segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O parceiro certo


Eu juro que nem vi na hora em que ele me tirou para dançar, tamanha a precisão do gesto. Quando me dei conta, estava no meio da roda, em plena salsa, rodopiando. Quem me conduzia era um colombiano que estava na minha turma do curso de Jornalismo Econômico, promovido pelo jornal El País em Madri, Espanha, em 2003. Não, não era um flerte. Não mesmo. O dançarino em questão, inclusive, era um desses homens quietos, calados, de cara boa e que só fazem sorrir. Franzino e branquinho, escondido atrás dos óculos, não dava mesmo bandeira de que era um craque do ritmo.

Imagino que ele tenha me puxado por acreditar que eu, brasileira, tinha mais chances de me garantir nos ritmos latinos que as nossas colegas espanholas. Eu só sei que eu dancei, dancei, dancei. E foi incrível. Quem me visse, podia jurar que eu tinha pós- doutorado em salsa. Mérito meu? Absolutamente! Na dança de salão, é o homem que conduz os movimentos. Assim, de acordo com a habilidade do dançarino, não é preciso fazer mais nada a não ser se deixar levar.

Ao final da música, diante dos elogios de nuestros amigos de España (“Ustedes tienen el ritmo en la sangre”), dei o devido crédito ao pé de valsa. Além daquela noite de rainha da pista, devo a ele uma lição importante: uma mulher pode tudo e é capaz de fazer coisas incríveis, surpreendentes, desde que esteja acompanhada do parceiro certo.

Isabela – A Divorciada

16 comentários:

Ana Magal disse...

Meninas lindasss coloquem o comentário embaixo do post!!!!

Quanto ao texto Isa, concordo plenamente... Com o parceiro perfeito... nos tornamos invencíveis!!!!!

:p

Beijos mil
Ana Magal

29 de novembro de 2010 00:14
Andarilho disse...

Qta responsabilidade pro homem, que tem que conduzir ;)

29 de novembro de 2010 00:16
O Divã Dellas disse...

Oh coisa maravilhosa é dançar... E quando somos conduzidas com maestria é perfeito. Um homem que sabe conduzir bem uma mulher na dança ganha todos os créditos imaginados e não imaginados.
Mas calma, isso não quer dizer que quem não sabe dançar não tenha seus méritos. O homem perfeito, sempre tem o lugar certo na vida da gente.
Mas que é bom demais um parceiro pé-de-valsa, isso é.
(by Cinthya)

29 de novembro de 2010 00:17
Shuzy disse...

Uauuu
Existe algo mais fascinante que um parceiro que sabe conduzir e permite que a mulher brilhe??

29 de novembro de 2010 09:01
Anônimo disse...

Bela,
Que delícia esse momento hein?
Mas tu tens razão. O ritmo certo ao embalo de uma homem certo faz toda a diferença no show da vida.
Isso me lembrou que fazer dança de salão vai entrar para as metas 2011
Beijocas
Cris

29 de novembro de 2010 11:52
Marta Melo disse...

Concordo plenamente!Acho que um parceiro certo nos deixa com forças dobradas,seja na vida amorosa,profissional...Bjs Bela

29 de novembro de 2010 12:25
O Divã Dellas disse...

Que delicia é dançar... Vc se distrai e abstrai, estando na compahia da pessoa certa, então... Aí e é uma maravilha mesmo!

Beijos, Bela pé de Valsa.

Verônica

29 de novembro de 2010 12:35
Anônimo disse...

nossa, que texto machista.

29 de novembro de 2010 13:14
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Adoro dançar!
Adoro a dança da vida.
Adoro homens dançarinos.
Adorei o post!

baccios

deb

29 de novembro de 2010 14:51
Kilson disse...

O parceiro certo precisou selecionar a parceira certa. Ele não pegou qualquer uma para dançar. Não existe parceiro certo, sem a parceira certa.
Ele precisou olhar o ambiente, analisar e por fim concluiu qual seria capaz de acompanhá-lo no baile.
Feito isso foi só bailar e curtir cada passo da dança.
Beijos

29 de novembro de 2010 19:14
Olívia disse...

Adooorei o final do post...

DESDE QUE ESTEJA COM COMPANHEIRO CERTO!!!

Digo o mesmo aos homens. Eles também podem tudo desde que estejam conosco, AHAHAHHAhahAhAhaahAHHh

.Olívia.

30 de novembro de 2010 09:23
Blog Sozinha ou Acompanhada disse...

parabéns Bela...

Concordo plenamente!!!!
beijocas,
Mari

30 de novembro de 2010 11:08
Blog Sozinha ou Acompanhada disse...

nada como o homem certo...bjs
Mari... de novo...

30 de novembro de 2010 11:09
Ácidas e Doces disse...

Bela belíssima
Exemplo perfeito é o Al Pacino, gatíssimo, conduzindo aquela pra sempre sortuda em Perfume de Mulher.
Amo dançar acompanhada. Mas quando é o cara certo... Ai ai
Beijo
Kézia

30 de novembro de 2010 11:16
█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Gostei da vossa apresentação ... é tentador, rs

Quanto ao post... "Quem dança, seus males espanta", rs

Bjooo___incongruente extensivo às moças Autoras e Administradoras do blog...!

1 de dezembro de 2010 16:05
Evelin disse...

Eu havia chegado a esta conclusão quando dei início a minha vida de dança... amei a lição!

Beijos Bela

3 de dezembro de 2010 12:08