terça-feira, 27 de julho de 2010

A certeza do reencontro

O reencontro sempre é precedido pela perda. A ideia me ocorre por causa da morte do filho da atriz Cissa Guimarães, atropelado em um túnel no Rio de Janeiro. Ganha forma quando ouço uma mãe resumir a perda de um filho ou filha como "quando as engrenagens do relógio andam para trás". Na mosca, é isso mesmo. Quem já viveu isso na família sabe do que estou falando.

O curioso é que, dependendo da perda, a certeza do reencontro é algo reconfortante. E ela carrega este sentimento de maneira ainda mais forte neste grupo, no das mães que tiveram que se despedir de seus filhos em vida. Pensando um pouco mais nesta ideia, há também a certeza do reencontro entre os grandes amigos. Esta é livre, solta e gostosa de sentir. Vai acontecer e é incrível que seja assim, quase que por acidente. Neste caso, as afinidades fazem o papel de ímã. Quer coisa mais reconfortante que isso?

Tem aqueles reencontros que desejamos, porém não queremos. Deu para entender? Estes são mais de foro íntimo, complicados de resolver. Simplesmente porque não paramos de imaginar como vamos reagir na hora "H". Aí o pensamento vai longe mesmo, em geral desencadeando um tanto de confabulações inúteis que não levam a nada. Na hora do reencontro, sempre acontece tudo diferente do que se imaginou mesmo....

Há os reencontros que nos fazem perder o sono de tanta felicidade. Já tem hora, local e data marcada. A simples certeza de que irão se tornar verdade muito em breve já funciona como um injeção de ânimo e tanto.

O reencontro como episódio, de um modo geral, carrega consigo um significado de ciclo que se fecha. Ou de um novo período que se inicia. Agora, existem por aí alguns reencontros que tem um quê de "acho que já te conheço de outros tempos". Aquelas de afinidade imediata, grande intensidade e uma boa dose de verdade. Seja lá o que for, são uma grande novidade, sempre à nossa espreita pelas esquinas da vida.

Giovana - está solteira

13 comentários:

nandda disse...

E não é que estou na fase dos "reencontros"? Comigo mesma, com um passado que quero distante e com um passado que quero presente. E confesso que adoro! Os reencontros podem não ser como planejamos, mas sempre nos ensinam algo e valem a pena! Adoro! Mas sobre o caso das mães que perdem os filhos... Dói só de pensar... Acho que esta certeza do reencontro não basta... Deve ser uma sensação de ausência total de vontade... Tipo e agora? Acabou? Mãe não deveriam perder seus filhos... Mas... Beijocas!

27 de julho de 2010 00:35
Andarilho disse...

Eu não tenho tanta certeza de reencontros assim.

27 de julho de 2010 08:28
Albuq disse...

Oi Giovana,

acreditar que vamos reencontrar pessoas que amamos é uma forma muito boa de diminuir a saudade, é uma forma de não deixar a tristeza tomar conta, é uma forma de preencher o vazio... esperança digamos.
Eu prefiro acreditar.
bjs

27 de julho de 2010 09:06
Luisa Dias disse...

Reencontros... Acreditar neles faz com que a gente se coloque em nosso lugar, de quem não decide tudo nesta vida. Nos meus últimos reencontros, a "vida" me deu tapinha nas costas.

27 de julho de 2010 09:22
Renata disse...

Quando se perde alguém que a gente ama, a única forma de conseguir seguir em frente (pelo menos pra mim) é ter a certeza do reencontro... é a única coisa que conforta e nos faz continuar a viver.
E sim, existem mil outros tipos de reencontros nessa vida mesmo que nos fazem mais felizes...

27 de julho de 2010 10:08
Evelin disse...

"Há os reencontros que nos fazem perder o sono de tanta felicidade. Já tem hora, local e data marcada. "

Reencontro é sempre bom, mesmo sendo "ruim"... mesmo existindo outros que fujo até hoje...

Adorei o texto.

27 de julho de 2010 11:58
Lalá disse...

E tem aquele reencontro gostoooso, que a gente dorme e acorda pensando nele e que, quando finalmente chega, vai embora rapidinho. E depois vem o reencontro com a saudade.

27 de julho de 2010 17:37
Mulher Faladeira disse...

Eu sempre acreditei e sempre acreditarei nos reencontros, nessa e em outras vidas, rsrs!
E comigo não poderia ser de outra forma, pois sou Espírita kardecista e tenho absoluta certeza de que nessa vida já encontrei caríssimas pessoas do passado e que mesmo com pouco tempo de convivencia acabei por assumir tamanho carinho como se já conhecesse a anos. Isso sem falar no amor da minha vida que tenho a mais pura certeza de termos uma ligação muito, mais muito além dessa existência! rsrsrs!
Bjs,

27 de julho de 2010 18:13
Camille Mollona disse...

GIO, guria, este teu post tem tudo a ver com o email q estava pensando em te mandar esta noite...parece q adivinhou...hehe
Vou tirar uns dias em novembro e to pensando em ir passar uns 5 dias ai contigo. Vou olhar meus dias direitinho e ai te aviso. Bjao

28 de julho de 2010 09:32
Flávio P. disse...

Lindo o texto!
Eu acredito sim no reencontro em todas as esferas...

bjs

28 de julho de 2010 11:45
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

eu adoro reencontros...e mesmo não sendo espírita, tendo a pensar como a mulher faladeira =)

smack!

dedé

28 de julho de 2010 15:03
TOKA disse...

Sabe, por um momento eu estava vendo tuas linhas aqui e olhei para mim mesmo... Tenho um ponto de vista um pouco mais claro hoje com respeito a tudo isso. E fico feliz em ver pessoas que tem o mesmo ponto de vista.

Muita paz, sempre a ti e aos teus!

31 de julho de 2010 09:35
日月神教-任我行 disse...

ssd固態硬碟 外接式硬碟 餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 External Storage Solid State Drives 關島機加酒 關島婚禮 關島蜜月 花蓮民宿 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 巴里島旅遊 巴里島spa推薦 巴里島機票 巴里島行程推薦 記憶體 情趣用品 情趣用品USB Flash DrivesMemory Cards 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 投資美國物業 美國租金報酬 美國房屋買賣 房地產投資說明會 美國房地產 美國置產須知 美國房屋物件 SD記憶卡 隨身碟 高雄當舖 高雄汽車借款 高雄機車借款 高雄房屋二胎貸款 高雄汽機車免留車

17 de junho de 2015 20:08