sábado, 5 de junho de 2010

O dia que Darth Vader me ligou

Era logo depois do almoço e as várias abas do Firefox davam conta de um segundo round dureza de trabalho naquela quarta-feira. Ou seria quinta? Vai lá... Celular posto na mesa, cafezinho turbinado e bem quente para refazer o ânimo. O telefone toca, o visor avisa "número particular". Não gosto de atender chamadas assim.

Mas vai que é alguma coisa séria? Ou mais divertida? A curiosidade fala mais alto e digo "alô?". Do outro lado, uma voz cavernosa responde, entrecortada por alguma pomba pousada na antena da companhia telefônica. Como num sussuro rouco, desconectado, a voz emite um outro "alô" em resposta. Fico intrigada, a um passo de tremer nas bases. Número particular e voz sinistra, seria um trote de sequestro? Tudo passou pela cabeça.

Digo "alô" outra vez, a entidade responde "alô" de novo, e tudo fica ainda mais sinistro. Na boa, achei que era o Chico Xavier me ligando do além. O boi na linha continuou por alguns segundos, produzindo pensamentos paranóicos com um quê de comédia dos erros. Até a hora que escuto do outro lado "Gio?!?!"

Pera lá?! Essa voz me conhece e pelo apelido. E não é que, agora, a entidade do outro lado da linha me soou familiar? Daquele ponto em diante, passei a não entender mais nada. Muito encafifada só disse "sim"; pelo menos, o espectro vocal sabia quem eu era. Mais alguns minutos naquele papo estranho e talvez começasse a crer que eu era a Princesa Lea.

E a voz outra vez me chama para a realidade: "Gio?!?!". "Sim, sim, sim!", respondi quase em desespero. "Gio, é a Débora!" Aí já era demais! Como assim? Débora?!? "Menina, onde você está? Caiu num buraco?" Pronto, qualquer tentativa de estabelecer um diálogo descambou para uma sucessão de gargalhadas dos dois lados da linha. Como pode aquela voz ser a da Dé? Uma sucessão de teorias loucas sobre onde ela poderia estar - num buraco, em outra dimensão, sabe mais Deus onde - pipocaram vertiginosamente. Assim como as risadas, totalmente descontroladas.

Mas uma coisa ainda não fechava...

Ok, era a Dé, mas aquela voz lembrava outra pessoa, na verdade, um personagem. "Dé, hoje foi o Darth Vader quem me ligou". Era isso, era a voz dele, do Vader.

Só faltava vê-la com a roupa negra do Jedi torto. O mais difícil, aquela voz que Hollywood fez o mundo conhecer, já tinha sido reproduzida de forma fidedigna em condições precárias de efeitos especiais.

Ou melhor, graças aos defeitos especiais das linhas telefônicas. Neste dia, até que o Vader fez uma boa ação. Nada como rir de um grande engano e ainda trocar um dedo de prosa com uma amiga querida. Vader, valeu demais!

PS: Buscando fotos para ilustrar este post, eis que encontro esta do próprio lendo Harry Potter. Já tinham pensado nisso antes? :O)

Giovana - está solteira

7 comentários:

Andrea Pagano disse...

kkkkkkk
Muito bom o post!
O pior é que tem coisas que acontecem muito sinistras e que depois que passa não tem nada haver, mas na hora...Tipo barulhos assim em casa..aff!

Hoje em dia a gente vive sob um estress tão grande, por conta da violencia de sequestros relâmpago, trotes vindos de presídios e não sei mais o que, que a cabeça em segundo vai a mil, pensa só nas coisas do mal...mesmo que ainda sejam os personagens mais temerosos...rrsrsrs

Bjs

5 de junho de 2010 10:59
Marcos disse...

Porque uma pessoa utiliza o numero privado? Sempre acho que essas pessoas devem ter algo a esconder.

Meu telefone pode bloquear a minha identificação, mas se eu estou ligando para pessoa e ela não quiser me atende, pelo menos não perco meu tempo...

Darth Vader deve estar escondendo algo de alguém...rs...rs...rs

bjs

5 de junho de 2010 12:41
Ronise Vilela disse...

Medo se o Darth Vader te ligasse e também revelasse que era seu pai!

Bjks,

Ronise

5 de junho de 2010 18:52
Andarilho disse...

Hahaha, é que a Deb deve ter passado momentaneamente pro lado negro da força.

5 de junho de 2010 23:50
Gerlaine disse...

Ligação do Darth Vader deve ser mesmo um tanto tenebroso.
Mas se bem que estranhamente eu gosto do Vader. =P

Muito bom o blog de vocês!

6 de junho de 2010 12:46
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Gio!!

Tá certo que minha voz é grossa e um pouco cavernosa, mas Darth Vader é óoootemo!!! hahaha

Vc esqueceu de dizer a parte mais engraçada: eu te liguei por engano!!! Tava ligando para outra amiga minha e liguei errado, kkkkk.

E o número desconhecido é culpa da firma onde eu trabalho, eles que colocam assim no fixo. Qdo ligo do celular, todo mundo sabe que sou eu ligando, =P

Prometo fazer ameaças malignas da próxima vez, hehe.

bjsss

deb

6 de junho de 2010 16:24
Evelin disse...

Garota de muita coragem vc!!! xD

11 de junho de 2010 11:25