segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Mesa de edição

Não tem problema, porque eu voltei a minha vida para alguns minutos antes de eu me levantar do sofá naquele bar naquela noite. O que eu fiz foi reeditar a fita. Em vez de me levantar, fiquei sentada lá, cansada, foi então que a minha amiga sugeriu que fôssemos embora. E a noite acabou assim. Então não fomos apresentados, você não ficou conversando comigo, não nos encontramos on line depois, você não pediu para que eu te fizesse companhia e eu nem reparei no seu sorriso. Não houve também desencontros. E, quando te encontrei por acaso na rua, você era só mais um na multidão, em vez de uma feliz coincidência. Ato contínuo, você também não atravessou a cidade para me ver de madrugada, muito menos experimentou a minha cama. Enfim, só foi mesmo necessário apertar um botão para rebobinar, outro para apagar e pronto, você nunca existiu.

Patrícia - A Solteira

14 comentários:

Andarilho disse...

Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças feelings.

22 de novembro de 2010 00:13
Carol disse...

Putz, total Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças!!

=P

Beijoo

22 de novembro de 2010 01:59
Carla disse...

Ops !
Sem lembranças, sem nada ...

Bjs

22 de novembro de 2010 09:21
Jú... disse...

ok... realmente Brilho eterno de uma mente sem lembranças... como eu faço pra contratar a empresa Lacuna???

=)

22 de novembro de 2010 09:51
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Coisa bonita, Pat. Gostei. E fiquei curiosa tb....

Beijos,

Bela - A Divorciada

22 de novembro de 2010 09:56
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Hum...intrigante esse aí, lôra.
Vamos lançar aí uma enquete: quem ou o que você editaria em sua cachola??

baccios e linda semana

deb

22 de novembro de 2010 09:59
Tuka Siqueira - Ktralhas disse...

Ô... se fosse assim tão fácil!

Boa semana meninas!

Beijos

22 de novembro de 2010 10:45
Jeff Prestes disse...

Nem sempre o vazio é ruim. O não ter - sentimentos, coisas - nos torna ricos em liberdade.

Cito Nando Reis:
Quando não tiver mais nada
...
O seu coração
Acordará!...

Quando não se têm mais nada
Não se perde nada
...
Pode ser o que se for
Livre do temor...

Até...

22 de novembro de 2010 11:13
O Divã Dellas disse...

Cito Ana Carolina:

"O tempo faz tudo valer à pena e nenhum erro é desperdício"

Melhor a frustração de não ter conseguido, embora tenha tentado, do que chegar lá na frente e ter o vazio da inércia.

Beijos. meninas!!

Saudades demais daqui.

Verônica

22 de novembro de 2010 14:14
Ácidas e Doces disse...

Oi Pat
Lindo texto. Infelizmente não fomos programados nem com Delete nem com CTRL+Z.
Beijo
Kézia

22 de novembro de 2010 18:09
Fernanda Crancio disse...

certos momentos realmente pedem uma ilha de edição... de sons, imagens, cheiros. boa sacada, patricia!

22 de novembro de 2010 18:46
Blog Sozinha ou Acompanhada disse...

Total...brilho eterno de uma mente sem lembranças como disseram Carol e Andarilho! Well i wish, I wish, I wish!!!!
beijocas
Mari

22 de novembro de 2010 18:57
Ana disse...

As vezes tenho vontade de me reeditar...

Pena que não existe "reset" na nossa mente.

23 de novembro de 2010 11:10
Patricia Digue disse...

Preciso definitivamente assistir a este filme.

Bjs da Solteira

23 de novembro de 2010 12:42