segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Adoro a praticidade masculina

Uma amiga andava mal pelo fim de um relacionamento longo. Naquela fase de saber que o fulano não valia lá muita coisa, mas ainda querendo pagar para ver, acreditando. Detalhe: além de mala, o cara era feio, bem feinho. Mas, como o coração tem razões que a própria razão desconhece e nós, mulheres, vemos muito além da beleza, tudo bem.

Um belo dia, na praia, na companhia das amigas, ela encontra o dito cujo. Foi quando o marido de uma integrante da turma, que não conhecia a figura e, digamos, não é a pessoa mais delicada do mundo, disparou:

"O que? É por isso daí que você está sofrendo tanto?"

Nada como a praticidade masculina para fazer a gente enxergar o óbvio, não é mesmo? Thanks God, não demorou muito tempo para a minha querida voltar a ver a luz.

Beijos,

Isabela - A Divorciada

13 comentários:

SAL disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkk... acontece!! e acontece muito!!

nós, mulheres, adoramos um drama e uma boa dose de exagero nesses amores implacáveis com imprestáveis errados né?! mas aí é que tá a graça... a gente de uma hora pra outra, se surpreende e olha em volta pensando "como foi que eu fui amar aquele cristão?"

e aí a gente rir do que era meio platônico... e do que é real (pelo menos no momento!).

a gente aprende a rir das nossas trocas de prioridades... rir das insanidade que fazemos... rir também lembrando de como era tudo pertinente no tempo da paixonite cega... hahaha

é bom demaaaaaaaais ser mulher!!!

bjo Belíssima!
e volte sempre ao "nunca soube se prestava"

4 de janeiro de 2010 02:28
Andarilho disse...

É tb pq muitas vezes, a gente está apaixonada pela ideia da paixão, e não pela pessoa em si.

4 de janeiro de 2010 08:51
Paloma, a mãe disse...

Cara, Andarilho, vc disse tudo! Estas paixões, aliás, são as piores. Obsessivas e por vezes patológicas. Mas acho que, infelizmente, todo mundo passa por isso uma vez na vida. Algumas pessoas, várias.

4 de janeiro de 2010 09:19
Beta disse...

hauheuaheuahuea

vantagens de ter amigos homens!

e todos na luta

Feliz 2010

Beijoooos

4 de janeiro de 2010 09:59
Déia disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Um Viva para a falta de educação e praticidade masculina!!
rsrsrs

bj

4 de janeiro de 2010 10:10
Tânia Tiburzio disse...

Concordo com Andarilho! A ideia da paixão e que às vezes nos apaixona.
Beijos!!

4 de janeiro de 2010 11:17
keila lima disse...

Na proxima vida eu nasço homem e não vou precisar me dedicar a ser magra!!

4 de janeiro de 2010 15:13
As primas disse...

ahhhh claro
eles são muito práticos...

A gente pode ver a atitude do cara na balada, por exemplo...


(hummm, hoje eu quero aquela loira gostosa)
Passa um tempo, leva um fora e vem um novo pensamento.

(Pensando bem, quero aquela morenassa).

E por aí vai hhahahaha

Olívia

4 de janeiro de 2010 15:45
Azedinha Doce disse...

Meninas, adoooro o site de vocês... É muito bom fofocar e trocar experiências... Nós falamos tanto dos homens mas às vezes são eles que nos tiram do buraco, exatamente como o exemplo do post... Chega a ser irônico, não? Fiz um site para nosso doce deleite... Deêm uma espiadinha e deliciem-se sem moderação... http://benditoentreasmulheres.blogspot.com/
Grande beijo

4 de janeiro de 2010 19:19
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Verdade, eu também invejo essa praticidade. Mas ó, às veiz acho que é pura casca, que no fundo no fundo, eles são é bem enrolados!!

(ou só eu tenho essa capacidade incrível de atrair os enrolados??)

debiiiis 2010!!

4 de janeiro de 2010 20:44
Anônimo disse...

Adoooooooooro essa objetividade masculina! É muito boa e resolve muita coisa rapidamente, né não?
Feliz 2010 prá toooooooooodos e toooooooooodas.

Marcia A.

4 de janeiro de 2010 23:35
Daia disse...

Rsrs como dizem,
Ex é igual vestido velho.
Depois que passa a gnt olha e pensa:
"Como é que eu já tive coragem de sair com aquilo?!" kkk

Bjs meninas
Mto bom o blog..encontrei um dia fuçando na net
http:

5 de janeiro de 2010 22:20
Silvana Alves disse...

adoro isso...
homens práticos.. nem em tudo
na maior parte das vezes mais confusos que nós mulheres
imaginei essa cena....

6 de janeiro de 2010 08:37