segunda-feira, 24 de maio de 2010

Como ir das nuvens ao calabouço da manhã para a tarde

Temos convidada especial! E a de hoje é uma mulher fofa e descoladíssima, solteira das boas, amiga da Debs, nossa Descasada. Divirtam-se com ela. Beijos, queridona. Thanks pelo texto, adorei.

Isabela – A Divorciada

Segunda-feira

Hoje ele passou pela minha mesa duas vezes e fez questão de me cumprimentar com um sorriso. Bom sinal, já sabe que eu existo.

Terça-feira

A troca de olhares está cada vez mais intensa. Agora já sei que a coisa é recíproca.

Quarta-feira

Não consigo parar de olhar naquela direção e sinto meus movimentos sendo acompanhados pelos olhinhos dele. Que lindo!

Quinta-feira

Caramba, preciso arrumar um jeito de me aproximar. Como?

Sexta-feira

De dia não resisto e deixo bilhetinho anônimo na mesa dele, elogiando o terno. Mas à noite finalmente tivemos a chance de conversar na festa de bota-fora de uma colega do trabalho. A noite inteira foi de troca de olhares, sorrisos e semi-toques. Realmente temos mil afinidades. Acho que ele é o novo grande amor da minha vida.

Sábado

Que droga, é sábado.

Domingo

Que bom que amanhã é segunda.

Segunda-feira

Agora já podemos parar na mesa um do outro. O cumprimento foi com beijinho e a conversa oscilando entre o nervoso e o feliz.

Terça-feira: o dia em que fui das nuvens ao calabouço da manhã para a tarde

De manhã ele veio puxando um assunto esfarrapado e me cumprimentou com beijo de barba feita. Essa é a parte da nuvem. Se eu fosse um personagem de quadrinhos, coraçõezinhos orbitariam minha cabeça. Na hora do almoço, resolvo comprar um Sonho de Valsa para ele, assim tenho mais um motivo de aproximação.

À tarde, o encontro em uma rede social, adiciono, checo as informações e descubro que ele não é livre e desimpedido. Olho para debaixo da mesa procurando um buraco secreto com uma alavanca para abrir, assim poderia me ejetar pra bem longe e fundo. Como o bombom em uma só mordida. Na saída do trabalho, tentei não ir pra academia como planejado. Mas uma amiga disse que isso seria importante para fazer fluir energias positivas. "Não fique se sentindo ridícula, você não tinha como saber, ele não usa aliança.”

Na volta para casa, escolho as ruas mais escuras, acendo um cigarro e fico pensando que também isso vai passar. No fundo querendo mais é ser menoscivilizada e ter coragem de apontar o dedo na cara dele. "Como ousa iludir um coração tão frágil como o meu, tão cansado de tomar porrada?”

Aliás, fico lembrando de tudo que deixei passar e dá vontade de sair ligando e xingando todo mundo que já me machucou mas eu simplesmente preferi ser civilizada. No dia seguinte, ao contrário, sorrio como se nada estivesse acontecendo, escrava da teoria de que tudo passa, até uva passa, mas com a esperança de que algum dia algo resolva ficar, pelo menos um tempinho maior que uma única semana.

A Solteira à procura de um novo grande amor

15 comentários:

Andarilho disse...

Veja pelo lado bom, a verdade veio a tona logo no começo.

24 de maio de 2010 00:14
Me... disse...

Eu já passei tanto por isso... Agora estou numa fase super esquisita, uma fase altamente exigente. Se isso acontecer comigo, como no seu texto, eu checaria todas as informações antes, já me desiludiria antes e me fecharia para o cidadão.

E vendo pelo lado positivo, pelo menos você ainda acredita e ainda se encanta!

Ótimo post!

Bjos

24 de maio de 2010 00:17
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

É isso aí: chuta que é macumba!!!

Que o seu novo grande amor chegue logo, vai chegar.

Obrigada pelo texto, viu? Escreva sempre.

Beijão,

Bela - La Divorciada

24 de maio de 2010 00:38
Mulherzinha Sim! disse...

Putz, isso é péssimo! Recentemente, eu também passei por uma dessas. O cara era maravilhoso, me dava maior atenção na academia, mas quando tivemos oportunidade de conversar melhor, ele me contou na maior naturalidade que é casado. Não só isso! Me cantou assim mesmo. Fiquei mega decepcionada.

A história está lá no blog com o título "Síndrome de Rubinho Barrichello".

www.mulherzinhasim.blogspot.com

24 de maio de 2010 06:27
Belly disse...

Olá, aí vai uma opnião talvez um pouco conflitante... Conhecer um cara e no segundo dia achar q ele é o grande amor da sua vida é um grande sinal de carência e falta de amor próprio. Sair por aí procurando seu amor eterno diariamente tbm! Pra mim as coisa só acontecem qdo vc está muito bem sozinha e não exige q o outro te faça feliz, então as coisas simplesmente fluem! Agradeça q isso tenha ocorrido no início e tome cuidado com suas atitudes! Passe a se amar mais e a curtir a vida com um pouco menos de cobrança...

Bjs

24 de maio de 2010 07:42
Christine Cecchetti disse...

esses primeiros momentos são tão legais... agora vc está livre para começar tudo de novo!! u-hu!!

24 de maio de 2010 08:27
Giovana disse...

Engracado! Poxa, vc criou toda a historia na cabeca. So faltava ser verdade ne? No final das contas, o cara te achou bonita e foi so educado. Pelo menos, mostrou um bom motivo para não ser mais direto. Vai q vc encontra alguem como ele... Bjs Giovana

24 de maio de 2010 08:39
Fadinha disse...

Ótimo post, tb estou solteira e já passei por situações como esta. é péssimo!!! Mas como vc mesmo disse tudo passa, até uva passa... rsrrs. Boa sorte para todas nós!!!! Bjs!!!

24 de maio de 2010 08:40
Albuq disse...

Oi meninas!

Li o texto e fiquei pensando o seguinte, a situação foi difícil, afinal é muito ruim está na expectativa e de repente tudo cair por água abaixo, mas, ainda bem que tudo aconteceu no início, que não deu tempo se envolver mais.

Agora vamos a luta! kkk

bjs

24 de maio de 2010 10:22
Flávio P. disse...

Adorei o texto! Muito bom...

Belly, estou com você!

beijos

24 de maio de 2010 10:24
Andrea Pagano disse...

Eu te entendo ...ah como te entendo...já passei por tantas dessas ...o pior quando o cara não é comprometido ...mas simplesmente some!!!E não há nada que as pessoas falem que vá melhorar, infelizmente só o tempo cicratiza as feridas...
Paz para vc enfrentar a tempestade no coração!
Bjs

24 de maio de 2010 10:37
Marta Melo disse...

Adorei a história e acho que o lado bom é que ela soube a verdade antes de acontecer qualquer coisa...Pior é, passar das nuvens ao calabouço da manhã para tarde por causa de um rompante de personalidade,com quem já aconteceu tudo!Aff,nossa é péssimo.A pessoa está um amor,daqui a pouco por pouca coisa,já é outra pessoa te destratando legal!Pois é amiga do texto,agradeça por esse romance não ter se materializado,e agora é só passar para outro!Bjs

24 de maio de 2010 11:12
evelin disse...

Mto bom o texto... dando uma opnião pessoal: mesmo sendo muito legal essa situação de "suspiro", é melhor se envolver menos com a cabeça... Digo, eu sempre não ligo para essas coisas, e qndo acontece depois vejo como tudo aconteceu... bjos

25 de maio de 2010 11:06
Yasmim disse...

Estou passando por isso também, e o pior é que ele fica fazendo jogo, horas se insinua dizendo coisas maravilhosas, mas fica só nas insinuações e nos bate papos no MSN mas quando estamos juntos na academia a ele se cala, estou quase enlouquecendo,uma pessoa me disse que ele gosta de mim mas não consigo entender esse silencio. É lasca como diz uma amiga, mas vamos superar como sempre.

25 de maio de 2010 20:02
Ozenilda Amorim disse...

Eu costumo dizer que com coca-cola quente até dor de barriga passa.
;)

27 de maio de 2010 17:00