domingo, 4 de julho de 2010

As Meninas


Hoje é o último dia para conferir, em São Paulo, no Teatro Cultura Artística Itaim, a atual temporada de As Meninas, escrita por Maitê Proença (ela mesma, a atriz) e Luiz Carlos Góes, com direção de Amir Haddad. Imagino que, saindo daqui, o espetáculo excursione pelo país. E logo volte à capital paulista, como costuma acontecer com as encenações de maior repercussão.

Quis registrar aqui por ser essa uma dica cultural que tem tudo a ver com este blog, conosco. Trata-se de uma peça delicada, feminina, leve e profunda ao mesmo tempo, levada adiante por um elenco de cinco atrizes, encabeçado pelas ótimas Sara Antunes, Vanessa Gerbelli e Patrícia Pinho (na foto acima, da esquerda para a direita).

A ação se passa num velório, cenário em que são debatidos temas como casamento, ciúme, medo, fidelidade, vaidade, perdas, amizade, amor e muito mais. E tudo isso em situações e diálogos simples, verossímeis, que ficam na cabeça da gente.

Posso registrar uma fala bem bobinha, bobinha mesmo, que fora do contexto vocês vão achar idiota mas que é maravilhosa dita em cena? Pois é a seguinte frase, dita por uma amiga para a outra, que se encontra numa situação difícil: “Você é feito a Bela Adormecida. A vida pode até ter te amaldiçoado com uma praga, mas quem te olha vê que você nasceu para viver uma vida de princesa”.

Fofo demais. Fofo e bom. Super recomendo.

Beijos, beijos, ótimo domingo,

Isabela – A Divorciada

3 comentários:

Decor e salteado disse...

Ei, Bela! Valeu a dica... Tomara que a peça chegue à minha terrinha...

Bjs

Lu
http://decoresalteado10.blogspot.com/

4 de julho de 2010 02:33
Sylvio de Alencar. disse...

Gosto da Maitê, comecei a gostar depois de ler as 'crônicas' (algumas biográficas), que ela escrevia (escreve ainda?), num semanário.
Eita mulé inteligente!, mas não só: emocionalmente também.

Puxa! Quatrocentos e oitenta e seis seguidores, comigo, hein?
Gente pra caramba!
Vou começar a segui-las pois tenho uma queda por mulheres não impedidas e que não 'se' impedem (de colocar-se perante as coisas e si próprias - opnião de cavalheiro).

quanto a peça, se vier para minha cidade, 'assisti-la-ei'.

Abrçs.

(Todas são muito bonitas!)
:)

4 de julho de 2010 16:18
Sylvio de Alencar. disse...

Comentários não são 'comentados' aqui?
Que peninha...

6 de julho de 2010 14:19