quinta-feira, 12 de março de 2009

Papo (nem tanto) furado entre duas solteiras

Trânsito insuportável na rua Augusta. O tédio da tranqueira que não tem mais fim é cortado pelo bip do rádio. Amiga chamando. O assunto? A namorada de um cara descolado, fotógrafo dos bons e um expert em captar o melhor das baladas. Nenhum deus grego da beleza universal, mas o conjunto da obra torna a criatura bem interessante.


"Menina, conheci a namorada do fulano. Vem cá? Ele namora mesmo aquela garota?"

"Sim, lembra que já comentei que ele tinha namorada. O que você achou?"

"Putz, mas que menina é aquela?!? Zero simpática, zero carismática, zero gata. Disse oi e ela respondeu igual uma samambaia."

"É, então, eles não tem nada a ver mesmo. Não comentei isso antes por que sabia que você pensaria a mesma coisa quando encontrasse os dois. Tudo bem, o cara não é um gato, mas pôxa, conhece gente interessante o tempo inteiro, pode sair com quem quiser, é um puta fotógrafo, gracinha pacas. Também não entendo o que ele tá fazendo com aquela menina."

"Meu, aquela menina não dá! Nada a ver mesmo, nem acreditei quando vi. Quase perguntei: pirou? Que mulher é essa?!?."

Resumo da ópera: sim, mulheres são capazes de ficar horas comentando sobre o quão sem-graça uma conhecida pode ser. Sim, mulheres ficam chocadas quando veem um cara bacana com uma garota tão instigante quanto o rótulo de uma lata de fermento em pó. Aqui, os bastidores da relação não vem ao caso, pois é quase uma experiência mística bater o olho num casal e catalogar a química da dupla em dois segundos. Olho no olho? Algum traço de cumplicidade? Linguagem corporal? Nada escapa!

Foram dois minutos de bips pelo rádio. Deu tempo para o sinal abrir, o trânsito fluir e o tempo voar. Resta saber se o diagnóstico da dupla dinâmica será fatídico. Olha que às vezes é...

Giovana - A Solteira

11 comentários:

3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Oi Amiga,

A vida anda tão doida que, sem dois minutos de bobagem aqui e acolá, a gente pira.

Beijos,

Bela - A Divorciada

13 de março de 2009 00:01
Anônimo disse...

Quando vem ou quando "vêem" um homem... (na dúvida, uma boa gramática)!

13 de março de 2009 01:44
conversaatrevida disse...

Mulheres são críticas das outras com diploma em PHD né não?

Aliás, se os HOMENS fossem tão críticos com o sexo feminino como nós mesmo o somos, a convesa seria entre 200 solteiras ao invés de duas....rsrs

No trabalho é sempre assim, NÓS é que vemos a meia fina puxada, a raíz precisando de retoque, as 500gramas que fulana engordou....rs
Sabe que as vezes eu tenho o maior MEDO das mulheres?
Problema das mulheres é muitas vezes conseguir separar o 'olho clínico' do famoso 'veneno'
Somos mulheres mas temos que reconhecer que NÃO somos fáceis.
E em VÁRIOS sentidos da palavra...rs

Abraço

Atrê

13 de março de 2009 02:36
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Como diz a Atrê, não passando do limite do comentário para o veneno, que mal tem? rsrs

Sobre isso de fazer diagnóstico, Charlie é campeão: ele bate o olho e logo diz "isso não vai dar certo". Difícil ele errar.

bjsss

A Casada

ps: anônimo, valeu pela correção, mas só lembrando que, apesar de ainda estar valendo a regra antiga, veem não leva mais acento :-)

13 de março de 2009 10:22
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Valeu Dé pela correção. Acho que eu e anônimo ainda estamos meio perdidos com a reforma gramatical.
beijos,
Gio, A Solteira

13 de março de 2009 10:31
Camille Mollona disse...

Na minha opinião, as gurias q falam mal das namoradas dos amigos ou conhecidos é porque estao com ciumes e gostariam de estar no lugar delas.
Beijão e otimo final de semana para todas!

13 de março de 2009 14:39
Verônica disse...

Impressionante como os caras legais tem mania de namorar meninas chatas... (e o 'veneno' continua) rsrs...
São essas coisinhas bobas q acontecem durante nosso dia q servem como válvula de escape, e impede uma pane no nosso "motor" é bom tricotar de vez em quando, não deixando extrapolar o limite q mal há né?!

13 de março de 2009 14:50
Eu Me Abro disse...

Hola, chicas! Sou nova nesse universo do blog, mas ADOREI o blog de vocês. (Já me identifiquei com muito do que li, apesar de ainda está na casa dos 20) Hehehe Beijos e sucesso para vocês!

13 de março de 2009 19:56
Eu Inconstante disse...

Então ainda tenho chance de não morrer solteira. rsrsrs
Brincadeira.
Isso me intriga também, deve ser a super segurança da mulher,e, ou o desempenho sexual. Que os mantém ali, aliás o tesão vai além do que se ve né? Assim como o sentimento. Tem mulheres lindissimas, cheias de frescuras e vazias. Aí da pra entender. Conteúdo e sacanagem, conta e muito!
Beijão

13 de março de 2009 20:01
Luana* disse...

Fatão, a química do casal você pode ver até pelo olhar :]

15 de março de 2009 09:16
Anônimo disse...

Acho que conheço esse fotógrafo...

16 de março de 2009 11:04