quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Um anjo chamado Marilda

Nunca houve uma faxineira como Marilda. Duvidam? Pois eu quero saber quem já teve uma diarista que, além de deixar a casa limpa e cheirosinha, arrasa na escova (sim, ela fazia bico num salão no final de semana), passa máscara hidratante no seu cabelo e ainda te ajuda a esfoliar os seus pés quando vê você com eles na bacia de água morna. Não aceitando não como resposta quando você diz que não precisa?

Marilda era tudo isso e muito mais. Um anjo negro que chegou para mim por indicação da Eri, minha amiga. Uma ajudante e uma parceira. Uma queridona que, quando soube que eu havia me separado, passou 40 minutos sentada na mesa da sala, chorando. Consolei ao invés de ser consolada, mas fiquei tocada pelo carinho que aquela mulher sentia por mim. A mesma que morria de rir quando ouvia as minhas primeiras histórias de divorciada e dizia que eu estava certíssima ao me divertir com os caras errados de vez em quando, afinal, “alguns homens são só para passear de carro e tomar chopp mesmo”. Sábia que era, Marilda tinha uns assim, bem guardados na agenda.

Fiquei feliz por ela ter conhecido Guarda Belo, a quem era só elogios (aquela piriguete, hahaha!!!). Isso foi pouco antes dela ter saído da minha vida, repentinamente, de um jeito esquisito. Após deixar um bilhete pedindo para ficar uns dias fora, para ajudar na mudança do filho, que vivia no interior de Minas, nunca mais atendeu o celular. Nem apareceu. Eu bem que estranhei aquela parte do texto: “Sei que é complicado para você, mas o meu filho está precisando de mim.” Achei forte e tenho total convicção de que uma mãe, principalmente uma mãe como Marilda, jamais escreveria “meu filho está precisando de mim” impunemente. Ela deve estar com ele agora, dando força num momento de muita necessidade, tenho certeza.

Morro de saudade. E gostaria de poder tê-la ajudado de alguma forma. Mas guardo comigo a caneca onde se lê “Boa Sorte” que ela me deu. E não tiro por nada o vaso branco, presente dela também, de cima da mesa. Sei que, dificuldades à parte, uma pessoa verdadeiramente boa como ela só pode estar bem. Vai ficar bem. Em algum lugar bom. Onde moram os anjos. Onde vive Marilda.

Much love,

Isabela – A Divorciada

20 comentários:

Larissa disse...

Tem pessoas que inexplicavelmente conseguem despertar o melhor de nós né?

Só de ler já queria dar um abraço apertado na Marilda.

Bjs!

19 de agosto de 2010 00:11
Carol disse...

Que linda a Marilda! e muito sábia: “alguns homens são só para passear de carro e tomar chopp mesmo”

Hahaha.

Tomara que ela esteja bem e que vocês se encontrem novamente. =D

Beijos

19 de agosto de 2010 00:20
Weidi disse...

Nossa, q homenagem mais Lindaaaa!!!!!!!!!! Não poderia deixar de comentar!!!!

Parabéns meninas, vcs arrasam!!!! Amoooo o blog de Vcs!!!! São grandes emoções!!!!

Beijos, Weidi:) - cearense q fala diretamente de Salvador... [:D]

19 de agosto de 2010 08:04
Andarilho disse...

Tomara que Marilda esteja tb se divertindo passeando de carro e tomando chopp

19 de agosto de 2010 08:26
Decor e salteado disse...

Seu texto me emocionou... de verdade. É tão bom reconhecer anjos em nossas vidas. E vcs, meninas do blog, são anjos nas nossas...

Bjs, Bela!


Lu

19 de agosto de 2010 09:21
Albuq disse...

Oi Bela,

se Marilda sonhasse com esse texto lindo que você escreveu ficaria muito feliz com o tamanho desse carinho.

Existem pessoas que são anjos, anjos que entram e saem da vida da gente de forma inexlicável, parece que entra quando você mais precisa e vai embora quando termina a missão.

que sorte você teve de ter conhecido um anjo Marilda!

bjs

19 de agosto de 2010 09:36
Marta Melo disse...

Bela,linda homenagem!Conheci Marilda e espero que vcs se reencontrem um dia!Bjão

19 de agosto de 2010 09:40
Flávio P. disse...

Parabéns Bela!

Esse seu texto de hoje me pegou em um dia em que estou bem fragilizado emocionalmente...

Tive que baixar a cabeça e tentar segurar a maior quantidade possível de lágrimas que insistiam em cair!

ufaaaaaaaaaa

Esses dias não serão fácies!

Mas espero que em algum lugar a “minha Marilda” esteja tão bem quanto a sua! ;)

beijos

19 de agosto de 2010 10:22
falandosobretudo disse...

Oi Bela!
Que linda a Marilda e sua homenagem à ela!
Na vida, temos a dádiva, vez ou outra, de nos depararmos com pessoas assim.... generosas, iluminadas, verdadeiros anjos mesmo, trazendo sorrisos, amor, palavras de apoio e cuidado demonstrados nas singelezas do dia a dia!
Que Deus cuide dela e do filho, torço para que estejam bem e que vc tenha notícias dela em breve. O que ela já deixou no seu coração é um cantinho preenchido que é só dela e seu!
Lindo!

Beijos pra vc! Adoro o blog, to sempre por aqui...
Cíntia.

19 de agosto de 2010 11:05
Fernanda Elisa disse...

Linda crônica!
Belíssima. Já está entre os meus textos favoritos daqui.

Ela vai adorar saber um dia sobre o que vc escrever. Massa!

Beijinhos, meninas! =*

19 de agosto de 2010 12:29
Melanie Brown disse...

Que delicadeza de texto, lindo, e bem triste o final, espero que Ela já tenha lido isso, pois creio que de alguma forma, Marilda também está contigo, como voce esta com ela atravez do jarro branco ou da caneca... E ó: "Boa Sorte" Também a Ela...

Xeruuuuuu'

19 de agosto de 2010 12:48
Desbaguncando disse...

meu ex te substituiu hj...me ligou e tava eu lá me embonecando...haha

brigadãooooooo Querida

Beijókones

19 de agosto de 2010 19:15
Jamylle Bezerra disse...

Bela homenagem. Sincera, do fundo do coração. Bom seria que a Marilda pudesse ler esse texto... ela saberia o quanto é especial para você!

19 de agosto de 2010 22:41
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Uma fofa a Marilda!!!

A Gio falou sobre anjos no post anterior - você, nesse.

Vou preparar um post só sobre meus anjinhos!!!

=D

beijoooo

20 de agosto de 2010 10:19
Blog Sozinha ou Acompanhada disse...

Bela que história fantástica!
Concordo plenamente com vc algumas pessoas que passam na nossa vida são tão especiais que nem podemos começar a contar!
Estou daqui tb torcendo por Marilda e entendo sua saudade dela!
beijocas,
mari.

20 de agosto de 2010 14:41
rafaela disse...

A minha manicure se chama Marilda.
Na primeira vez que consegui fazer a unha a esse salão, há pouco mais de um ano,fui atendida por outra manicure. Olhei a Marilda e me deu medo. Pensei: essa aí é braba(ela não é simpática com todo mundo não).

Na segunda vez que fui fazer a unha, a manicure estava ocuada e acabei fazendo as unhas com a Marilda. Com quem eu faço as unhas até hoje? Adivinha!!!

Acabou que a Marilda ouve meus desabafos,me dá colo, e eu também a el quando osso. Eu amo a Marilda. E, justamente por ela não fazer média com ninguém, eu sei que ela gosta de mim.

Torço muito pra que você reencontre sua amiga Marilda!

23 de agosto de 2010 03:06
Evelin disse...

Que lindo...!!!
Será que ela irá ler isso algum dia?

23 de agosto de 2010 09:09
Anônimo disse...

Vultos de fantasmas que pululam no nosso cotidiano...Uns trazendo pedaços de paz e organização, e outros, o caos. Pelo visto ela parece ser a primeira, e assim como um trabalhador, ao ver o prédio pronto saiu sem preocupação, rumo aos seus próprios problemas. Sábia Marilda. Gratificante ver que cuidou de ti. Pena que saiu sem ao menos "um até logo". Mas, é assim mesmo. Quem sabe um dia vocês voltem a se encontrar pelas andanças da vida.

Parabéns pelo post.

Ass: O viajante

23 de agosto de 2010 14:43
Anônimo disse...

Que saudades da Marilda, tão fofa quando se ofereceu para me ajudar a fazer compras para o meu casamento, adorei Bela, bjs, saudades. Sandra

24 de agosto de 2010 17:43
日月神教-任我行 disse...

ssd固態硬碟 外接式硬碟 餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 External Storage Solid State Drives 關島機加酒 關島婚禮 關島蜜月 花蓮民宿 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 巴里島旅遊 巴里島spa推薦 巴里島機票 巴里島行程推薦 記憶體 情趣用品 情趣用品USB Flash DrivesMemory Cards 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 投資美國物業 美國租金報酬 美國房屋買賣 房地產投資說明會 美國房地產 美國置產須知 美國房屋物件 SD記憶卡 隨身碟 高雄當舖 高雄汽車借款 高雄機車借款 高雄房屋二胎貸款 高雄汽機車免留車

18 de junho de 2015 06:30