segunda-feira, 17 de maio de 2010

Minha caixa preta

Eu sou uma pessoa de poucas posses. Adoro dizer por aí que tenho quase nada - ou muito pouco. E é verdade. Meu mesmo, só um carro que ainda demora a ser quitado. Mas o meu maior patrimônio é o afeto que sinto pelos meus. E nesse pacote estão os amigos. Amigo é uma coisa interessante. Ao longo da vida a gente tem vários que vão se perdendo no caminho. Eu não tenho uma visão romântica da amizade - como também não tenho de qualquer relacionamento - de que os amigos verdadeiros são para sempre. Tem uns que, sim, para sempre serão. São os nossos irmãos espirituais. Outros fazem parte de um momento específico da vida. E uma hora se vão mesmo. Faz parte da impermanência. Assim como outros novos aparecem.

Mas alguma vez vocês já tiveram aquela sensação de que já conheciam aquela pessoa de outra vida? Ou que parece um amigo de infância, mesmo que você tenha conhecido faz pouco tempo? Assim foi com alguns dos meus grandes amigos. E assim foi com a Laris.

A gente se conheceu por causa desse bloguinho aqui. Em pouco tempo, fui visitá-la em sua terra natal. E, nesse findi, ela me retribuiu a visita. Foi pouco tempo em SP, mas o suficiente para matar a saudade e "resenhar" bastante, como ela adora dizer. Ontem à noite, a deixei no aeroporto com aquela sensação gostosa de "esteja onde estiver, a nossa ligação independe do tempo e da distância".

Apesar de eu ser uma pessoa bem aberta e sem grandes segredos d'alma, algumas poucas amigas são minha caixa preta. Não por saberem histórias incríveis e secretas minhas, mas por conhecerem meu jeito de pensar, meu jeito de sentir e sonhar. Laris é uma delas.

Querida caixa preta, obrigadíssima pela visita!

Volte sempre, volte logo, volte muito!

baccios e ótima semana para todos!

Débora - A Descasada

15 comentários:

Andarilho disse...

Quando li o título, achei que era outra coisa, hahaha.

Eu não sei se acredito muito nesse negócio de caixa preta não. Pelo menos não pra mim.

17 de maio de 2010 10:32
Albuq disse...

Ahhhh que lindo DEb!
acho que as amizades são assim mesmo, a gente vai convivendo, conhecendo, cativando e sendo cativada pelas pessoas, quando se dá conta... já somos mais que amigos.
bjs

17 de maio de 2010 10:39
♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...

Pois concordo plenamente! Existem pessoas que transcedem nosso entendimento, uma ligação que não existe explicação. Tenho amizades assim, uma ligação de alma!

Que nossas amizades sejam duradouras e motivo de alegrias sempre pra nós!

BjOs e boa semana para as 3 mocinhas!!*-*

http://www.evesimplesassim.blogspot.com/

17 de maio de 2010 10:52
Palavras ao Vento disse...

Confesso que qdo li o título achei que vc iria DESABAFAR ou confidenciar alguma coisa. Mas td bem..rs.rs.rs

Eu acredito muito em amizade e tenho muitas, mas poucas que posso contar. Contudo sou muito disponível, gosto de estar com as pessoas, tento estar próxima, mas nem todos são assim..deixam o tempo passar e qdo vejo elas se foram....Fico triste. Fazer o que né..a vida é assim.
Eu amo meus amigos e jamais quero perder contato.

É isso..
Sonhadora
http://2010palavrasaovento.blogspot.com/

17 de maio de 2010 11:04
Nati disse...

Pessoas eternas... faz sentido a vida.

17 de maio de 2010 11:31
Bia Pessoa disse...

Em cada momento da minha vida, tenho aquele companheiro(a)..aquele que sabe dos meu segredoa atuais e que vivenciam comigo a atualidade..Mas tem sempre aqueeeles, aqueles que jamar sairão do meu coração!!!

17 de maio de 2010 12:00
SAL disse...

Queridíssima Caixa Preta, vc é a minha melhor amiga de infância, que eu só pude conhecer após meus 20 e poucos anos!... E, eu que seeeempre fui a caixa preta alheia de tantos amigas queridas (e nunca tinha tido uma!), me orgulho em dizer que, vc é minha unica caixa preta!

Se não fosse algo tão espiritual, verdadeiro e forte, eu arriscaria em dizer: "que contadição né?!". Eu que não abro minha vida pra ninguém, não bastou mais que alguns emails. Uma visitinha lá e outra cá, para que a nossa energia fosse reconhecida de forma tão especial.

E foi aí que eu descobri que você (apesar das nossas semelhanças pontuais) de certa forma, é um pouco meu "outro lado"... e complementa minha linha "intuitiva" de pensamento ( e toda minha mania de diagnostico).

Obrigada por existir!

E o convite para minha nova casa, está oficialmente registrado aqui, viu?!

Obs.
(1)Belíssima, A-ME-I conhece-la!!!
(2)Melhor que viajar pra conhecer lugares novos, é conhecer pessoas novas (e reais!)

Bjo, Laris

17 de maio de 2010 12:00
Lília disse...

Linda postagem! Beijos

17 de maio de 2010 13:45
Nina disse...

Deb,

Linda declaração de amor! Porque amizade é um tipo superior de amor, né? O que menos cobra e exige.

Beijo, linda!

17 de maio de 2010 14:16
Accácia disse...

Também acho que meu maior patrimônio são os afetos que cultivo!E amigos são passageiros como nós,não há como se cobrar pra sempre estarem a mão,nem por isso são menos amigos!
Tem uma brincadeira que convido vcs três a participarem,lá no meu cantinho!Se puderem participar eu ficarei muito feliz!
Um beijo pra caa uma de voc~es,que alegram o meu dia e já considero amigas 'de infância'!!!
Beijo!

17 de maio de 2010 16:27
Decor e salteado disse...

Débora,

Estou aprendendo a entender que amizade verdadeira nem sempre quer dizer amizade pra sempre. Por mais que seja clichê, é verdade: tudo tem seu tempo. E dura o tempo que tem que durar.

Bjs

Lu
http://decoresalteado10.blogspot.com/

17 de maio de 2010 16:35
Camille Mollona disse...

Muito bonito este post, adorei!
Tambem tenho muitos amigos q sempre guardo no coração, mesmo q a distancia e a falta de tempo p/ nos encontrarmos nos deixou afastados, sempre trocamos emails ou telefonemas.
Bjao pra todas!

17 de maio de 2010 16:36
Marcos disse...

Muito legal... a caixa preta não porque vc tem grandes coisas para contar mas porque te conhece sem vc falar... legal isso!

Espero que o findi tenha sido gigante.

bjs

17 de maio de 2010 23:24
3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Debs e Laris,

Salve, salve a amizade de vcs, belíssimo encontro. Adorei ter participado da etapa Vila Madalena do circuito paulistano das duas absolutas.

Volte sempre, Lari. Não demore. Amei te conhecer tb!!!!

Beijos para as duas,

Bela - La Divorciada

17 de maio de 2010 23:58
Olívia disse...

AIIIIIIIIIIII

SEM COMENTÁRIOS...

QUERIA QUE ELA FICASSE MAIS =)

20 de maio de 2010 16:13