segunda-feira, 30 de março de 2009

A libertação do pinto





Uma conversa entre a Divorciada e a Casada via e-mail.


Isabela, a Divorciada – Você viu que um leitor nos pediu um post sobre pinto? Hahaha!!!! E aí, vamos encarar?

Débora, a Casada - Vi sim! Por que será que homem é tão obcecado com esse tema? Vamos combinar: eles são mais encanados com isso que a gente, não?

Isabela, a Divorciada - Pois é, eu também não entendo essa fixação. Até porque não dá para trocar de pinto!!! Tenho medo só de pensar nessas coisas de implante, tratamentos mil para esticar a coisa. Não dá, né? Ninguém devia tentar fazer isso em casa. Melhor se esforçar para usar melhor o que se tem...

Débora, a Casada - Bem lembrado! Mas esse lance do tamanho, para eles, tem a ver com a hombridade, a virilidade. E fora o lance da competição: o meu é maior que o seu, portanto, sou mais macho que você. Coisa boba. Quem gosta de homem pintudo é gay.

Isabela, a Divorciada - Isso eu também acho: gay é que encana com tamanho. Que coisa engraçada, será que eles fazem competição? Se medem para ver quem tem o maior patrimônio? Você já viu isso? Ou melhor, já ouviu falar a respeito? Me conte.

Débora, a Casada - Eu vi, recentemente, um programa muito engraçado no Multishow. Era um inglês tentando convencer os homens a falar de seus pênis. Tudo porque ele mesmo passou maus bocados por causa do seu pênis pequeno (segundo ele mesmo). Ao longo do programa, ele abordou essa questão da competição. Disse até algo nessa linha: "Somos treinados a entrar em um banheiro público e jamais olhar para os lados. Não só porque você pode ser mal interpretado. Mas para não correr o risco de se comparar." Pensou se a gente medisse o tamanho dos peitos? Tava lascaaaada!

Isabela, a Divorciada - Gente, isso é que é ciência!!!! Adorei a ideia desse inglês bem resolvido. O líder do movimento em prol da libertação dos pintos, praticamente o Zumbi dos Palmares dos complexados. Agora, a gente está esquecendo de esclarecer a dúvida do nosso leitor, que é "de que tipo de pinto elas gostam?". Eu diria o seguinte: não importa o tamanho e o volume, meu amigo. Valem mais o seu talento e disposição para o esporte. Em tempo: eu também sou uma despeitada, hahaha!!!!

Débora, a Casada - Concordo contigo, o que vale é a habilidade. Claro que a gente sempre tem uma experiência meio traumatizante no currículo sexual, como aquele mocinho que até hoje não sei mesmo se foi ou não, tão miúdo que era. Mas vai saber se o miúdo dele não se encaixou perfeitinho com outra moçoila? E teve o contrário também: aquela aberração que mais doía que divertia. O barato é que quando encaixa, não tem essa de P, M, G ou Extra Large, simplesmente aquele foi feito sob medida para você. Romântica essa minha visão sobre pinto, né? Mulher é foda, vê romantismo até quando o tema é tamanho de pinto...

Isabela, a Divorciada - Sim!!! É aquela história de que para cada pé cansado existe um chinelo velho....E, na linha do que você disse, até para confortar os nossos leitores sedentos de um pinto maior, uma amiga chegou a terminar um namoro com um cara incrível só porque ele era bem dotado demais. E isso era incômodo. Outra foi casada com um cujo apelido era Anaconda. E isso não fez dela uma mulher mais feliz. Pelo contrário: eles mal transavam....De que adiantou? E nós somos românticas mesmo. Românticas e simples, na minha opinião. Queremos ser bem-tratadas. Na essência, é isso, não? Uma lógica que vale para cama, mesa e banho, hahaha!!!!

Débora, a Casada - Portanto, queridos leitores, desencanem dessa história de tamanho. Definitivamente isso é muito mais nóia da cabeça de vocês que da mulherada. É claro que algumas mulheres maldosas, sabendo ser esse o ponto fraco do varão, vão, sim, usar esse argumento. Mas a não ser que você mereça ser escrachado por conta de alguma malcriação, ignore a ofensa e siga com a cabeça ereta!

Isabela, a Divorciada - Isso mesmo!!!! O negócio é ter disposição.....E vontade de agradar. Tomara que o nosso leitor se dê bem, né? Arrasa, amigo, que nós estamos torcendo por você.

Débora, a Casada – E pinto final.

14 comentários:

Leah Mormac disse...

Olá meninas:
Costumo me divertir sempre com voces. Mas esta foi demais, ri a valer.
http://tarotemcasa.blogspot.com

30 de março de 2009 17:03
conversaatrevida disse...

ah...sei não, mas depois do TAMANHO desse post sobre PINTO to começando a achar que o tamanho do PINTO é mesmo importante...rs
Em relação ao ‘tamanho’ do pinto eu acho que depende da situação em que ele se apresenta...
Se for em filme pornô, tem que ser grande e grosso porque pequeno e fino não dá tesão de olhar a ‘movimentação’.
E foto tem que, além de ser grande e grosso tem que ficar ereto...Do tipo ‘educado’, ou seja ‘daqueles que se levanta pra gente sentar’..................rs

Já na real vale mais o ‘ tem que saber usar’...é claro que se for bonito de olhar, melhor, mas se for do tipo ‘grande bobão’ é preferível um ‘anão esperto’.

Aliás, se fala muito do tamanho, mas eu presto mais atenção na ‘circunferência’.

Tempos atrás um parceiro do blog escreveu um texto sobre a relação dos rapazes com o próprio pinto (e os alheios), se alguém quiser conferir é um texto ÓTIMO
http://conversaatrevida.blogspot.com/
2008/04/tamanho-documento.html

Abraço moças...

Atrê

30 de março de 2009 17:48
ADRIANA disse...

Ola!
Vou escrever uma frase que já ouvi e adorei.
"...Não importa o tamanho da varinha e sim a mágica que ela faz..."

Abraço,
Nagaia

30 de março de 2009 20:12
Ricardo disse...

Sexo é bom de qualquer jeito. Até sexo ruim é bom!!! Ja vi algumas mulheres reclamarem de pintos alheios, em especial tenho um amiga q reclama de quase todos. Pra mim é apenas um modo de "ser bacana". Sexo precisa ter química e vontade, de resto...

Ótimo post meninas!

30 de março de 2009 20:32
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Solteira rolou de rir. Sem mais delongas! Bão, um acho que quando a gente gosta, o pinto entra no pacote. Quando a gente não gosta, o pinto é o voto de minerva.

beijos,
Gio - A Solteira

30 de março de 2009 23:10
Camille Mollona disse...

Que assuntinho...hehehe...pela primeira vez estou sem palavras!!!

Gio...tu acredita q ainda hoje cedo estava subindo a Felix (q não é uma lomba(ladeira como vcs falam) peq. pra subir as 6:30 da manha) pensando no pinto....ou melhor no q escrever sobre o pinto!!!

Mais vamos dizer q o tamanho do pinto é importante quando não encontramos mais nada de bom no carinha. E como diria o ditado...fazendo bem o trabalho q é importa...hehehe

Bjaoooo

31 de março de 2009 08:22
mulherpolvo disse...

A ferramenta é sempre a mesma, o que varia é o TALENTO!!!!!!!!!!!

31 de março de 2009 08:27
Paula disse...

oii meninas
saudadess!! sumi, né?
monte de coisas acontecendo aqui na vida real!!

enfim, sobre pintos, eu acho mesmo q tem q saber usar. Tem caras que são bem servidos e não dizem a que vieram!!! heheheh!!! Vamos praticar, meninos!!!

Como vcs falaram, não dá pra trocar de pinto... Ai vc tem mesmo é q praticar e usar os outros artificios (ser bom de boca, por exemplo) heheheh!!

Pior q tenho várias amigas q sai com um cara lindo, fofo, gente boa, apaixonado e qd ela vê o patrimônio, se desencanta!! hahaha! ai não dá! ¬¬

bjs

31 de março de 2009 09:33
Melanie Brown disse...

Oláaaaaa queRidas!
Vim aqui dar um olhadinha nas novidades posso dizer que encontrei muita coisa boa viu?! Adorei toodOs os post's que nao tinha acompanhado e: PARABENS!.


BJo'
boa tarde!

31 de março de 2009 12:53
Anônimo disse...

Pois é meninas, a moça da conversaatrevida é bem resolvida. A questão era simples, apenas do que mais gosta e não dissertação (aliás sobre uma teoria tola, de que todo homem anda com uma régua para medir o pinto do outro... tsc tsc...) Eu por exemplo não tenho problema com o meu... e quem faz prótese, no geral, é mulher... Tenho uma amiga que diz que quando entra numa padaria não consegue olhar para o sonho menor e com pouco creme, gosta dos maiores e mais suculentos... Bem resolvida né... Eu gosto de mulher tipo mignon, cabelos curtos, peitos médios (sem peito tira qualquer chance e demais também), gosto de bunda, não precisa ser exagerada. Não gosto de magrela, prefiro as mais suculentas. É isso, essa era a pergunta, apenas o que preferiam... Parabéns conversaatrevida... ganhou um leitor

31 de março de 2009 13:50
Melanie Brown disse...

Ô Bela Muito oBrigada
Ela é memso uma graça!
Bjo'

31 de março de 2009 16:49
Paula disse...

belllaaa
não ficou me devendo nada não! aliás, por causa do release que vc me mandou, eu consegui mts contatos bons!! hehehe!! valeu!!

enfim, vcs podiam liberar um msn, ym ou algo assim pra gente se falar mais né??
bjssssssss

31 de março de 2009 20:30
Lu disse...

rsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

mais vale um pequeno brincalhão do que um grande bobalhão.

6 de abril de 2009 14:27
Daniela disse...

Meninas, sou nova fã do seu blog. Adorei!!!

6 de maio de 2009 17:50