sábado, 7 de março de 2009

Mulheres em busca do prazer


Amanhã, 8 de Março, é Dia da Mulher. Acima de tudo, o 3xtrinta apóia as liberdades individuais. Sem preconceitos, sem segregação. Sempre com alegria e coragem diante da vida. Abaixo, as visões da Solteira, da Casada e da Divorciada sobre a busca feminina pelo prazer, num texto escrito a pedido do JC Online, portal do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, do Recife, Pernambuco, para o qual também demos uma entrevista. Chiquérrimo, não?

Beijos a todos, sejam muito bem-vindos, leitores e leitoras do JC,

A Divorciada


Toda mulher deveria ter um caso de amor consigo mesma. Não importa o estado civil. Mas já que estou aqui para falar das solteiras, há alguns tipos bem peculiares nesta eterna busca pelo prazer. Há as que enxergam a vida em dois estágios: com homem e sem homem. O período entre uma fase e outra costuma ser uma entressafra penosa, época em que estas mulheres se sentem a última das criaturas. Simplesmente, não suportam a idéia de conviverem consigo mesmas e ser solteira é quase sinônimo de “gorda”, “burra” ou qualquer outra palavra do dicionário capaz de destruir a mais inabalável das auto-estimas.

Tem também as que gostam de viver sozinhas. Conquistaram seu canto, sua independência, adoram o que fazem e tem lá suas histórias aqui e acolá. Curtem homens um tanto difíceis, seja no temperamento ou na geografia, talvez, por receio ou falta de vontade de se envolver de verdade. Têm prazer em viver a vida e costumam agüentar somente uma única pessoa durante 24 horas: a si mesmas. Algumas, mais radicais, já riscaram os filhos futuros do mapa. Outras ainda alimentam uma pontinha de esperança de serem surpreendidas por alguém com quem realmente valha a pena tentar uma história.

De um extremo ao outro, a tal busca do prazer é uma viagem em si própria, e aquelas que já conhecem um pouco do caminho aproveitam mais. Olhar de frente as experiências passadas e perceber com clareza o que se deseja contam pontos. Principalmente para tirar o melhor proveito das companhias que aparecerão pelo caminho e que tornam tudo muito mais interessante. Afinal, quem disse que o cara certo no momento errado, ou vice-versa, não é bom?

A Solteira


Esse tema é complicado. Ainda mais para a mulher casada. Ou ao menos para A Casada do 3x30. Casamento e sexo é uma combinação “faca de dois gumes”. É maravilhoso você ter aquele alguém que se ama do seu ladinho todo santo dia. Tanto é assim que os primeiros anos de casamento são uma verdadeira orgia. E sexo com amor é uma delícia. Além disso, a intimidade traz um enorme despudor que faz com que certas coisas antes não permitidas sejam completamente liberadas.

Só que sexo também passa pela curiosidade. Pela excitação com o proibido e com o desconhecido. Mas uma vez casada, fecham-se as portas do desconhecido, da novidade (homens acham que só eles têm essa necessidade de experimentar o novo... tsc tsc). Fica, então, o grande desafio de evitar o sexo rotineiro. É preciso fazer da busca pelo prazer um exercício. É preciso se reinventar, ousar e se permitir. Buscar novas formas de seduzir aquele seu velho conhecido. Ah, mas tem mais uma coisinha: esse é um trabalho de parceria. Porque quando só um se esforça e o outro desleixa, não há casório que aguente.

A Casada



A gente pode, a gente gosta, a gente quer, a gente merece. Muito prazer, meu prazer. Ser uma mulher do século 21 tem lá seus contras, não é simples ser, ao mesmo tempo e agora, magra, linda, dedicada e competente no trabalho, culta, descolada, bem vestida, ótima amante, filha, irmã, sobrinha e neta atenciosa. Mas, se tem algo que me agrada em ser uma mulher do meu tempo é o fato de ter direito de procurar o prazer, de deixar claro que eu tenho desejo, necessidade, vontade. Nem todo mundo entende isso, é verdade. Mas direito de querer eu tenho. E faço valer, sem ligar para esses todos que estão aí, atravancando o meu caminho. Que eles passarão. E eu passarinho, como diria o fofo do Mário Quintana.

A Divorciada

10 comentários:

Beta! disse...

*clap clap clap*

vcs falaram tudo...sem hipocrisia,demagogia ou pieguice...praquem ainda tem tta dificuldade em entender a mulher moderna...a gente sempre quis as coisas...e agora a gente vai em busca do que acredita...sem ficar esperando milagres e sonhando!

Beijos Lindonas!!

7 de março de 2009 14:11
Camille Mollona disse...

DESEJO A TODAS VOCÊS, MULHERES MARAVILHOSAS, UM FELIZ DIA DA MULHER. E QUE TENHAMOS TODOS OS DIAS MAIS CONQUISTAS EM TODOS OS RAMOS DE ATIVIDADES, MAS QUE, SOBRETUDO, CONQUISTEMOS O AMOR E O RESPEITO QUE MERECEMOS.

FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER!

7 de março de 2009 16:47
Des-Venturas da Rubra Rosa disse...

Meninas

Adorei o texto de vocês, simplesmente Excelente! Parabéns pela entrevista ao jornal, o texto está primoroso! Como disse a Beta, falaram tudo sem pieguice, demagogia ou hipocrisia. Creio que essa facilidade de falar tudo é propria da mulher depois dos 30 que já está mais madura, decidida e sabe o que quer da vida.

Como diria Gonzaguinha:

"Viver e nao ter a vergonha de ser feliz"

beijos moças

7 de março de 2009 22:13
Johnny na Babilônia disse...

Parabéns a todas vocês!

Beiijos!

8 de março de 2009 11:43
mulherpolvo disse...

queridas!!!
Acabei de assistiro programa e vpcês são lidaaaaas!!
Adorei o texto, como sempre muito sensível e realista.
De todas as buscas que um ser humano pode encarar, a mais doce é a do prazer, né não?!
Feliz dia para vocês, para mim e para todas nós!

8 de março de 2009 17:10
conversaatrevida disse...

prazer as vezes é uma busca TÃO simples.
Ter o prazer de comer sem culpas um sunday, por exemplo, outras vezes pode ser uma batalha interna pra ter o prazer de fazer algo quando o parceiro ou alguém da família é contra.

Quando ao prazer sexual, eu acredito que as mulheres ainda falem mais em 'transar só pelo prazer do que pra se envolver' do que realmente fazem.
O telefone toca no dia seguinte e em quase todos os peitos bate um coração ao som de 'será ele?'...rs

Bom, aproveitando a deixa...

Prazer em conhecer vcs!

Atrê

9 de março de 2009 01:28
Anônimo disse...

Estou curtindo o cafezinho quentinho que meu maridão faz para mim todos os dias e com prazer...Embora não seja só em busca deste prazer que me satisfaz...
Reaslizo-me tambeém com a sinceridade, e a lealdade existente entre nós.
Parabens pelo blog.
léa
tarotemcasa.blogspot.com

9 de março de 2009 17:44
Anônimo disse...

Mulheres, vocês são de ++++.
Olha, em casa faço café, almoço e jantar, e a qualquer hora do dia faço minha esposa muito feliz na hora"H".Esta é uma parte da Receita para vivermos bem casados.Fujam da rotina !!!!!

11 de março de 2009 09:08
Anônimo disse...

Pois é meninas,

Parabéns pelos comentários. São pertinentes. As mulheres estão quebrando barreiras. Estão se permitindo amar, transar, se conhecer...
Espero apenas que vocês façam isso sem descer ao nível da maioria dos homens que, definitivamente, não sabem tratar uma mulher.

11 de março de 2009 10:39
Anônimo disse...

oi meninas

27 de fevereiro de 2014 00:54