domingo, 17 de janeiro de 2010

Sexto sentido com a cabeça deles

Bobas são as mocinhas que adotam o pior do universo masculino. Aquela praticidade rascante, a atitude agressiva de quem acha que pode tudo, reafirmando através de frases e ações uma auto-estima que deve viver lá no pé.

Tem também outro triste exemplo de leitura equivocada, a das que resumem os moços a pintos ambulantes, como se isso fosse uma grande revolução. Nestes casos, melhor abrir uma borracharia, pois não há salto alto, roupa cara, perfume bom e toneladas de charme óbvio que disfarcem o estrago já feito na personalidade destas donzelas, como diz um amigo meu, "trabalhadas no erro".

Porque não adicionar ao nosso sexto sentido, a maior habilidade social do macho em relação às mulheres. Você nunca teve a sensação de ser um dos nomes no páreo? Nunca, nunquinha? Se a resposta for não, querida, você só saiu com gênios nessa habilidade. Como os geniais neste quesito não são a maioria, melhor parar de se enganar.

Sim, muito deles sabem administrar a agenda. Porque não fazer o mesmo? Olhar de forma clara e objetiva onde estão as suas maiores e melhores chances, quando e onde investir melhor. E tentar. Não deu certo, passe a caneta em cima do nome, risque do caderninho. Parece meio frio né? Mas isso poderá lhe poupar um tempo precioso. Até para decidir que, por enquanto, o que anda aparecendo não é interessante o suficiente.

O que há de errado? Às vezes, umas histórias adquirem um sabor de que as pessoas envolvidas gostam de passar perrengue na vida afetiva. Elas sofrem e estão curtindo, embora não admitam. Depositam todo o resultado da situação pelo próprio fato de estar no olho do furacão. O centro da tormenta atrapalha a visão, é verdade. Só que uma hora é necessário se projetar para fora desse lugar e ver sob outra perspectiva. O coração pode estar partido e não deve impedir a decisão de pular fora.

Saiu da tempestade, então toca a bola pra frente. Olha a sua listinha, repense no que anda aparecendo e distribua o seu charme de forma inteligente por aí. Uma hora o radar vai avisar que tem alguém interessante no pedaço.

Giovana - A Solteira

7 comentários:

Paulinha Costa disse...

Este conselho eu diria que vale ouro! Tem tanta mulher por ai trabalhada no erro que dá dó.
Eu conheço esta habilidade e vale muito, mas muito tempo de economia de tempo perdido em histórias sem sentido, sem futuro e sem alegria.
Bjssss

18 de janeiro de 2010 00:36
Vi disse...

Muito embora eu leia o blog com alguma frequencia, acho que esta é a primeira vez que deixo um comentário...

Das três que aqui escrevem, os seus textos parecem-me os melhores, creio que pelo fato de o meu estado civil e provavelmente experiencias serem mais proximos ao seu!

O curioso é que já me acostumei co o estilo, começei a não ler a autoria dos textos quando venho aqui e percebi que sempre reconheço os seus, acho que me acotumei com o estilo!

Parabens pelos textos e pelo fato de ter conseguido alcançar nitidamente um estilo proprio!!!


Abraços,

18 de janeiro de 2010 10:22
Andarilho disse...

Que injustiça, vcs conseguem incorporar essa habilidade, mas nós homens não conseguimos ter o sexto sentido das mulheres, hahaha.

18 de janeiro de 2010 11:15
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Oi Vi,
pôxa, obrigada pelos elogios e pelo carinho. :O)

Continue sempre nos prestigiando e, por favor, comente sempre, sempre! Os comentários dos nossos leitores nos inspiram e, também, nos desafiam.

Beijo carinhoso, Gio

18 de janeiro de 2010 11:24
keila lima disse...

"...das que resumem os moços a pintos ambulantes, como se isso fosse uma grande revolução. Nestes casos, melhor abrir uma borracharia..."

Nada pior do que uma mulher machucada e estremista!!

18 de janeiro de 2010 12:01
keila lima disse...

**extremista!

18 de janeiro de 2010 12:01
Willian disse...

Sinto muito, porém no ponto de vista evolutivo isso não existe. Quem escolhe é o macho. A mulher "faz propaganda".

Pareceu machista, mas não foi.

19 de janeiro de 2010 00:57