quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

O processo de separação de um solteiro

Oi pessoal,

hoje é dia de convidada especial!

beijos

O Trio



Toda solteira tem uma história parecida com a que eu vou contar agora: você conhece um cara e começam a sair. Vocês se dão super bem por alguns meses, ele te dá um fora e acaba tudo. Acertei?

Você se pergunta: o que eu fiz de errado dessa vez? Por que eu ainda insisto nisso? E, depois de muito pensar, chorar e tentar entender, conclui com a clássica frase: “Ah, não quero mais saber disso, vou continuar solteira e independente de ninguém. Que venha o próximo!”.

Acontece que toda separação é triste, mesmo que seja de um rolinho gostoso.
Muitas vezes confundimos a frustração de ter sido mandada para escanteio com o sentimento de fato. E é isso que determina se seu sofrimento irá durar meses ou algumas semanas.

Pensando nisso e com base nos últimos “tocos” que levei, resolvi analisar o processo de separação de uma solteira (que leva o fora).

Primeiros sinais: depois um mês trocando SMS, conversas longas ao telefone, MSN e jantares deliciosos, o cara começa a se ausentar. Desculpinhas como “meu celular estava sem bateria” ou “cheguei e capotei” começam a ser muito constantes. Mas você é paciente, não faz pressão, não cobra. Que ótima garota você é.

Segundo ato: a frequência com que você é solicitada por ele diminui de 5 dias por semana para 5 minutos... na semana. Você pensa “fica calma, ele vai voltar a ser como era”. Você não pressiona, mas tenta chamar a atenção do rapaz. Mandar um SMS com uma frase de caminhão que te fez lembrar dele é uma boa pedida? ERRADO! Você sabe que ele já está caindo fora e ainda assim tenta reconquistá-lo. Essa era a sua chance de dar o fora você mesma.

Terceira e última deixa: você está triste, chateada e sem saber o que fazer. Você começa a postar frases feitas e trechos de música no seu Facebook, Orkut e MSN. Ele, que não é bobo, te chama para uma conversa e fala que anda passando por uns problemas e precisa resolver sozinho. Você morre de pena, se oferece para ajudar, mas ele não quer, não precisa de você. Afinal, “não é você, é ele”.

Aí sua ficha cai e você chora, fica com raiva dele, e fuça todas as redes sociais pra saber se existe uma terceira pessoa. O rapaz continua falando com você, como se fosse um primo de longe que você nem gosta tanto, e depois de duas ou três semanas, some por completo.

É nessa hora que você conta para suas 15 melhores amigas tudo que aconteceu. Elas te deixam lá em cima e te chamam pra sair. É claro que você aceita, pois vai conhecer um novo cara e passar por tudo isso de novo.

Nessas horas é bom ser solteira, não ter que assinar papel de divórcio, nem decidir a guarda dos filhos e poder gritar: Neeeext!!!

Olívia - A Vintona Solteira

27 comentários:

Pri-maceio disse...

Primeiro, adoro o trio..apesar de ter um xodó maior pela bela...adoro o jeito dela escrever...agora em relação a este texte...se encaixa perfeitamente com minhas historiassss...será q você sou eu? rsrs....pq isso acontece c a gente? pq com outras meninas...só precisa ser mais grudentas, cuimentas e ficar uma vez e parece que sempre dá mais certo com ela do que com a gente...q deixa os meninos a vontade...:(

27 de janeiro de 2011 00:46
Clarissa B. disse...

Tô me sentindo assim....
Mas esse processo tá durando meses, meses, meses...
Será que estou ficando louca??
Ainda não consegui gritar verdadeiramente NEXT!!!
Bjo.

27 de janeiro de 2011 01:32
nanda disse...

ADOREI, Olívia!
Eles nos enviam "sinais" e nós não os "lemos"!
E aí vem a tristeza do fora...
E nós somos tão gente boa, inteligentes, bonitas...
Por que de nós "sobrarmos "

ok

27 de janeiro de 2011 01:39
Andarilho disse...

Hahaha, adorei o post.

27 de janeiro de 2011 09:02
Paulinha disse...

Muito bom, oliver!

O engraçado é que essas histórias se repetem há anos e em lugares longínquos. Se repetem ainda nas nossas vidas. E nem assim aprendemos! rs.

Ótimo texto.

27 de janeiro de 2011 09:28
F. disse...

E que venha o próximo, sempre!!!

27 de janeiro de 2011 10:37
Glauber disse...

nossa... como vcs andam pessimistas garotas... vcs é que não estão dando sorte, mas tem mtos caras legais afim de algo sério! não desistam! os homens estão passando pelos mesmos problemas!

27 de janeiro de 2011 11:34
Fabi disse...

Poxa este texto no final faltou colocar que era pra mim, rsrsrsrs, pois cada vírgula acontece comigo, mas minha fase de tristeza antes durava 2 semanas, hoje dura apenas 2 dias no máximo, depois disso com certeza é NEXT!!!! Rsrsrsrsrs
Mas como diz minha mãe, minha avó, minhas tias, o que é seu está guardado, será???
Beijos

27 de janeiro de 2011 11:49
Albuq disse...

Oi Trio!

Olivia, adorei o post! bjs

27 de janeiro de 2011 12:02
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Amei o "Neeeeext", hahaha!!! Bem escorpiano isso, by the way. Identificação total.

Arrepiou,convidada especial!!!

Beijos, gracias, escreva mais para nós,

Bela - La Divorciada

27 de janeiro de 2011 13:12
Patricia Digue disse...

kkkk. Adorei o texto. Principalmente sobre a parte de postar músicas românticas no FB kkk. Olívia, quando eu casar, passo meu posto pra vc aqui no blog. Rs

Bjs da Solteira

27 de janeiro de 2011 13:16
Carol disse...

Hahaha! Muito bom!

Neeext, já!

=D

Beijo

27 de janeiro de 2011 13:44
Olívia disse...

Oooopa!

To gostando dos comentários! rsrsrsrsrs

Meninas, obrigada pela oportunidade, quando der, eu escrevo mais!! rsrsrs

Agora, Diguê... Eu só vou poder entrar no 3x30 quando eu tiver 30 né!? hahahahahah Até lá tem chão rsrsrsrs

Bjos e obrigada mais uma vez....

.Olívia.
www.tudoviraspost.blogspot.com

27 de janeiro de 2011 14:05
João do Espírito Santo disse...

Olivia,

excelente post!

Morri de rir por mais um detalhe: as mulheres fazem as mesmas coisas, hahahaha

27 de janeiro de 2011 16:41
Carla disse...

Olivia,
com certeza é muuuuuuito mais fácil ser solteira e terminar um relacionamento. Se a gente for esperta saber encontrar os sinais e a hora certa de pular do barco...
Menos sofrimento, se não ...

beijos

27 de janeiro de 2011 19:01
Patrícia Costa disse...

É bem isso mesmo...
Já passei várias vezes por essa mesma historinha.
Vida de solteira!!

Ótimo texto!

Abraço!

27 de janeiro de 2011 19:44
disse...

Olivia querida, te acompanhar no Tudo vira post já é uma beleza, ver vc por aqui então, beleza e meia rs. Bem, achei o post muito sincero e real, mas ai lembrei... Putz, tenho 30 né, e na minha solteirice não tinha msn, orkut e nem facebook, será que era melhor?
Beijos!

27 de janeiro de 2011 21:07
prikaren disse...

Aahahha maravilha...melhor mesmo é ser solteira, ando dizendo isso.
Não é q nao qremos nos envolver, é que sempre acontece isso, ficamos tristes e começa tudo de novo.. estes dias mesmo falei que homem romantico nao existe mais. E nao mesmo...eu adorava paquerar nos bailinhos...hj em dia sou atacada nas baladas afff perdeu a graça!!! srsrs
beijosssss

27 de janeiro de 2011 21:24
O Divã Dellas disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Você descreveu o BE-A-BÁ certinho!
Ótimo.
Beijos,
Cinthya

28 de janeiro de 2011 12:30
SAL disse...

Oliveeeeeeeeeer!!!

Não te amo a toa!!!

Amei o post, praticamente um manual!!!

BJO

28 de janeiro de 2011 13:41
ZuZu disse...

Bolívia,

Discordo da parte "sem fazer pressão"...acho que é bom rever esse processo.

Bjs.

28 de janeiro de 2011 14:59
Marta Melo disse...

Uma graça esse post...Já ouvi tanto essa história rsrsrsrs

28 de janeiro de 2011 17:42
Evelin disse...

Adorei.

É o "volta a história do cão arrependido".... depois não querem acreditar que mulher veio para sofrer rsrsr

Certa vez, minha professora de direito penal, disse para turma: "sei quando vcs estao solteiros, aparece frases no orkut do tipo SOU MAIS EU". risadas ininterruptas.

=D

Evelin

29 de janeiro de 2011 00:21
Ácidas e Doces disse...

Ah Olívia, você está certa. Muito passei por isso. Este processo de enterrar a desilusão é difícil, choroso, necessário mas curador também.
Beijo
Kézia

31 de janeiro de 2011 21:35
barbara disse...

Rsrsrsrs
Eu escrevi a minha história e nao estou sabendo?
Quero entender pq todas nós, absolutamente TODAS NÓS passamos por situações EXATAMENTE iguais!
Como objetivo para o próximo mês farei um curso terapeutico de metafisca e decididamente vou descobrir pq nós somos assim! (cá entre nós, que graça teriamos nós mulheres se nao fossemos assim?

2 de fevereiro de 2011 17:43
Ju Nog disse...
Este comentário foi removido pelo autor. 21 de fevereiro de 2011 11:54
Juliana disse...

olha adorei o blog, estou me identificando com praticamente tudo, me separei ha 6 meses, de um relacionamento de 6 anos, as vezes eu nem penso na pessoa, mas de repente a depre vem...
Como eu implantei uma idéia na cabeça de que eu me permitira pensar nele, mas não o quero mais, também me permiti ser uma solteira ligeirinha huahuahuah. Adoro sair na noite, e exatamente o que aconteceu com a Olivia ja me aconteceu nessa época de solteira. Mas não abro mão dela e que venha o próximo huahuahuha
adorei vcs

21 de fevereiro de 2011 11:58