domingo, 12 de setembro de 2010

Mal dotado e mal educado

Essa é uma história que eu ouvi de uma manicure, há bem pouco tempo. Aconteceu com uma cliente dela, que aqui vamos chamar de Lúcia. O outro personagem envolvido a gente pode batizar de Luiz. À trama: Luiz sempre foi para Lúcia o homem perfeito que desde a infância ela via como um bom amigo e nada mais. Loiro, lindo (com direito a olhos azuis), bom profissional, gentil, querido e disponível aos 30 e poucos. Um certo dia, ao terminar um namoro, ela decidiu dar uma chance ao moço, por que não? E aceitou sair para jantar com ele.

O encontro foi ótimo, tanto que rendeu novos convites, bares, baladas e, uma noite dessas, uma esticada a um motel. Foi ali que ela descobriu uma certa imperfeição naquele homem acima de qualquer suspeita. Isso mesmo, minha gente, o moço não era, digamos, bem dotado. Sem graça com a revelação, ela foi educada e disse que preferia não continuar, sem apontar especificamente um motivo. Antes de prosseguirmos, um adendo: o 3xtrinta defende a bandeira de que, mais importante do que o tamanho do instrumento, é a habilidade de quem o conduz. Além do que, o que é pouco para uma pode ser bom para a outra.

Voltando à Lúcia, qual não foi a sua surpresa ao descobrir que, pouco tempo depois, Luiz espalhou para TODOS os amigos em comum que a história deles não avançou porque ela era frígida. Furiosa, com toda a razão, ela partiu para o ataque e revelou ao mundo que o problema dele, para ela, eram os centímetros a menos nos países baixos.

Eu sei, eu sei, também foi baixaria ela devolver o gesto dele na mesma moeda. Teria sido mais elegante deixar as coisas no ar, ignorar o mala e tirar de menos. Mas eu entendo a raiva dela. Não foi demais o cara colocar nela a culpa por uma química que simplesmente não aconteceu entre os dois? Não é de um machismo sem tamanho expor que, se não houve sexo, foi por um problema dela? Ou seja, dando a entender que ele é tão viril e maravilhoso que, se ela não quis, só pode ser frígida? Eu fiquei com ódio só de ouvir. E, do meu canto, sem fazer ideia de quem Lúcia seja, desejei a ela mais sorte com os homens daqui por diante.

Meninos, amigos, queridos leitores deste blog: vamos manter a classe. E preservar a intimidade alheia. Não agradou desta vez? Melhor guardar energia para fazer bonito na próxima. Independentemente de qual for a sua centimetragem.

E tenho dito.

Isabela – A Divorciada

18 comentários:

Andarilho disse...

Nessa história, ambos foram mal educados.

12 de setembro de 2010 00:15
blog da Re disse...

Esse cara precisa de um chá de simancol, né?!!
nossa, "simancol" é do fundo do baú! rsssss

é chocante, mas tem muiiito homem assim por aí, incapaz de admitir seus defeitos, sem cavalheirismo e moleque! afff...

12 de setembro de 2010 00:17
Camilinha disse...

Ai Meninas, mas é cada uma né!
Eu passei recentemente por um "causo" parecido...o infeliz não saiu contando pra galera, mas ficou se fazendo de bam bam bam, tipo insinuando que eu tava perdendo grande coisa...sendo q madre mia, o brinquedinho era menor q meu dedo mindinho, sem nehuma mentira, e ainda tinha a "pilha fraca" (se é que vcs me entendem..rs!) E ele é um medico, americano, bem sucedido...ai ai ai, fiquei ate com do do moço! Cada uma viu!

12 de setembro de 2010 01:20
O Burro que chora disse...

kkk!
Só rindo...
Trocas de gentilezas dessa forma ninguém merece...
É de fazer o Burro Chorar mesmo...
Meninas do 3x trinta no blog tem um texto lindo sobre Amor Incondicional vcs poderiam entrar em contato com a Mariana e publicar também muito lindo...
felicidades

12 de setembro de 2010 09:26
Blog Sozinha ou Acompanhada disse...

Belinha, concordo que foi infantilidade extrema do cara sair por aí falando que ela é frigída, agora ela entrou na dele e o difamou também.... meio babaca da parte dela tb!
Pessoas inseguras sexualmente é um PORRE!!!!
BEIJOCAS,
Mari.

12 de setembro de 2010 13:35
Kilson disse...

Infelizmente isso é muito comum no nosso universo masculino - contar vantagem.
Esse cara errou feio, mas ela o merecia, porque se colocou no mesmo nível dele.
Baixarias à parte, vai lá se saber qual dos dois fala a verdade. Não é mesmo?

12 de setembro de 2010 20:51
Carol disse...

Senti vergonha pelos dois.

Mas ele conseguiu superar a palhaçada. Rsrs

Beijos, Bela.

12 de setembro de 2010 20:57
Maria Valéria disse...

É fácil condenar a moça por ter agido no mesmo nível de baixeza do cara.Sei muito bem a vontade que dá de dar o troco na mesma moeda, pq isso já aconteceu comigo( não a mesma história, evidentemente...mas do fulano inventar coisas a meu respeito qdo a relação- blargh- não deu certo) acabei não devolvendo na mesma moeda, por questão de segurança pessoal, além de exposição desnecessária que fatalmente atingiria a mim e a minha familia, inclusive profissionalmente( minha familia é de cidade do interior, já viu, né?)então sei muito bem o sentimento de indignação dessa moça e a raiva que dá não poder dar o troco.
Acho muito fácil dizer " não desça no nivel dele", pq quando a coisa acontece com VC, bem... o bicho pega e o sangue sobe...
Hoje, acabei dando o troco de outra maneira: vivendo minha vida muito bem e muito feliz( essa sim, é a melhor maneira de se vingar, acreditem.. e muito mais gostoso). bjs ;)

12 de setembro de 2010 21:07
Anônimo disse...

adorei a reaçao dela,homem que se preza mantem em sigilo oque é bom pra ele pq o mal,nunca é aceitavel para ambos.Da proxima vez se ,eu disse se,ela quiser,mim procura....

12 de setembro de 2010 23:19
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Os dois foram indelicados.

O que acontece na alcova, morre na alcova. A gente só conta para as amiguinhas e, ainda assim, com reservas.

beijos

deb

13 de setembro de 2010 12:14
•*♥*• Sanzinha •*♥*• disse...

Oi, gente!
Faz tempo que não comento por estas bandas. O que não quer dizer que eu não venha aqui ler, viu?
Vcs sabem, às vezes a gente só passa e lê, deixa pra vir comentar depois e, com a correria, acaba não vindo e adiando.
Realmente, ambos foram mal educados... mas olha só: eu não garanto que eu, no lugar dela, não tivesse feito a mesma coisa na hora da raiva... Vai saber. Só passando por uma situação assim pra sabermos nossa reação.
Mas o cara... que tipinho, hein?

Beijos pra vcs, lindas!

13 de setembro de 2010 21:04
Evelin disse...

Cara estúpido... entendo a moça da história, nao sei se a atitude dela foi a mais acertada, mas acredito que fartia o mesmo rsr... qndo EU terminei com meu último namorado ELE disse para todos nossos amigos em comum que ele me deixou pq nao me suportava mais!!! devolvi na mesma dose... horrivel neh. Enfim.

14 de setembro de 2010 23:44
DayseCosta disse...

oi meninas,adorei o blog de voces parabéns ,quanto ao não dotadotem vários por esse mundo mundo dando uma de gostoso e na verdade nada.....bjs

15 de setembro de 2010 09:33
Professor disse...

Dupla infelicidade. Afinal isso não é uma deficiencia fisica, raros são os bem dotados, a maioria fica entre os normais (13 a 16 cm) mais do que suficientes para dar prazer a maioria das mulheres normais.
Alem do mais há um velho ditado que diz : o que é melhor um baixinho brincalhão ou um grandão bobão.

20 de janeiro de 2011 01:33
Flavio disse...

A moça da historia em bem tipinho pois, pq se o cara era legal e tudo mais, precisava deixar de transar com o cara so por causa do tamanho??? será q essa moça é tão perfeita assim??? dúvido e muito! mas o cara também mandou super mal, deveria ter ficado na dele, ela com certeza iria encontrar algum cara que deixaria de ficar com ela por alguns de seus possíveis defeitos.

21 de julho de 2011 14:18
Anônimo disse...

O cara fez errado em sair falando bobagem dela... mas ta muito obvio que a culpa é dela, pq rejeitar o cara só porque ele tem o pênis menor? será que ela não tem defeitos??

Meninas, amigas, queridas leitoras deste blog: vamos manter a classe. E preservar a intimidade alheia. Ninguém é perfeito, certo? Melhor tentar antes de recusar, larga o preconceito. Ou assuma logo como uma puta e pergunte antes pro cara se ele é bem dotado, nenhum cara com penis pequeno vai acreditar nas mil mentiras q vc contar pra ele tentando disfaçar o verdadeiro motivo, ele saberá com certeza ficará magoado e poderá fazer o cara na historia fez ou pior! então se vc gosta de pau grande seja uma mulher verdadeira se assuma como puta e evite este tipo de transtorno.

11 de novembro de 2011 10:26
Anônimo disse...

Eu desconfio de mulher que deixa de transar de um cara por causa do tamanho do pênis, assim, de saída, sem nem dar uma chance. Parece um jeito de culpar o outro pelas dificuldades, sejam quais forem. Eu jamais deixaria de transar com uma mulher sem peito ou sem bunda e se eu estivesse apaixonado, então, por favor, que ridículo.

2 de agosto de 2013 12:44
日月神教-任我行 disse...

ssd固態硬碟 外接式硬碟 餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 External Storage Solid State Drives 關島機加酒 關島婚禮 關島蜜月 花蓮民宿 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 巴里島旅遊 巴里島spa推薦 巴里島機票 巴里島行程推薦 記憶體 情趣用品 情趣用品USB Flash DrivesMemory Cards 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 投資美國物業 美國租金報酬 美國房屋買賣 房地產投資說明會 美國房地產 美國置產須知 美國房屋物件 SD記憶卡 隨身碟 高雄當舖 高雄汽車借款 高雄機車借款 高雄房屋二胎貸款 高雄汽機車免留車

17 de junho de 2015 20:31