segunda-feira, 9 de março de 2009

Senhor arcebispo

Eu te excomungo por ser tão pouco humano. Eu te excomungo por ser tão pouco sensível. Eu te excomungo por excomungar aqueles que socorreram o próximo. Eu te excomungo por fazer tão mal às mulheres. Eu te excomungo por fazer tão mal às crianças. Eu te excomungo por proteger o vilão da história. Eu te excomungo por ser retrógrado. Eu te excomungo por preferir a vida que está por vir àquela que já está aqui.

E se o senhor reencarnar, só me resta desejar que volte na próxima vida num corpo de mulher. E que, aos nove anos, com uma menstruação para lá de precoce, o senhor tenha a infelicidade de ter um padrasto bestial, que faça de ti e de tua irmã com problemas mentais o que bem entender. E que dessa brutalidade seja gerada uma nova vida que coloque a sua em risco.

Afirmar publicamente que o aborto é crime mais grave que estupro é o maior sinal de que a igreja católica se perdeu nos tempos. E que uma igreja comandada e dominada por homens não pode lá entender mesmo da gravidade de certos crimes.

Débora – A Casada

ps: depois te termos mostrado a cara na TV, passaremos a assinar os textos com nossos nomes :-)

28 comentários:

Keyllita disse...

Olá, lindas!
Assino embaixo o post da Débora - Casada. A igreja anda muito atrás das ideias e preocupaçoes femininas. É detentora de muito poder e infelizmente, a falta de educaçao de muita gente ainda deixa muita cabeça a ser manipulada pelos "escolhidos por Deus". É uma pena! Pois sim, desejo o mesmo para esse bispo e que ele venha sim, mulher na outra encarnaçao, se é que ele nao vai diretinho pro inferno...
Beijos.

9 de março de 2009 19:02
Anônimo disse...

Olá meninas,
Fiquei,chocada, horrorizada,com as palavras e decisão deste bispo,diria enojada.Que não fosse pela posição que ocupa no "poder", que pelo menos fosse pela necessidade de buscar mais adeptos para esta religião que já está tão sem crédito, (pelo menos para nós mulheres, que usamos nossa sensibilidade feminina e nos posicionamos como mães, nesses casos de "bestas humanas,como o dos estrupadores e pedófilos).
O que menos importa é a escomunhão, aliás não importa nada.
Ótima crítica a de voces.
Parabéns.
Lea,tarotemcasa.blogspot.com

9 de março de 2009 19:30
Anônimo disse...

Parabéns, vc. tem tooooooooooooda razão!!!

Marcia A.

9 de março de 2009 23:02
rafinha disse...

Quem são vcs para julgarem a Igreja Católica ?
A nao ser que tenham realizado mais obras de caridade em prol da vida humana !
Deus tenha piedade de vcs !!
Por que vcs nao tem piedade de duas vidas humanas inocentes ; a propósito informo-lhes que a comunidade médica na Itália repudiou o procedimento de aborto pois há meios técnicos de salvar as três vidas !!
Quantas obras em prol da vida vcs já fizeram ? então nãotem nenhuma autoridade moral !!
Jesus disse a respeito de sua Igreja : As portas do inferno não prevalecerão sobre ela -Mt 16, 18.
No fim das contas a Igreja triunfará mas a sinagoga dos ímpios será destroçada!

9 de março de 2009 23:04
conversaatrevida disse...

Pois é...
Dia desses escrevi sobre isso no meu blog no post 'Quando eu acredito que Deus e a Igreja são coisas diferentes' e num trecho, entre outras coisas, eu perguntava:
'A igreja excomungou o padrasto dessa menina de 9 anos primeiro ou a violência sexual praticada por ele é uma ato mais tolerável pelas ‘leis de Deus’ do que o aborto que os médicos acharam necessário'?

No outro dia vi a resposta do Bispo pela TV, assim como o apoio a ele dado pelo Papa.

Enfim, por essas e outras que eu REALMENTE acredito que Deus e Igreja não são a mesma coisa.

Abraço
Atrê

9 de março de 2009 23:04
Hugo Galindo disse...

A igreja por si só é o pecado.
Ela excomunga a si com sua falta de amor ao próximo.
E não seria diferente se fosse comandada por mulheres, porque o amor é PURO e VERDADEIRO, independe do sexo e sim de sensibilidade.
O que falta no mundo hoje não são mulheres na igreja, o que falta no mundo hoje é o amor em sua forma plena, o amor PUROe VERDADEIRO.

9 de março de 2009 23:14
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Amiga Casada,

Eu tb excomungo o arcebispo sem coração pelas bobagens ditas. Assino embaixo, ótimo texto.

Beijos,

Isabela, A Divorciada

10 de março de 2009 00:38
Ricardo disse...

Infelizmente a Igreja fechou os olhos para a evolução social, cultural, até espiritual que tivemos. Atos como este apenas demonstram a ignorância e a cegueira da Igreja. Perdoem o padastro, condenem o médico humanista.

Viva o livre-alvedrio

10 de março de 2009 00:40
Deborah disse...

só prova que a igreja catolica é uma instituição falida e que o amor ao próximo está cada vez mais dificil de ser realidade.
esse padreco sera que lembra que dentro da propria igreja que ele defende existe pedófilos nojentos?!?!
não duvido nada se ele já não deu uma bulinada em alguma mulher ou mesmo numa criança.
.
a lei de Deus foi escrita pelos homens, óóó! os homens nao sabem de nada.
acredito que Deus esteja ao lado de pessoas que fazem as coisas corretas e tenham sensibilidade. o que nao acontece com esse arcebispo de araque.

onde vamos parar?

10 de março de 2009 01:46
Xampa disse...

Dogmas, dogmas.
Excomunguei a igreja.

10 de março de 2009 09:44
Camille Mollona disse...

Concordo completamente contigo...sou contra a decisão da Igreja!
Agora so nos resta acreditar e torcer q este bandido seje preso...se é q ainda podemos acreditar na justiça brasileira !
Bjao

10 de março de 2009 11:05
mulherpolvo disse...

Como disse o xampa: "excomunguei a igreja"
Deus e igreja são coisas totalemnte distintas e eu, que sou espírita e contra o aborto, sei muito bem que este se faz necessário caso a mãe esteja correndo risco de vida.
Esse bispo é muito burro. Até a lei brasileira está do lado da criança e ele está é perdido na era medieval.
Como alguém poderá se declarar católico depois disto?

10 de março de 2009 11:39
Anônimo disse...

Eu acho que vcs deveriam criticar apenas o arcebispo.. e não a igreja. ele sim teve uma atitude radical e injusta ao excomungar os que apoiaram o aborto e não ao padrasto da menina. Sim a Igreja acreditava que ele seria a pessoa ideal para representa-la, mas estamos falando de pessoas, que estão sujeitas a falhas, injustiças, pecados.. td pode ser repensado..

10 de março de 2009 11:50
Camila disse...

O Vaticano corroborou a decisão do arcebispo. Logo, não tem por que não criticar a Igreja, na minha modesta opinião.

A Igreja é uma instituição cada vez mais falida, graças a Deus! A fé, a benevolência, a caridade, enfim, estão no coração de cada um e não nas instituições e nos seus representantes. A Igreja Católica em si é um fenômeno social apenas, como tantos outros.

Há uns cem números de exemplos (só cem?) da crueldade da Igreja na história e nem preciso ficar aqui elencando. O velho e bom exemplo da Inquisição já basta.

Cabe ressaltar que em um Estado laico de verdade essa discussão deveria ter se restringido aos limites da própria Igreja.

Lamentável...

Primeiro post que leio aqui depois de assistir às meninas no multishow, por indicação dos meninos do Papo de Homem.

Voltarei sempre e sempre. Parabéns!

10 de março de 2009 12:48
Ricardo disse...

Isso, Camila.
Eu ia escrever sobre a aprovação do Vaticano aos atos do nosso arcebispo querido.

10 de março de 2009 13:00
Anônimo disse...

Infeliz, idiota, imbecil e estúpida. Esses são alguns adjetivos que podem ser publicados para classificar a postura do arcebispo em promunciar-se sobre o caso.
Cara Débora, sou homem e estou indignado com a postura desse senhor, e também com seu comentário onde cita: "o que se pode esperar de uma igreja comandada por homens".
A postura retrógrada e bestial daquele arcebispo em nada revela a posição da sociedade brasileira, seja ela masculina ou feminina. Lembro que existem mulheres que concordam com o arcebispo, e nem por isso falamos que há culpa nessas mulheres.
A culpa para tal ato ignóbil reside na idiotice em acreditar em um deus rancoroso, vingativo, ciúmento e genocida e não na masculinidade de quem comanda essa fé.

10 de março de 2009 13:06
Duda Nedel disse...

Oi gurias! Vi vocês no Urbano, muito legal a matéria!
Sobre o post, deve ser por isso que existem tantos padres pedófilos, afinal, o estupro é menos grave do que salvar a vida de uma criança inocente. Contraditório falar em amor e compaixão quando se tem esse tipo de pensamento.
Beijos.

10 de março de 2009 13:08
Kelly Marques disse...

Assino em baixo quanto ao post e os diversos comentários aqui presentes!

Este arcebispo perdeu a oportunidade de ficar calado!

10 de março de 2009 13:23
Melanie Bronw disse...

Independente de quem excomungou ou de quem excomunga, a vida dessa criança ja acabou desde quando a primeira vez o padastro a tocou de forma imunda e imoral.

10 de março de 2009 14:46
Ciça disse...

Meninas, vi o programa no multishow e hj fiquei o dia inteiro lendo os arquivos... ja virei fã... só pra constar, tenho 24 anos, solteira, carioca... e vou continuar acompanhando o blog, viu... bjsssss

10 de março de 2009 17:49
Marisa disse...

Eh um saco mesmo...
Deus nos fez livre e aí os homens inventarama religião!!!
Prefiro ser excomungada que vender minha alma pra um diabo desses...

10 de março de 2009 17:59
Paloma, a mãe disse...

Tá na cara que este arcebispo só quer aparecer. Por que ele não excomunga todas as outras pessoas que fazem aborto legalmente? Tem taaanta mulher e criança estuprada, infelizmente. Mas ele tem de esperar um caso "famoso" para aparecer. Lamentável. No mais, concordo com tudo. Esta Igreja é o que há de pior no ser humano.

10 de março de 2009 19:04
Dj'ay-C disse...

Adorei o Blog de vocês, conhece através do URBANO (Multishow).

Acesse: http://www.idjay-c.blogspot.com/
é meu blog!

10 de março de 2009 21:54
Anônimo disse...

Pois é meninas,

Concordo em gênero, número e grau com vocês, apenas colocando a ressalva de que isso não reflete a opinião da totalidade dos padres católicos. Existem padres progressistas aqui em Recife, muito embora o Sr. Arcebispo os tenha posto no ostracismo. Acho que a Igreja Católica só tem a perder com essas opiniões obtusas.

[ ]'s

Marcelo Jr.

11 de março de 2009 10:25
Anônimo disse...

Concordo em gênero, número e grau, mas com a ressalva de que a opinião do Sr. Arcebispo, ainda bem, não constitui unanimidade. Acredito que existem padres progressistas aqui em Recife que, infelizmente, têm de se manter calados sob pena de serem postos no ostracismo por combater pensamentos obtusos.

[ ]'s

Marcelo Jr.

11 de março de 2009 10:30
Luan A. Miolo disse...

Oi... q show o blog de vcs, to seguindo ^^

a respeito do post ...

a Igreja Católica naum sabe de nda... soh um exemplo: onde jah se viu proibir o uso da camisinha ? AFF! E sobre o aborto eu acho que isso deve ser mto bem analisado, pq uma vida é uma vida !

beijinhos .

11 de março de 2009 12:26
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

A Igreja Católica é uma S/A que vem se deteriorando a cada dia. Graças a Deus! Quanto aos homens, concordo com um de nossos leitores: não dá para tomar pela postura de alguns como é maioria.

Beijos,
Gio, A Solteira

11 de março de 2009 18:45
Anônimo disse...

Quando esse bispo excomungou esses médicos e a mãe da criança,excomungou tb o perdão,o amor,a benevolência...Essa criança vai ter que lutar muito para superar todos esses traumas e com certeza Cristo estará com ela em todos os momentos ,independente desta igreja insana que prega o que não faz.

11 de março de 2009 20:23