sábado, 9 de abril de 2011

As novas solteiras

Hoje tem convidada especial: a chique, glamurosa, leitora, blogueira, querida, poderosa, baiana, Paula Dultra, do Mulherzinha. O tema do post? As novas solteiras. Eu adorei. Bom sábado, divirtam-se e reflitam com Paula,


Isabela – A Divorciada


Eu estava no salão de beleza lendo a edição de março da Revista Nova (com Ivete Sangalo na capa) e me deparei com a matéria "Solteiras S/A", escrita pela jornalista Juliana Diniz. Simplesmente perfeita. As palavras pareciam ter sido escritas especialmente para mim.


O texto já começa assim: "Bonita, cobiçada, inteligente, bem-sucedida e feliz. A nova solteira pode passar bem mais longe da solidão do que suas amigas comprometidas. Você faz parte desse time?". Automaticamente, respondi que sim.


A matéria - baseada em levantamentos feitos pelo IBGE, Ipsos Marplan, Fundação Gaspar (Espanha), estudos feitos pela UNICAMP, Fundação Getúlio Vargas, entre outros, além de entrevistas e conversas com psicólogos -, diz que existem dois tipos de solteiras: aquela que está sozinha por falta de opção e desesperada para casar - com, como diz uma amiga, o vestido de noiva na carteira! - e a que tem uma vida tão preenchida, atribulada, livre e divertida que só vai abrir mão de toda a independência se valer muito a pena.


Não tenho nada contra as comprometidas. Ao contrário! Também quero casar e ter uma família (filhos eu terei de todo jeito, com ou sem marido) um dia (não hoje!), mas e se não rolar? Tem vezes que isso acontece e, com certeza, eu não vou ficar desesperada. Hoje em dia, a mulher não precisa estar casada para ter um lugar na sociedade - apesar de existir muito preconceito com as "solteiras pós-30". Essa mulher - principalmente a partir dos 30 (como eu) -, já tem uma carreira que pode bancar por suas vontades como viajar, badalar com as amigas, comprar e etc, dispensando o homem para arcar com esse tipo de coisa. E quanto mais a mulher tem a consciência disso, mais seletiva ela fica - não acho também que seja uma exigência no mau sentido, apenas buscando uma pessoa a altura dos sonhos dela, no mesmo ritmo de vida e com ideais semelhantes. Se unir a qualquer um, só para dizer que tem alguém? NEM PENSAR!


As prioridades da solteira são outras. "Até pouco tempo atrás, o romance seria indispensável. Hoje, no entanto, a maioria dessas mulheres preferiria viver sem compromisso a esfriar sua carreira no escritório", cita a matéria.


E quem pensa que a nova solteira está sozinha?? Seu lema é "Solteira, sim! Sozinha? Nunca!". Geralmente, há sempre um paquerinha na área: o gatinho do escritório, o "friends with benefit" (amigo colorido), o ex e etc. São tipos de relacionamento que não vão estragar as prioridades e os objetivos da mulher solteira. Eles só se aprofundam (quando isso acontece!) se for algo muito diferente e especial, que não atrapalhe. E quando a compainha não é masculina, não tem problemas! Na vida da solteira, você ainda encontra: grandes amigas, família, a galera do escritório, a galera da academia e muitas outras galeras. Nada de Solidão.



Acho que no grande lance de ser solteira, o principal é: se conhecer. Tem gente que passa a vida namorando, emendando um relacionamento no outro, por anos e anos. Essa pessoa se conhece mesmo? Ela é uma boa compainha para ela mesma?


Não pense que, com isso tudo que estou escrevendo, eu acho que a vida de uma pessoa comprometida é chata. Nem sempre! Conheço diversos casais que são super divertidos, viajam muito, saem em grupos, não perdem uma festa! Agora, tem outros em que a mulher é super tolida de todos os seus gostos em prol dos do marido e se submentem a várias coisas. Quando vejo relacionamentos assim, eu acho massa continuar solteira!


A matéria finaliza com o seguinte texto - que eu amei!: "Essa é a primeira geração em que as mulheres que aprenderam a curtir ficar sozinhas. Será que vão se arrepender lá na frente? Quem sabe. Algumas, certamente, vão acordar um dia com vontade de dividir o travesseiro com alguém. Mesmo assim, as novas solteiras sabem que têm uma vantagem: podem mudar de ideia sempre que quiserem. Afinal, são capazes de reconhecer seus desejos e bancar suas escolhas". É isso ai. E, com certeza, a melhor forma de encontrar alguém bacana é não fazer disso seu foco.


Minha mãe acha que os homens não aguentam tanta idependência. Eu concordo e acho ótimo, pois só vai chegar junto quem realmente tiver interessado.


E você? Concorda ou não?


Beijos,


Paula

12 comentários:

Inaie disse...

Otimo texto. mas nao se esqueca que as mulheres comprometidas tambem podem mudar de ideia a qualquer momento. e que ser comprometida, nao quer, em hipotese nenhuma dizer DEPENDENTE...

9 de abril de 2011 07:23
O Divã Dellas disse...

Trinta e cinco anos(completando hoje)! Um filho lindo de 03 anos! Uma família linda, emprego, inteligência. E... Solteira, Mãe Solteira! Feliz, feliz, feliz!
Eis-me!
Rsrsr

Cinthya

http://odivaadellas.blogspot.com

9 de abril de 2011 09:18
Marta Melo disse...

Adorei o texto !!!

9 de abril de 2011 16:23
Paula Dultra - A criadora! disse...

oi gente!!
primeiro, mt obrigada pelos elogios!! :D tentei comentar mais cedo, mas não consegui.
Inaie - infelizmente, em alguns casos, existem mulheres que focam tanto na felicidade do marido e esquecem de suas próprias vidas, perdendo sua subjetividade. Essas são dependentes sim. Ser casada não necessariamente quer dizer dependente, mas essa realidade existe sim! Ainda bem que existem mts casais que são parceiros, amigos antes de td, são divertidos, bem resolvidos, onde cada um tem sua individualidade. Acho ótimo isso! Assim casar vale super a pena! As mulheres de atitude, casadas ou solteiras, sabem que podem mudar de idéia.

Cynthia - é isso ai! É preciso sempre estar em busca da sua felicidade. Sempre é tempo para seguir em frente.

Bjs pessoal!

10 de abril de 2011 02:50
Flavia Werlang disse...

Adorei o texto!!
Sou mãe e solteira. Acredito que isso não me impede de ser feliz :)
beijo grande

10 de abril de 2011 19:48
Keila . disse...

Paula! ótimo texto!
Somos mesmo mulheres que vão mudar todo um conceito... pelo menos eu acho... Independência é tudo que temos e apesar de nem sempre ser muito fácil vale muito a pena!
Se acontecer de um cara maravilhoso aparecer e não se importar com isso.. ótimo! Se não a gente supera isso se divertindo como se não houvesse amanhã!

beijos meninas!

10 de abril de 2011 22:06
Priscila disse...

Adorei o texto, penso exatamente assim hj em dia, pra que se envolver com um homem que tem menos a me oferecer. Não digo no financeiro, mas em atenção, carinho e alegrias, se for p menos fico sozinha, qro alguém p somar e não para retirar de mim! rs
Nossa vida mudou muito e isso é otimo, minha mãe fala, vc é moderna demais nenhum homem vai qrer se casar com vc... kkkk eles tem que achar q vc precisa deles. Otimo, eu qro os mais modernos tbem e que pense como eu..do contrario ficarei feliz sozinha mesmo! rs beijos meninassssssss

11 de abril de 2011 16:09
Patricia Digue disse...

Vou mais além. Este preconceito contra quem tem mais de 30 tá mais na nossa cabeça. Nunca senti. Só digo uma coisa, a felicidade não tem receita, e se tivesse, não seria uma só, mas um livro bem grosso do tipo "Receitas testadas de Cláudia". Temos de parar de ficar rotulando tudo e todos, nossa sociedade parece remarcador de supermercado em época de inflação.

Bjs da Solteira

12 de abril de 2011 20:43
Mirys disse...

Paula: adorei!!!

Sou mãe por vocação, empregada por obrigação (apesar de adorar meu trabalho, não trabalho porque gosto! Se fosse por gosto, estaria viajando!), solteira por fatalidades da vida. E feliz!!!!

Hoje, me banco, me assumo, me basto. E vai precisar ser alguém muuuuuuitoooo bom pra me tirar desse trilho!

TJ é TJ ("tamo juntas")!!!

Bjos e bençãos.
Mirys

14 de abril de 2011 12:25
Trinah disse...

adoro esse tema e por acaso també to escrevendo pro meu blog um post about it..
acho super nice estar solteira e de momento nem me passa pela cabeca estar em um relacionamento. acho que como tudo esses dois momentos tem seus prós e contras. e por isso mesmo que devem ser alternados. p mim nada de sair de uma relacao pra outra.. estar solteira para alem de servir pra sarar feridas do relacionamento passado, é uma optima forma de nos encontrarmos, de experimentarmos novas formas de liberdade e independencia...é tudo de bom mesmo..

bem, abri meu blog a mto pouco tempo facam uma visitinha la please to precisando de coments p saber se to indo bem ou nao e tals... xpero que curtam... bizzzusss

blogdammmm@yahoo.com.br

3 de maio de 2011 08:54
Blogger disse...

ClixSense is the best work from home website.

7 de outubro de 2016 22:36
Blogger disse...

Get daily ideas and methods for earning THOUSANDS OF DOLLARS per day FROM HOME for FREE.
GET FREE ACCESS INSTANLY

17 de outubro de 2016 15:36