quinta-feira, 18 de junho de 2009

Inclusive rugas...

Tudo começou quando eu olhei com mais atenção para o rosto dela. Estou falando de uma amiga da minha idade, 31 anos, uma mulher linda. Às vezes é assim, a gente vê primeiro nos outros. Uma ruga se destacava quando ela sorria. E não demorou muito para que eu fizesse o paralelo: eu devo ter ruga também. E elas já devem estar aparecendo no meu rosto. Será? Serei eu um caso flagrante de envelhecimento precoce da pele? Pode haver uma esperança: minha mãe tem poucas marcas de expressão e duas tias, irmãs do meu pai, são donas das peles mais impecáveis do mundo depois dos 60, quem sabe eu não herdei um pouco dessa genética boa? Guardei tais dilemas para a minha dermatologista, com quem tive consulta na terça-feira.


“Doutora, na sua avaliação, a minha pele parece mais velha do que o normal para a minha idade?”


“Muito pelo contrário, sua pele é ótima”. (Ela é durona, fala com todas as letras quando alguma coisa não está bem, posso confiar)


“Mas olhe, quando sorrio, parece que a parte mais próxima do queixo, dos lados da boca, está meio mole. O que é isso? Flacidez facial?”


“Não, é o formato do seu rosto. O meu é assim também, veja” (E sorriu forçado para que eu observasse as ondulações)


Saí mais tranquila do consultório. Mas, pela primeira vez na vida, consciente de que ter 30 anos é ter muitas coisas. Inclusive rugas..... Mesmo que sejam discretas e pequenas, como as minhas.


Isabela - A Divorciada


14 comentários:

Andarilho disse...

Eis algo que não me preocupa: rugas.

Não que eu não as tenha, mas é que não ligo mesmo.

18 de junho de 2009 08:14
Keyllita disse...

Bela, voce é linda! Mas olhe, vou confessar um segredo: uso antirrugas desde os 20! hahaha Sério! Sou paranóica com a pele do rosto! Protetor solar sempre pela manha, antirrugas sobre o protetor solar e um creminho relaxante de noite! Sim, é um exercício de paciencia fazer isso, mas confio que lá na frente vai ter resultado! Beijokas e volto a repetir, vc é linda!

18 de junho de 2009 11:17
Georgia disse...

Isabella, conheci uma vez uma jovem na escola onde lecionava que vivia preocupada com isso. Na época ela tinha 23 e eu 32, com carinha de 23, rs. Qdo ela soube a minha idade queria porque queria saber quais os cremes que eu usava. Disse a ela que nenhum, salvo Nívea, depois da praia e só. Ela mandava vir cremes até do estrangeiros...

Acho que manter-se jovem tem que ser na nossa cabeca, é por ai que chegam as rugas. Eu tenho 48 e nao quero trocar nada, rs.

Um beijo grande

18 de junho de 2009 11:18
lioness disse...

Será que também tenho rugas?

18 de junho de 2009 12:13
Anônimo disse...

Bela,vou te contar um segredo:minhas rugas só começaram a incomodar ao observar fotos e perceber que ficava bem visível.Então comecei a ficar séria.Resultado: me achei horrorosa, não combinava comigo aquela seriedade, daí passei a rir sem me preocupar com as benditas rugas que, de qualquer forma o tempo inexoravelmente impõe a todos indistintamente, independente de aceitarmos ou não. Portanto, querida sobrinha, não se preocupe com esse detalhe que só nos faz observar nossa maturidade. Finalizando, aprecio bastante minhas fotos com um grande sorriso e lindas rugas. Beijos

Tia Erilene

18 de junho de 2009 12:37
Camille disse...

Tenho mais medo de ficar velinha e depender dos outros do q com as rugas....tantos produtos no mercado para tira-las q isto não é problema!!!

Bjaooo

18 de junho de 2009 12:58
Clévia disse...

Bom, dizem por aí, q aparento 25, qdo na verdade tenho 34!!!

Eu acho ótimo qdo me perguntam (pelas experiências de vida q conto) qtos anos vc tem???


Isso é genético! Puxei p a minha mãe!!!

Bj

18 de junho de 2009 16:07
Mariana B. disse...

Bela, eu tbm me pergunto se a genética vai contribuir comigo! hahha

Mas já dizia o Toquinho "que uma mulher não ter ser só linda. Uma mulher tem que ter qualquer coisa além da beleza, qualquer que chora, que sente saudade"

E isso a gente só encontra nas rugas.

Beijo.

Mari - ainda sem rugas, pelo menos eu acho.
Rs

18 de junho de 2009 20:39
mulherpolvo disse...

Bela, querida, liga não...

Amo cada ruguinha que está aparecendo no meu rosto, sinais de que já não sou tão boba e inocente. Sinais de cada alegria e de cada tristeza que já vivi. E que a tudo, sobrevivi!!!
U-húuuuuuuuuuuuuu!!!

18 de junho de 2009 20:54
Judith disse...

Vi o link para o blog de vcs no blog da Dione. Gostei daqui, vcs escrevem bem e com humor. Vim visitar e vou ficar. Volatei com mais tempo pra ler direitinho os outros posts.
Bom fim de semana!

18 de junho de 2009 22:58
Judith disse...

Olá! Eude novo... ehehehe. Vi seu comentário no meu segundo blog, O AMOR JAMAIS ACABA. Obrigada por responder. :)
Mas o blog que mais atualizo é este aqui:

http://judithsecretgarden.blogspot.com/

Então, querendo, é só visitar esse... é mais fácil de eu responder.
Beijos!

19 de junho de 2009 04:57
Beta disse...

tu leu meu comentrio revoltado é...haha

e nem era ruga...era infelicidade e mau humor...haha

agora minha filha venha a ruga que vier...2010 eu vou turbinar com tudo...3.0 aí vou eoooo...vrrrrrruuuuum vruuum

19 de junho de 2009 10:06
Ricardo Chicuta. disse...

Interessante como as mulheres pensam.Vocês pensam o corpo de vcs. por partes.O rosto,a barriga,os pés...Nós homens vemos o conjunto acho.Digo porque namoro com uma balzaquiana (31) e mesmo que me esforce muito não conseguiria notar uma coisa como ruga.

19 de junho de 2009 15:30
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Minha fórmula para combater as rugas é continuar usando maria-chiquinha...mesmo depois dos 30, haha

bjsss

deb

ps: se liga, Bela, que ruga o que!!

19 de junho de 2009 19:04