecido )

16 de junho de 2011 13:20
Anônimo disse...

Acho q homem não é besta: depois de 3 anos vc o procura com conversa mole de pedir desculpas, rs, é claro q ele sabe de suas intenções.Acho q tdo q é meio forçado não dá certo!Se fosse p/ ficarem juntos vc não estaria com tantas duvidas sobre o q fazer, pq ele já estaria na sua.
Mas se vc quer tantooo tentar p? ver qual é, então vc não tem nada a perder...declare-se p/ ele, assim não perde seu tempo nem ele o dele caso não seja p/ evoluir a relação.
Se der certo é lucro!

16 de junho de 2011 14:31
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Como diria meu querido ex-marido: o não vc já tem. Diga, encare, sofra se for preciso. Ou não =)

beijão e sorte!

deb

16 de junho de 2011 14:51
Andarilho disse...

Adorei a frase do ex da Deb, hahaha

16 de junho de 2011 15:11
Carol disse...

Vai que é sua, Tafarel!

16 de junho de 2011 16:01
João do Espírito Santo disse...

Então... nessa de sair com tudo, do não eu já tenho, já quebrei tanto a cara...

É Marcele, as vezes aquela pontinha de esperança, aquela fantasia que a gente sabe que nunca vai realizar as vezes é uma bóia num momento de profunda tristeza.

Se você dá conta de lidar com o não, vá lá.

Cuide-se.

16 de junho de 2011 21:23
Anônimo disse...

Pois eu acho que vc está perdendo um baita tempo pensando se deve ou não. Abra seu coração pra ele. No máximo vc vai continuar sozinha, na luta de sempre e aliviada, com certeza!! Faça sua parte.
Boa sorte.

Jujuca

17 de junho de 2011 13:19
Anônimo disse...

Hoje, acordei, vesti minha calca jens e camisa nova e usei meu melhor perfume (risos) e fui trabalhar. Fiz tudo o que quiz.

Existem variaz coisas boas na vida

Viajar, namorar, comer, ganhar dinheiro, fazer sexo ...entre outras coisas é, bom... Mas o melhor de todas é AMAR.


Ame,

se declare..

mesmo que nao tenha a resposta que espera seu coração... se declare..
vai ser muito bom pra voce
bom para sua alma...
faz parte da nossa vida amar...


O amor não se alegra com a injustiça,mais se alegra com a verdade....por mais que a verdade seja um nao


AME...

Quero dizer mais uma coisa...

Faça sempre o que está no seu coração...

Se ele gostar de voce, nao vai ver o seu receio.... vai querer voce do jeito que voce é e estar.

isso é amor


AME

case

e me cheme para o casamento,rsrs afinal ir pra casamento tembem é uma coisa boa ... casar tambem risos

ABRAÇOS

18 de junho de 2011 02:23
Ana disse...

Sou meio medrosa então eu não me declararia, apenas daria pistas (e eu acho q vc já deu)...

Vc tá em um momento frágil e precisa pensar se está preparada par receber um não e de certa forma perder um "amigo".

Se a vontade for arriscar, vou torcer por vc, afinal como dizem por aí: "quem não arrisca nada, arrisca tudo".


bjs

19 de junho de 2011 00:09
日月神教-任我行 disse...

ssd固態硬碟 外接式硬碟 餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 External Storage Solid State Drives 關島機加酒 關島婚禮 關島蜜月 花蓮民宿 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 巴里島旅遊 巴里島spa推薦 巴里島機票 巴里島行程推薦 記憶體 情趣用品 情趣用品USB Flash DrivesMemory Cards 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 投資美國物業 美國租金報酬 美國房屋買賣 房地產投資說明會 美國房地產 美國置產須知 美國房屋物件 SD記憶卡 隨身碟 高雄當舖 高雄汽車借款 高雄機車借款 高雄房屋二胎貸款 高雄汽機車免留車

17 de junho de 2015 20:38