quinta-feira, 17 de junho de 2010

Um país ainda partido

Vista para o mar: Cidade do Cabo
A festa era numa balada concorrida da Cidade do Cabo. E olha que estava lotada, isso em pleno domingo. Como Cidade "do Cabo" até no nome, aquele lugar venta e venta gelado. Ainda mais quando se está do lado de fora, esperando na fila a sua vez de entrar. O grupo de amigos mais parecia convenção de Copa do Mundo: tinha a brasileira, o mexicano, o inglês, o austríaco, a peruana e por aí vai...


Horas esperando, fizemos amizade com o simpático leão de chácara, que ria e comentava as asneiras que cada um dizia. O São Pedro da balada cuidava do entre-e-sai com firmeza e educação. Aqui no Brasil, ele certamente iria fazer a diferença. Lá, deve ser regra agir assim. O segurança era negro e, lá dentro, só os brancos se divertiam. O bairro beira-mar reúne a fatia bem-nascida daquele lugar. Naquela redondeza, só existe a classe média alta dos brancos. A África do Sul ainda é um país partido.

Estive na África do Sul no final de abril, o clima era de corrida contra o relógio, a Cidade do Cabo havia transformado-se num canteiro de obras gigante, com direito a ponte inacabada, cortando a cidade; e faltando só o miolo para completar. Sobre o "entulho" recém-criado da engenharia a previsão era sem previsão. Isso te lembra algum lugar?

Na foto: Canteiro de obras do Green Point
Os homens que trabalhavam nos canteiros de obra eram todos negros. Isso te lembra algum lugar? O apartheid como entrou para a história não existe mais. Mas tem outro e esse nós, brasileiros, conhecemos bem. É aquele velado, que aprova o que o rótulo social diz pode fazer e castra quando um toque de ousadia é meio caminho andado para fugir do status quo.

Nas áreas turísticas, perambula a mesma prostituição que se vê nas praias de Fortaleza. Só que igualmente velada, porém não menos direta ao ponto. Vi uma destas meninas. Magra e aparentando 18 anos no máximo, circulava pelas mesas dos restaurantes e escolhia quem abordar. Na sequência, entrava a cafetina, tão simpática quanto uma vendedora de loja de sapatos. Só que o produto dela é outro. Tudo assim, à luz do dia. Sem bolsinha rodando, mas com direito a torpedo no guardanapo para o gringo bonito, informando o telefone.

Mas lá é também o país da natureza exuberante, do sorriso aberto dos sul-africanos quando nos reconhecem como brasileiros. Ou os bafana bafana revertem o placar a favor de si mesmos ou logo, logo, vão perder a própria torcida para outra seleção canarinho. Há momentos em que é possível perceber passos que, como país, o Brasil já deu só que de outras maneiras, em ritmos distintos e com resultados diferentes.

A Table Mountain, meio encoberta
A beleza escancarada das coisas boas e os absurdos velados de um regime que terminou mas fez questão de deixar as suas marcas. A África do Sul ainda é um país partido. Isso também te lembra alguma coisa? Se sim, fica para mais tarde porque agora a bola está rolando e não dá para pensar em mais nada.


Giovana - está solteira

7 comentários:

Andarilho disse...

Muito legal esse post.

17 de junho de 2010 09:06
Albuq disse...

Adorei o post! Não sei se foi pelo apanhado que você fez ou se pelo o carinho especial que tenho pela África.

bjs Gio

17 de junho de 2010 09:20
Carol Garcia disse...

ótimo post.
estamos embalados pela copa e esquecemos de ver o que está abaixo da festa, na realidade do local.
bjo
carol
http://viajandonamaternidade.blogspot.com

17 de junho de 2010 09:57
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Nossa, Gio, adorei esse post!!!
Consegui visualizar tudo isso que vc descreveu!!!

Morro de vontade de conhecer lá.

Espero que 2014 não seja tão traumatizante como eu imagino que será, rs.

(me conta mais dessa viagem!!)

beijão

17 de junho de 2010 13:02
Denise Kelen disse...

olaaá.resolvi fazer parte. posso?dá licença,viu? (risos).licença tb pra citar vocês no meu espaço.
Passarei sempre por aqui pra ter noícias.. beijos, Denise

17 de junho de 2010 17:22
miguel disse...

Muito legal o post. valeu......

17 de junho de 2010 19:09
Nina disse...

Que legal, adorei saber mais sobre a Cidade do Cabo!!

Valeu, parabéns!

Beijo

17 de junho de 2010 21:10