sexta-feira, 27 de maio de 2011

Conte seu dilema: “Ainda sou virgem”

Estamos publicando o dilema excepcionalmente hoje, sexta-feira, em vez de quinta-feira, como de praxe, por causa do aniversário da nossa Débora, que, como vocês puderam reparar, aconteceu ontem.

Nossa leitora traz um tema delicado: a virgindade, em uma idade em que a sociedade – ao contrário da época das nossas mães – cobra que a gente já tenha se livrado dela. Isso mesmo, a pressão (principalmente dos amigos) hoje para que a gente inicie logo a vida sexual é tanta que as meninas normalmente encaram a coisa dessa forma: algo para se livrar.

Nós mesmas temos amigas que perderam a virgindade aos vinte e poucos e até na faixa dos 30. Entre os motivos, a falta de alguém em quem se confie ou por quem se tenha tesão de verdade, e a religiosidade também. Enfim, sofreram como a nossa colega do desabafo de hoje. Vamos à história dela:

Abraços do Trio

“Eu tenho 25 anos e tinha um grupo de amigas na casa dos 30. Uma vez por mês, a gente se reunia para sair e conversar. Sempre foi muito bom e eu gosto muito delas, porém, elas pegavam demais no meu pé por uma questão extremamente íntima: a virgindade. Ficavam eriçadas para saber se eu era virgem e tal. Quando eu falei que era virgem ainda, começou a perseguição! Era marcação cerrada em todos os encontros. Para piorar, o meu primeiro namorado, aos 22 anos, era gay, portanto, não houve sexo, para o meu desespero. E a marcação continuava, por isso, parei de organizar os encontros, fiquei de saco cheio! A minha educação foi normal, sem tabus. A questão é que eu nunca encontrei um cara legal para chegar a tal grau de intimidade. Não sou o tipo que olha para um cara e no momento seguinte já está no motel. Careta? E daí né? Então eu me pergunto como eu poderia fazer para me livrar dessas brincadeiras em relação à minha virgindade, dar uma boa resposta, pois isso me incomoda muito. Acredito que isso é algo muito pessoal e que ninguém tem nada a ver com isso!”

8 comentários:

Anônimo disse...

Olha, isso diz respeito só a vc, mas infelizmente vivemos numa sociedade onde algumas "amigas" precisam se apegar ao problema dos outros...

Ao meu ver, vc tem 2 saídas e deve escolher a q te fizer sentir melhor:

1. minta. da proxima vez q for perguntada seja curta e grossa, sem detalhes. sim, aconteceu, foi ótimo e vc gostou muito. se quiserem detalhes é algo intimo q vc não quer expor.

2. fale a verdade. é algo intimo, uma opção sua, vc está se guardando e não quer banalizar o sexo. mostre que quer ser respeitada quanto a isso e o qto se sente incomodada qdo elas abordam esse assunto com vc. se são mesmo suas amigas, isso vai bastar.

27 de maio de 2011 00:28
Alexandre disse...

Adoro Martha Medeiros e faço dela as minhas palavras:
(...)Quando falamos em virgindade, logo pensamos em sexo, e a partir do dia que o experimentamos, o mundo parece perder seu mistério maior. Não somos mais virgens! Que grande ilusão de maturidade.
Virgindade é um conceito um tanto mais elástico. Somos virgens antes de voltar sozinhos do colégio pela primeira vez. Somos virgens antes do primeiro gole de vinho. Somos virgens antes de ver Paris, Somos virgens antes do primeiro salário. E podemos já estar transando há anos e permanecermos virgens diante de um novo amor.
Por mais que já tenhamos amado e odiado, por mais que tenhamos sido rejeitados, descartados, seduzidos, conquistados, não há experiência amorosa que se repita, pois são variadas as nossas paixões e diferentes as nossas etapas, e tudo isso nos torna novatos.
As dores, também elas, nos pegam despreparados.A dor de perder um amigo não é a mesma de perder um carro num assalto, que por sua vez não é a mesma de perder a oportunidade de se declarar para alguém, que por outro lado difere da dor de perder o emprego. Somos sempre surpreendido pelo que ainda não foi vivido.
Mesmo no sexo, somos virgens diante de um novo cheiro, de um novo beijo, de um fetiche ainda não realizado. Se ainda não usamos uma lingerie vermelha, se ainda não fizemos amor dentro do mar, se ainda cultivamos alguns tabus, que espécie de sabe-tudo somos nós?
Eu ainda sou virgem da neve, que já vi estática em cima das montanhas, mas nunca vi cair. Sou virgem do Canadá, da Turquia, da Polinésia. Sou virgem de helicóptero, Jack Daniels, revólver, análise, transa em elevador, LSD, Harley Davidson, cirurgia, rafting, show do Lenny Kravitz, siso e passeata. A virgindade existencial nos acompanha até o fim dos nossos dias, especialmente no último, pois somos todos castos frente à morte, nossa derradeira experiência inédita. Enquanto ela não chega, é bom aproveitar cada minuto dessa nossa inocência frente ao desconhecido, pois é uma aventura tão excitante quanto o sexo e não tem idade para acontecer.
Parabéns por sua atitude e o que me da esperança é saber que ainda existem pessoas como você.

27 de maio de 2011 00:34
Anônimo disse...

Já conversou com elas que essas brincadeiras te encomodam? Se já e elas continuam, tá na hora de começar a procurar novas companhias. Amiga de verdade não faz isso não. Aconselha, tira dúvida, procura entender os motivos e apoiar. Eu acho que a primeira relação sexual tem que ser com quem a gente se sinta segura mesmo. E na boa, quando chegar a hora você não vai ter dúvidas. Quando pensar que vai, já foi, rss...acredite, é mais simples que você imagina.
Boa sorte!
Selma.

27 de maio de 2011 00:59
Andarilho disse...

Ou vc mente ou arruma outras 'amigas'.

27 de maio de 2011 09:22
Evelin disse...

Compartilho do mesmo entendimento do pessoal aí: mente, fala o que sente, e se ainda não compreenderem você, troque de amigas =)

Boa sorte.

Evelin

27 de maio de 2011 13:03
Samira disse...

Incrível como tem um povo besta que se assusta tanto com o que é diferente da maioria.
Você pode manter o bom humor simplesmente dizendo para elas continuarem dando o rabo e o que mais quiserem ao invés de falar da sua vida.
Pronto falei

27 de maio de 2011 14:41
João do Espírito Santo disse...

hauauhauhauhua, rolei de rir ao ler o cometário da Samira, hahahaha, nada a acrescentar.

27 de maio de 2011 20:46
日月神教-任我行 disse...

ssd固態硬碟 外接式硬碟 餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 External Storage Solid State Drives 關島機加酒 關島婚禮 關島蜜月 花蓮民宿 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 巴里島旅遊 巴里島spa推薦 巴里島機票 巴里島行程推薦 記憶體 情趣用品 情趣用品USB Flash DrivesMemory Cards 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 投資美國物業 美國租金報酬 美國房屋買賣 房地產投資說明會 美國房地產 美國置產須知 美國房屋物件 SD記憶卡 隨身碟 高雄當舖 高雄汽車借款 高雄機車借款 高雄房屋二胎貸款 高雄汽機車免留車

18 de junho de 2015 01:19