terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

A sogra

"Que raios uma solteira pode falar sobre sogras".... Ué, solterice não é sinônimo de imunidade a essas figuras tão marcantes. Afinal, algumas já passaram pela sua vida quando se tem mais de 30. Se você vive um momento "com sogra", já prestou atenção nela? Esta mãe postiça pode ser a senha do seu futuro. Eu sou você amanhã, sabem? Olhe para ela e tire algumas conclusões sobre quem você tem ao lado...

Às mulheres, sua sogra é uma segunda mãe e concorrente ao mesmo tempo. Aliás, sogra é mãe em primeiro lugar e você, querida, ocupa lugar de destaque no coração do filhinho. Para algumas isso é quase um sacrilégio, sofrido em silêncio e adicionado de boa dose de culpa. Um dilema existencial. Portanto, se sua sogrinha não faz o tipo megera, cuidado para não ferir seus sentimentos com tamanha gana de mulher independente. Ela sempre vai achar que você deveria dar uma passadinha na camisa do filhote; o dela, claro. Ou fazer um almocinho. Não por prazer, por obrigação mesmo...

E que tal uma tragédia de proporções titânicas, como o fim do seu casamento? O sinal disto pode ser um singelo domingo atípico, provocado por algum compromisso de trabalho que te fez sair de casa cedo, enquanto o queridão dormia igual criança. Ela não vai entender essa nova dinâmica de um casal e pensará bobagem.

Aos homens, a sogra é, em muitos casos, uma cartomante ambulante. Quando diante de uma dessas com habilidades mediúnicas, muita atenção: ela diz o tempo todo como será o seu futuro, basta ler nas entrelinhas. Nestes casos, não adianta a tática da distância segura; nem tão longe para ir de mala, nem tão perto para te alcançar a pé. Ela é o seu amor amanhã, comprovado em carne e osso. Vai encarar?

Às vezes, elas mostram que vale a pena assumir os riscos em ambos os casos. Tomara que seja o seu.

Giovana - A Solteira

PS: escrevendo este post, me lembrei do filme Mamãe é de Morte (Serial Mom). Humor negro dos bons! Na ilustra, Kathleen Turner, a mamãe que não deixava barato no filme.

11 comentários:

Karina disse...

Amei o post muito muito bom...Minha sogra não é assim vamos dizer uma Brastemp, mas depois de 9 anos junto com o maridon, ela já está se acostumando...Detalhe: no meu casamento uma amiga minha perguntou a minha sogra se ela estava feliz e ela disse que não sabia o que estava sentindo...Para bom entendedor..
Bjo

9 de fevereiro de 2010 08:34
Keyllita disse...

Minha filha, eu tive uma sogra de dar medo a qualquer um!!! Pode perguntar pra Bela!

Beijos!

9 de fevereiro de 2010 08:35
Anônimo disse...

estava lendo o post abaixo "kit completo" e, sinceramente, não concordo muito nao.

e ridiculo pensar que um relacionamento esta baseado na perfeicao do parceiro. tem alguma coisa de errado ai.
a verdade e que nos mulheres exijimos demais de nos mesmas e estamos com esse discurso que "temos que nos desdobrar e ser perfeitas e bla bla bla" ha muitos anos.

na minha casa quem cozinha e meu marido, ele trabalha tanto quanto eu. e quando a comida nao fica boa, ele diz "paciencia, come ai".
agora, quando eu cozinho e ele nao gosta fico meio frustrada.

o discurso deveria mudar de "devemos ser perfeitas para nao sermos largadas" para "devemos aceitar nossas limitacoes para sermos mais felizes"

9 de fevereiro de 2010 09:19
Melanie B. disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk
Cara, que texto bom!!!

9 de fevereiro de 2010 10:35
Madame disse...

Ja tive momentos criticos mas hoje procuro fazer de tudo para entender e viver bem.

Bju da Madame

9 de fevereiro de 2010 11:17
As primas disse...

Não tenho Sogra, pq sou solteira...tive uma sogrinha (de namoro) muito boa, e outra mto chata.

Não é sempre igual, mas eu sei que todos amaram a minha mãe!!! hahahah
E isso não é mentira não!!!

9 de fevereiro de 2010 17:39
Cris Hoffmann disse...

Nunca tive muita sorte com sogras, e depois da última, "a oficial", um pensamento me é corriqueiro, apesar de politicamente incorreto: sogras merecem morrer.

Menos a sogra do meu futuro marido, of course kkkkkkk

Beijoooooooooooooooo!

9 de fevereiro de 2010 20:45
Anônimo disse...

Minha sogra é ótima pessoa... mas, fala muito. Já minha mãe é a sogra que toda nora queria ter...

9 de fevereiro de 2010 21:44
Yuska Pires Sampaio disse...

Ah nao gente, tadinha da minha sogra! Ela e tao boa que chega a ser tonta!
Amo de paixao mas da vontade de dar umas sacudidas na mulher!
Ai ai....nao posso reclamar do meu relacionamento com ela. Ela tem 2 filhos casados e eu sou a unica que reconhece como nora, mais que isso, me tem como filha mesmo.
Enfim...nao deixa de ser sogra e Mae do Maridon.

9 de fevereiro de 2010 22:31
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Só tive sogras bacanas, cada uma ao seu estilo.

E a última, a oficial (como escreveu a Cris, era a avó dos meus filhos dos meus sonhos! kkkk

De fato não tenho esse trauma. Será que ele ainda está por vir??

bjss

deb

10 de fevereiro de 2010 23:48
Mulheres Neura disse...

Graças a Deus nucna tive sogra mala, mas já tive namorado mala, hahahaa a mae dele um amor de pessoa e ele nem tanto... vai saber explicar isso hahaha

Minha atual sogra é 10! Pelo menos nao tenho do que reclamar, também deve ser porque ela vive em outra cidade e só a vejo de 15 em 15 dias hahahaha

mas de verdade minhas duas unicas sogras sao pessoas maravilhosas a quem estimo muito e sei que me querem bem também...

beijos meninas

Patifa

18 de fevereiro de 2010 20:09