sábado, 20 de fevereiro de 2010

Em defesa das loiras


Pesquisa feita pela Phillips e divulgada essa semana indica que 60% dos homens preferem casar com morenas. Para os 1,5 mil entrevistados no levantamento, as loiras são menos “confiáveis”. Tem mais: segundo a metade dos rapazes ouvidos, mulheres de cabelo claro são mais adequadas para relacionamentos casuais.

Gente, era só o que faltava, né? Já não basta o estereótipo de burra? Para que tamanho massacre? Estamos falando de mulheres, não de seres classificáveis por uma dada característica física. Nunca tingi o cabelo de loiro, mas gosto quando o meu cabeleireiro deixa uns reflexos mais claros aqui e ali sempre que renova a tintura. Não encarei as luzes californianas que ele me ofereceu muito no ano passado, mas acho divertido ser um pouquinho loira num fiozinho ou outro.

Assim, apesar de querer nascer ruiva na próxima encarnação (como elas são lindas, não?), essa Divorciada aqui repudia qualquer forma de preconceito contra as loirudas. E deseja um ótimo finde para mulheres de todos os tons de cabelo. Especialmente para as “galegas”, como a gente diz lá no Nordeste.

Beijos,

Isabela – A Divorciada

13 comentários:

mulherpolvo disse...

Ai, menina, sempre fui tachada de "pouco confiável" por ser loura. Durante o meu noivado, tratei de escurecer o cabelo e me casei morena (pra enganar o padre!!) Só voltei a ser loura depois da separação. É que a pesquisa não disse, mas, se as morenas se casam mais, também levam mais chifres.
Vou levando minha vida, linda e loura, com consciência de que não sou pra qualquer bico, não, senhora!
tem que ser MUITO homem pra andar ao lado de uma loura com cara de sapeca.

20 de fevereiro de 2010 07:20
Albuq disse...

Gennnnnnnnnnnnnnnnnnnnte que absurdo a cor do cabelo determinar o caráter da pessoa desse jeito?! CHOQUEI! Sou morena, mas se tivesse um tonzinho mais claro já teria me arriscado, vivo de cabelos vermelhos por fugir mais da monotonia do preto. Acho que a gente tem que ter a cor que nos faz feliz, e isso é o que importa!
bjs meninas, e ótimo final de semana!

20 de fevereiro de 2010 09:42
Andarilho disse...

Eu prefiro as morenas, mas não tenho nada contra as loiras.

Cor de cabelo não tem nada a ver, até porque hoje em dia, quem é que mantém a cor original? ;)

20 de fevereiro de 2010 10:08
Adriano Espíndola Cavalheiro disse...

Como a opressão em face às mulheres age de forma sucinta!

Tenho 37 anos. Lembro que na minha pré-adolecência, adolescência e, ainda, nos primeiros anos do ano de minha juventude, as loiras eram a preferência de todos!

Mas, ao mesmo tempo em que as mulheres galgaram mais espaço na sociedade, para evitar a emancipação verdadeira de nossas companheiras, na mesma velocidade vimos crescendo campanhas difamatórias e preconceituosas contra as mulheres, tipo o nojento estereótipo de que "por natureza a mulher dirige mal", de que as "louras são burras", "louras são para casos" .

Estereótipos, via de regra, reproduzidos "por piadas inocentes", servem para manter o status quo, que é o de exploração da maioria dos homens e das mulheres, por uma minoria rica, pobre e hipócrita!

Contra toda a opressão!

20 de fevereiro de 2010 10:17
Anabel disse...

Olá gostei de seu blog! Parabéns!
Gostaria de fazer parceria???
Visita meu blog e me dar uma resposta?
Caso seja confirmado, colocarei seu link no meu blog ou seu banner...
Beijinhos!

http://amordeanabel.blogspot.com/

20 de fevereiro de 2010 11:03
Nina disse...

Ahaha, valeu aí pela parte que me toca!
Putz, por causa de um comentário, resolvi escurecer um pouco o cabelo no começo do ano.. Só que eu era a única mulher do mundo que não sabia que tintura é uma m... pro cabelo, né? Resultado... Ficou lindo uns 15 dias, depois clareou de novo - só que com um tom meio abóbora. Meu cabelo ganhou vida própria e agora tô tendo o maior trabalho para ele voltar ao normal! Ai, tingir de novo, só quando estiver de cabelos brancos, viu?
Me deixem ser loira em paz, ahahahaha!

Beijo (adoro a Marilyn!)

20 de fevereiro de 2010 12:25
Ana Paula Britto disse...

Olá meninas!
Hahahahaha...Adoro quando falam essas coisas de loiras. Sempre respondo rindo e com a maior cara de paisagem: "pode falar o que quiser, não me importo: EU me conheço!
Beijo para todas.

20 de fevereiro de 2010 17:58
AL. disse...

acho isso uma palhaçada.
temos o direito de nos vestirmos e de pintarmos nossas madeixas das cores que quisermos!
e os homens? quando eles começarão a ser classificados tb? afff

besos

20 de fevereiro de 2010 18:31
Giovana disse...

Mais uma pesquisa boboca, de conclusões duvidosas e que não leva a lugar nenhum.

Vai ver, foi encomendada por alguma marca de tintura que está com as nuances mais escuras encalhadas....

beijos, Gio

20 de fevereiro de 2010 19:55
♥ Driii ♥ disse...

Apóio tudinho o que vc colocou no post!
Acho de uma modicidade absurda classificar um ser humano pela cor do cabelo, da pele...
Não somos rotuláveis, embora muitos insistam nisso!!
Beijão Bela,
E um Viva para o post!!!!

\o/
Vivaaaaaaaaaaaaaaaa...........

20 de fevereiro de 2010 21:19
André disse...

Há! Isso é medo! Homem que nao confia no taco tem medo de loira, acha que a concorrencia é grande e que ele nao vai dar conta. Mas como o mundo ainda é machista pesquisas como esta acabam sendo necessárias para atestar a incompetencia masculina! Quanta besteira, não?

21 de fevereiro de 2010 11:53
As primas disse...

Eu quero ser loira um dia...
acho lindo...

Mass tenho mta preguiça de cabeleireiro...preguiça de manter

E acho ridículo esse preconceito...

.Olívia

21 de fevereiro de 2010 18:56
Evelin disse...

Eu quero pintar meu cabelo de loiro, mas meu namorado "não deixa", fazendo aquele jogo psicológico "vai ficar horrível". Muito motivador não? Acho que é porque as loiras chamam mais a atenção, algo assim. Bjos

22 de fevereiro de 2010 10:11