sábado, 17 de julho de 2010

Cássio Reis - O Divorciado


Eu sempre achei o Cássio Reis meio sem graça. Apesar de lindo, ótimo modelo, achava forçado o cara querer ser ator, viver assim meio na sombra da sua agora ex-mulher, a atriz Danielle Winits. Isso até ler a entrevista com ele na última edição revista Contigo, na qual fala, pela primeira vez, de seu divórcio. O que me surpreendeu? A delicadeza e força de vontade para dar a volta por cima. Dizem as más e as boas línguas que Cássio foi traído (a sua ex já estaria na companhia do ator Jonatas Faro quando a separação foi anunciada). Mesmo assim, ele foi elegante ao dizer que a vida amorosa dela não mais o interessa e que responde por si próprio quando afirma que investiu tudo para a relação dar certo. E, sem perder a ternura jamais, deu pelo menos uma alfinetada, de leve, em Danielle (cá entre nós, ela merece, hahaha!!!). A seguir, os trechos da entrevista de que mais gostei:

Sobre a fama de traído: “Isso nunca passou pela minha cabeça. Nenhuma reação minha com tudo o que aconteceu não foi espontânea. O que mais me chamou a atenção foi ver quantas pessoas já passaram pelo que passei e que, infelizmente, as coisas não são como a gente quer. Não depende só da gente. Graças a Deus, sou muito respeitado pelas pessoas e isso é motivo de orgulho para mim. Eu sempre respeitei todo mundo”.

Sobre a nova fase da vida: “Ainda desejo casar, ter mais filhos, adotar...Minha vida não acabou por causa da separação. Continuo querendo tudo igual antes, mas agora com outra pessoa. Não adianta forçar alguém a ter aquilo que não quer”.

A paternidade: “Nasci para ser pai e só não amamentei porque não tinha peito. Faço tudo pelo meu filho”.

O amor: “Quero ser feliz com transparência, honestidade e amor. Aprendi que não se pode programar uma relação. Temos de viver, passar por cima dos obstáculos e corrigir os erros”.

OK, OK, vocês podem até achar que ele mentiu. Mas, otimista que sou, prefiro dar a todos, antes de mais nada, o benefício da dúvida. E acreditar que o Cássio Reis é um divorciado com D maiúsculo.

ADOREI a entrevista.

Beijos e bom finde para todos,

Isabela – A Divorciada

7 comentários:

Decor e salteado disse...

Ei, Bela!! Ei, meninas!!

Não li a entrevista na íntegra, mas também gostei (pelo que vc mostrou). E essas respostas deixaram transparecer alguém bem doce, mas forte e sincero. Passo a vê-lo também com outros olhos.

Bjs,

Lu
http://decoresalteado10.blogspot.com/

17 de julho de 2010 00:14
Andarilho disse...

Eu não sou tão esperançoso como a Bela, então acho que ele tem mesmo é uma boa assessoria de imprensa.

17 de julho de 2010 09:24
Albuq disse...

Bem Bela, sempre achei que o "gostar" era mais dele que dela.
Acho ele muito carismático e acredito que ele realmente é assim mesmo, também creio como você, que ele é um divorciado com D maiúsculo.

bjs, ótimo fds!

17 de julho de 2010 10:45
Vanessa disse...

Também acho que, por mais que exista dor e mágoa, a postura dele diante de todos foi a mais correta, sem se vitimizar, sem colocar a mulher numa posição de promiscuidade nem nada disso. Ele foi elegante. E se isso é trabalho dele ou da assessoria de imprensa, pouco importa. O que importa de fato é a imagem bacana que ele passa pra todo mundo depois dessa separação. Beijo!

17 de julho de 2010 16:13
Blog Sozinha ou Acompanhada disse...

É isso aí Belinha... tô com vc!
Sem contar que ele é mesmo um gosto~são!!!!!hahahaha....
beijocas,
Mari.

17 de julho de 2010 19:20
Bianca disse...

Cassio existiu sim antes de Danielle. Mas claro que deu uma grande Up com a união. Também não vi toda a entrevista mas pareceu bem sincero e doce. Trabalho com recreação e tive a oportunidade de vê-lo (sim, somente! enquanto estamos trabalhando não podemos tietar) com o filho, e ele é tudo o que esta escrito na entrevista. Ele a todo o momento na festa esteve ao lado do filho participando junto em todas as brincadeiras. Até eu queria um filho com ele, hehe.

18 de julho de 2010 00:13
Evelin disse...

Benefício da dúvida, mto bom, mas valeu, mesmo duvidando bastante bastante rsr

bjs

22 de julho de 2010 12:38