segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Perdeu, playboy

"Vamos tirar uma foto do seu celular? O meu está quase sem bateria". Ele estava ali, na minha frente. Lindo e feliz por estar comigo. O sentimento era recíproco, eu não podia estar me sentindo melhor, mais leve, mais encantada. Telefone em punho, me dei conta: meu limite de imagens estava preenchido, seria preciso apagar alguma coisa para garantir aquela fotografia. Eliminei o retrato do filho de uma amiga, ele cresceu, está tão bonito maiorzinho agora, faço outra depois. "Tiramos mais uma?" Sim, aquele momento merecia bis. Mas quem ia sair da memória do meu telefone agora? Foi aí que eu deletei você. Mesmo com aquele sorriso de comercial de pasta de dente que você me deu numa dessas madrugadas. A madrugada que veio depois da noite de uma segunda-feira glamurosa. Lembra? Tenho certeza que sim.

Perdeu, playboy. Não me leve a mal, mas dessa vez eu apaguei você.


A Divorciada