terça-feira, 24 de março de 2009

Sobre como Magali perdeu oito quilos em 45 dias


“Parabéns, você perdeu oito quilos em 45 dias. Foi excelente.” Nem eu acreditei quando a minha endocrinologista me deu a notícia. Nunca fui gorda, ninguém apontaria para mim na rua dizendo “é aquela gordinha ali”, mas estava fofa sim. Bem fofa, eu diria. E queria emagrecer há algum tempo. Foi quando veio a separação. E, claro, a vontade de ficar linda/poderosa/matadora/incrível para começar uma vida nova. Era o impulso que me faltava para criar vergonha na cara e emagrecer. Assim foi feito.

Em primeiro lugar: o que aconteceu comigo não vale para todo mundo. Cada corpo é uma estrutura diferente. E o meu metabolismo é muito generoso. Me ajuda a queimar os excessos quando eu decido me comportar. Sou comilona desde bebezinha: minha mãe conta que, ao ver uma casquinha de siri pela primeira vez na vida, na praia, aos nove meses, fiz um escândalo até provar aquilo. Amo casquinha até hoje. Chocolate? Fritura? Sanduíches? Adoooooooooro!!!! Não é à toa que várias amigas me chamam de Magali.

O regime que fiz? Um dos mais básicos do mundo das dietas: duas fatias de pão light com queijo idem e café com leite desnatado no café da manhã; almoço e jantar iguaizinhos: alguma carne (de preferência grelhada ou assada), duas colheres de feijão ou outro grão, três de carboidrato, salada à vontade. Nos intervalos entre uma coisa e outra, frutas ou barra de cereal. Se a fome apertava, enrolava a barriga com uma unidade de Yakult, um iogurte light, um cafezinho com leite e adoçante. Aos finais de semana, tentava manter o esquema, mas me permitia pequenos delitos, como sanduíche ou pizza aos domingos, sem abusar muito, óbvio. Doces? Em pequenas quantidades: um Batom Garoto, um Alpino, um brigadeiro. E deu tudo certo.

Se eu posso ensinar algo a partir da minha experiência? Sim, lá vai: 1) Sempre há opções gostosas e alternativas quando a gente realmente quer emagrecer. Está num bar? Peça um caldinho. Eu tomei vários, de feijão, para fugir da seção de frituras do cardápio, a minha predileta; 2) Descobrir restaurantes lights e gostosos ajuda a enfrentar o final de semana: eu comi muito no Wraps (sem querer fazer propaganda e já fazendo...). Mesmo aquele rolinho com filé mignon e cheddar (eles colocam pouquinho) é pouco calórico; 3) Peça ajuda aos seus amigos. No chá de bebê do Eduardo, filho da minha amigona Isaura, expliquei que estava de regime. E ela preparou uns sanduíches de queijo branco e tomate deliciosos para mim. Fofa, fofíssima, obrigada, viu? ; 4) Seja seletiva: escolha bem as calorias que leva à boca. Aquela pizza horrorosa servida no meu trabalho, às sextas-feiras, eu não como nunca mais.

Assim, sem remédios, sem exercícios (não podia fazer na época, estava me recuperando de um problema de coluna), sem morrer de fome, cheguei no peso desejado. E estou nele até hoje, tentando seguir a lógica da contenção de segunda à sexta para garantir o prazer da boa mesa aos sábados e domingos. Que a Magali aqui sabe o que é bom.


Isabela – A Divorciada

PS: Simone e Atrê, esse post é dedicado a vcs, que me perguntaram sobre o meu regime. Beijões para as duas.

13 comentários:

conversaatrevida disse...

Bela- A Divorciada...

Lembro sim, foi no post "Vamos deixar de ser malucas" sobre o emagrecimento relâmpago da Claudia Leite...
Lembro que eu achei engraçado o comentário da Simone que dizia "'concordo com tudo q vc disse...só fiquei curiosa para saber como vc emagraceu!'

E como eu falei lá..."Mulher costuma ser BEM assim mesmo.
Podemos até achar absurdo o que algumas mulheres fazem pra emagrecer...MAS ficamos sempre DOIDAS pra saber COMO conseguiram."

AFINAL qual mulher que não acha que tem sempre 2 ou 3 quilos pra perder?
Até as que precisam ganhar uns 10 .......rs

Muito gentil da sua parte me avisar sobre o post, vou ler sim e na hora do meu almoço que QUEM sabe assim eu não me animo e COMO MENOS?..rs

Atrê

24 de março de 2009 10:32
Erilene disse...

Realmente você está poderosa. Estava lindíssima naquele programa jogando sinuca.E quando vier à nossa terrinha, pegue um bronze maravilhoso para deixar os paulistanos ainda mais apaixonados por essa linda alagoana.

Você mora em meu coração.Beijos

Tia Erilene

24 de março de 2009 11:16
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Vc é minha ídola! Sucesso total!!

Eu vou escrever o post: "como engordei 9 kg ao longo dos últimos nove anos", hahahahaha

Vou seguir suas dicas! Eu sempre fui muito mais adepta do exercício físico que da dieta. Mas outro dia eu li que a dieta é, de fato, muito mais eficiente. Principalmente depois de uma certa idade, qdo o metabolismo já não contribui muito...

Agora, vc tem uma coisa que conta a seu favor: vc não é chegada numa birita. A cervejinha minha de cada semana virou uma inimiga pau a pau com o chocolate. AAAAAAHHHH!

bjssss

Deb, casada

24 de março de 2009 12:07
Beta! disse...

hauheuaheua

eu consegui murchar fechando a boca e caminhando...mas vejo que essa semana secarei...é tto nelvoso e raiva que nem fome tenho haha

falando nisso...tou "braba" vamos fazer algo no findi!?

mando email proceis!

Beijos Minha Companheira Magali

amooo comer e adoro comida saudável

24 de março de 2009 13:03
Camille Mollona disse...

Oi gurias, ja fiz mil dietas malucas...a q mais deu resultado rapido foi a de proteinas e a q tambem me fez engordar em dobro todos q perdi!!!

Agora estou fazendo a mesma q a tua...comendo direitinho e caminhando muitooo!!! Espero perder logo logo meus quilos a mais.(que não são poucos...hehehe)

Mais nao posso deixar de participar dos churrascos e cevejinhas dos finais de semana...q é muito bom!!!

Beijao e otima terça!

24 de março de 2009 14:04
Ricardo Suman disse...

Todos sabem como emagrecer. Não há segredos. Nunca houve. Mas que é difícil deixar a Ofner de lado, ou aquele rodízio japonês maravilhoso, ou aquelas maioneses especiais temperadas... aiaaaai Mas não há segredo. Basta ter vontade e fazer por você, e não pelos outros.

Ah! E parabéns pela conquista, moça Isabela

24 de março de 2009 14:28
simone disse...

Não sei se toda mulhar é assim, mas por mais q eu saiba q não existe formula milagrosa - e nem tento isso, no fundo fico esperando por algum milagre q suma com meus quilos a mais sem precisar largar a cervejinha e o chocolate! Ai...

Adorei o post, e vou tentar usar como incentivo pra fazer a coisa certa e assim emagrecer...quando chegar lá conto!

Bjs

Simone

24 de março de 2009 16:57
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Bela,
só me lembro de como seus olhinhos brilham quando a "festa dos carboidratos" se apresenta à mesa! Só para quem pode mesmo.

Eu, pobre carcamana que sou, preciso ir com calma nestas "festas". Caso contrário, o zíper da calça emperra e eu explodo com minhas medidas botéricas!

Sábias palavras neste post!
beijos,
Gio - A Solteira

24 de março de 2009 23:49
mulherpolvo disse...

Bem, eu já emagreci muito bem e muitos quilos quando as minhas duas filhas nesceram (mas não igual a Claudia Leite), fazendo a combinação de alimentos e zerando o àlcool.
Agora está bem mais difícil, afinal, não dá pra emgrecer comendo detudo, e muito.
Voltei pro personal e estoutentando entrar em reeducação combastante calma. Reeducação eterna, que eu quero ser uma mulher linda e saudável para sempre, até os 100!!
mas já fiz muita maluquice, pra não emagrecer nada...só água mesmo...

25 de março de 2009 11:01
Anônimo disse...

É eu lembro das clássicas brigas ao redor da mesa pelo último pedaço de pizza...(nessas horas foi bom ser caçula) meu irmão que o diga! Várias vezes, mamãe ia lá, se abusava e pedia mais uma pizza pra acabar a briga. Tempos engraçados, hehehehe... Vendo este post também do ensaio fotográfico que vc fez uma vez. Acho até que podia fazer de novo... Beijos Irmã e se cuida!
Ass: Miguel Barros

26 de março de 2009 19:11
conversaatrevida disse...

Vc já reparou nas revistas 'populares' nas bancas? Principalmente aquelas com preços de 1, 49
1, 99
Não sei como eles conseguem postar um regime diferente a cada semana.
Tá lá, sempre uma moça dizendo que perdeu 20/ 35/48 quilos e com os mais doidos...OPS...variados regimes possíveis.

Regime da água com gás, dieta da gelatina, regime da maça, dieta dos pontos, dieta do tomate verde, regime do pão francês, dieta/regime...regime/dieta.

seja o nome que for, tá lá religiosamente toda semana na capa das revistas.

E engraçado que são as mulheres as mais cobradas no peso e também as mais cruéis com as mulheres 'acima' dele (ao olhos delas, claro)

Mulher melancia a maioria dos homens achava gostosa e as mulheres achavam 'gorda, cheia de celulites.
Sheila Carvalho engordou e a mulherada detonou a 'coitada'...

Bom que vc achou o seu 'jeitinho' pra perder os quilos que precisava (sei lá se precisava mesmo...rs)
Mas do contrário corria o risco de ter pelo menos DUAS amigas dizendo 'tem certeza que não prefere ficar só na salada'? ou 'algo' do tipo...rs

Beijinhos (os na bochecha...NADA daqueles com leite condensado e coco, claro...rs)

Atrê

27 de março de 2009 00:33
Mariana disse...

Bela,

você está poderosa!!! Admiro sua força de vontade.

Beijos,

Mari

27 de março de 2009 15:26
Roberta da Purificação disse...

Bela Magérrima,
tem um restaurante chamado Slow Food na vila.
de slow eu não tenho nada, mas em comidinha boa no domingo, barata e saborosa.
Um dia vamos lá!

27 de março de 2009 17:07