domingo, 9 de agosto de 2009

Painho é tudo


Nunca refleti tanto a respeito da importância do pai na vida de uma mulher como quando me separei. Tenho a sorte de ser filha de um homem bom, generoso e honrado. Dono de um caráter daqueles que a gente não encontra em qualquer esquina. Um homem que, por ser tão correto, ficou passado passadíssimo com toda a falta de transparência e lealdade que permearam o meu divórcio. No mundo do meu pai, não é assim que as coisas funcionam. E macho que é macho age com dignidade do começo ao fim de uma história.


E é por ele que eu ainda acredito nos homens. E no fato de que a vida me reserva sim um companheiro digno de nota para tocar o barco. Por isso, sempre que tenho a oportunidade de conversar com algum pai de menina, faço campanha: fique do lado dela, seja um bom exemplo, ame a sua filha e lhe dê toda a atenção. É por você que ela vai ver os homens, não esqueça.


Eu não esqueço o pai que eu tenho. E agradeço cada traço que herdei dele: o nariz dos Barros (desculpa, mãe, o dos Pereira não é tudo isso, sabemos), o gosto pelos jornais (até hoje ele leva as minhas reportagens para mostrar no trabalho), a boa educação no trato com os outros, a serenidade que eu tenho em determinados momentos, principalmente nos mais difíceis.


Obrigada, painho. Acho você tudo. E te amo.

Feliz Dia dos Pais e um beijão,


Isabela - A Divorciada


PS: Na foto, painho e Baby Divorciada em seu aniversário de um ano


10 comentários:

Karina disse...

Fotinho clássica: pior é que meu pais estava tb com uma camisa listrada e eu com um vestidinho igualzinho ao seu =D Quer dizer que nossos pais seguiam as tendências da época kkk Infelizmente meu pai se separou da minha mãe em uma situação um pouco esquisita, e tomei o partido dela, mas, concordo com vc...O modo como vemos nossos pais e como espelharemos os homens de toda a nossa vida...Bjão

9 de agosto de 2009 17:13
vanessa disse...

No dia em que conheci o pai de Isabela, fiquei espantada com as semelhanças dos dois. A mesma serenidade e voz doce, além da parte física. Mas o que mais me chamou a atenção foi a respiração forte a cada vez que o silêncio em volta se tornava mais evidente. A Bela é assim no trabalho. Quando tá muito concentrada, consigo ouvir a respiração dela. Achei isso tão curioso. Isso traduz muita conexão entre pai e filha. E o pai dela foi mesmo o máximo na história da separação. Soube apoiar a filha, sem fazer drama. Com muita dignidade.

9 de agosto de 2009 17:51
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Que fofucha vc versão bebê!!
E teu pai, mó pinta hein? Cheio de pose, rsrs.

Fica aqui meu beijinho pro meu pai loucão e para todos os demais pais.

bj!

deb

9 de agosto de 2009 18:36
Anônimo disse...

Eu sempre disse que se eu conseguisse ser metade do que meu pai é, seria um homem mais que perfeito para esse mundo. Imagine ele que é inteiro ele... Por muita sorte do destino sou filho do mesmo pai da divorciada (nada é perfeito, heheheh), e concordo em tudo o que minha irmã disse sobre ele. Não tenho dúvidas que se eu não tivesse tido como exemplo um homem tão integro e especial, eu não seria uma boa pessoa.

Amo MUITO esse homem, um verdadeiro BARROS!!!

ass: Felipe Barros

9 de agosto de 2009 23:49
Anônimo disse...

Taí uma cena que eu nunca pude ver: meu pai segurando minha irmã no colo. Nem por isso, eu digo que ele não é um cara admirável. Geralmente seguro nas palavras que diz, por vezes parece um buda de tão calmo, por vezes pode ser um brincalhão e boa praça sem nem sequer seja necessário que o faça. Sabe aturar os vários avessos e ironias que a vida proporciona, tendo tempo pra levantar e fazer o que mais gosta: ler um jornal/revista (se possível numa rede). Eu falaria mais, entretanto a vivacidade e a verissimilhança das palavras de meus irmãos já disseram tudo. Então eu termino por dizer ter orgulho de ser filho desse "Rapaz Latino-Americano, Sem parentes importantes e vindo do Interior..." Afinal, toda estória tem um começo e creio que a dele foi por aí..

10 de agosto de 2009 11:23
Tia Erilene disse...

Fiquei muito feliz ao abrir o blog(já fazia um tempinho) e ver uma homenagem tão linda.Imagino a emoção de teu pai ao ler uma "declaração de amor" de uma filha muito querida, na forma de um texto, ainda em vida(todas as homenagens deveriam ser assim).É uma pena que muitos filhos só lembram dos pais maravilhosos que tem quando não estão mais por perto. Diga a seu irmão que o legal do pai dele é justamente aceitar o filho totalmente diferente dele "numa boa" rsrs....beijos saudosos

Tia Erilene

10 de agosto de 2009 12:40
conversaatrevida disse...

'Obrigada, painho. Acho você tudo. E te amo'.

Poooooxa...que FOFO.

Pena que nem todo mundo pode dizer 'IDEM' nesta frase.

Relacionamento entre pais e filhos nem sempre consegue ser unanimemente assim (mesmo quando TODO comercial na TV diz que é...rs)

bjo

10 de agosto de 2009 15:57
Anônimo disse...

Bela,linda sua homenagem para seu pai...Pois é família é tudo ,e é ela que nos traz força nos momentos difíceis e principalmente a certeza que existem pessoas boas no mundo...Quando vc falou sobre seu pai,lembrei do meu avô e tb tenho o orgulho de ter tido uma pessoa maravilhosa como exemplo!!!Adorei! MartaM

10 de agosto de 2009 17:58
Roberta da Purificação disse...

ai que lindo!
Bela, saudades!

11 de agosto de 2009 17:15
日月神教-任我行 disse...

ssd固態硬碟 外接式硬碟 餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 External Storage Solid State Drives 關島機加酒 關島婚禮 關島蜜月 花蓮民宿 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 巴里島旅遊 巴里島spa推薦 巴里島機票 巴里島行程推薦 記憶體 情趣用品 情趣用品USB Flash DrivesMemory Cards 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 投資美國物業 美國租金報酬 美國房屋買賣 房地產投資說明會 美國房地產 美國置產須知 美國房屋物件 SD記憶卡 隨身碟 高雄當舖 高雄汽車借款 高雄機車借款 高雄房屋二胎貸款 高雄汽機車免留車

18 de junho de 2015 06:27